sábado, 13 de fevereiro de 2016

Globo fecha parceria com Record para exibir - Os Dez Mandamentos

Produção será exibida com exclusividade pelos canais pagos Telecine e Megapix, pertencentes à rede Globosat

Rio - Que "Os Dez Mandamentos", novela bíblica da Rede Record, foi o maior sucesso de audiência da TV brasileira em 2015 ninguém tem dúvidas. Nem mesmo a Globo, que fechou uma parceria com a emissora concorrente nesta sexta-feira para exibir o filme baseado na trama. É isso mesmo!

Globo fecha parceria com Record para exibir filme de 'Os Dez Mandamentos'
Foto: Reprodução

Segundo a assessoria de imprensa da Record, a Rede Telecine e o Megapix, canais pagos da rede Globosat, veicularão a produção com exclusividade em sua grade de programação quando terminar a exibição do filme nos cinemas. "Os Dez Mandamentos - O Filme" levou mais de 3 milhões de espectadores aos cinemas brasileiros e bateu o recorde de pré-venda.

Para o produtor executivo do filme, Douglas Tavolaro, “a nova possibilidade de exibição do filme nos canais Telecine e Megapix é mais um incentivo para a produção nacional em formatos e linguagens diferentes, promovendo a nossa cultura junto a algumas das maiores produções mundiais do cinema”.

Escrito por Vivian de Oliveira e dirigido por Alexandre Avancini, "Os Dez Mandamentos" conta com ex-atores globais como Guilherme Winter, Sérgio Marone, Giselle Itié, Samara Felippo e Sidney Sampaio no elenco principal.

Em clima de esperança e harmonia, vereadores de Santana dos Garrotes voltam à Câmara após o recesso


Com a presença de todos os vereadores, foi realizado neste sábado (13/02), a primeira sessão ordinária do ano legislativo de 2016 em Santana dos Garrotes.  Sob a presidência do vereador Rênio Macedo (PMDB).

Representando o prefeito Élio Ribeiro (PT), o vice-prefeito, José Paulo Filho (PMDB), falou da satisfação da administração municipal em que é um momento histórico para Santana dos Garrotes e uma oportunidade de se unir e em torno do desenvolvimento do município para poder enfrentar a crise.


Revista Veja: Lula enviou pertences a sítio ao deixar governo

Entre os itens transportados, 37 caixas continham bebidas


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou seus pertences e de seus familiares ao sítio em Atibaia logo após deixar o governo, segundo informou a revista “Veja” nesta sexta-feira. Notas fiscais e ordens de serviço de uma das transportadoras contratadas pelo governo federal indicam que parte da mudança foi remetida para a propriedade no interior de São Paulo. Entre os itens transportados, haviam 200 caixas — 37 delas continham bebidas, segundo o documento apresentado pela revista. A entrega do material no sítio aconteceu em 8 de janeiro de 2011, dois meses após a compra do imóvel em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, que são sócios de Fábio Luis Lula da Silva, o Lulinha, filho mais velho do ex-presidente.

O sítio em Atibaia é alvo de um inquérito específico a Polícia Federal (PF), que está sob sigilo, para apurar a relação de empreiteiras e outras pessoas físicas investigadas na Operação Lava-Jato com o imóvel. Em 29 de janeiro, Lula admitiu que usa a propriedade, mas negou que seja o dono. Reportagem da revista “Época” mostrou que seguranças do ex-presidente estiveram 111 vezes em Atibaia, ao longo dos últimos quatro anos, indicando que as visitas de Lula ao local eram frequentes. Lula passou as férias de janeiro no sítio.

A exemplo do que aconteceu com o tríplex no Guarujá, reformado pela OAS, os investigadores da Lava-Jato suspeitam que o sítio em Atibaia foi reformado tanto pela OAS quanto pela Odebrecht no final de 2010. O sítio passou por ampla reforma, ganhou suítes e área de churrasqueira

Leia mais:Lula enviou pertences a sítio de Atibaia ao deixar o governo, diz revista

O Globo

Agricultores de Santana de Mangueira vão receber Garantia-Safra a partir desta terça-feira

Programa auxilia produtores que estão sujeitos a perdas de safra devido à seca ou chuva

O Programa Garantia-Safra que atende mais de 500 famílias somente no município de Santana de Mangueira (PB), iniciará o pagamento do benefício referente à safra 2014/2015, nesta terça-feira (16/02), conforme assegurou o Secretário Municipal de Agricultura, Ronaldo Nunes.

O benefício é pago aos agricultores que comprovaram perdas de pelo menos 50% da safra. Cada agricultor receberá R$ 850,00 em cinco parcelas de R$ 170,00.

“Para que os agricultores familiares pudessem receber o Garantia-Safra, a Prefeitura de Santana de Mangueira fez a sua parte antecipando o pagamento da sua contrapartida junto aos Governos Federal e Estadual”, destaca a Prefeita Tânia Mangueira.

Ronaldo Nunes disse que o pagamento deste benefício é de suma importância para os agricultores santanenses, uma vez que irá auxiliar as famílias que tanto sofre com a mudança climática da região.

Diamante Online

O Vale do Piancó em ALERTA!


Conceição aparece entre as 100 piores cidades brasileiras para viver em 2015, segundo Firjan

O levantamento que é feito pela Firjan exclusivamente com base nas estatísticas públicas oficiais, que são disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde, formam o índice que varia de 0 (pontuação mínima) a 1 (máxima) para hierarquizar o nível de cada cidade em 4 categorias


Como mostramos no ano passado, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) é um estudo anual que monitora os níveis de desenvolvimento socioeconômico avaliando as condições de Educação, Saúde, Emprego e Renda de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros. O IFDM 2015, divulgado recentemente, indica que a cidade de Extrema teve a maior nota do país, por apresentar alto grau de desenvolvimento nas três áreas avaliadas pelo índice, o que acontece em somente 30 cidades brasileiras. Negativamente, o nome da cidade de Conceição apareceu entre as 100 piores cidades brasileiras para viver, conforme tabela, abaixo. No ano de 2013, além de Conceição nenhuma cidade da região do vale do Piancó entrou na lista. Em 2014, somente a cidade de Santana dos Garrotes apareceu na lista das piores.

O levantamento que é feito pela Firjan exclusivamente com base nas estatísticas públicas oficiais, que são disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde, formam o índice que varia de 0 (pontuação mínima) a 1 (máxima) para hierarquizar o nível de cada cidade em 4 categorias: baixo desenvolvimento (de 0 a 0,4), regular (0,4 a 0,6), moderado (de 0,6 a 0,8) e alto (0,8 a 1).

Foram avaliadas ao todo 5.517 cidades, que abrigam 99,8% da população brasileira. Apenas 5 cidades criadas recentemente ficaram fora do índice, já que ainda não têm dados suficientes para análise, e outras 48 que não declararam ou não têm informações consistentes.

O ranking geral do índice indica que pouco mais de 60% dos municípios foram avaliados com desenvolvimento moderado e somente 7,8% podem ser considerados de alto desenvolvimento.

As desigualdades regionais permanecem facilmente notáveis: entre as 100 mais bem classificadas: 56 estão no estado de São Paulo, 13 no Rio Grande do Sul, 11 no Paraná, 8 em Minas Gerais e 7 em Santa Catarina. Somente uma cidade do Nordeste aparece entre as 100 primeiras, Euzébio no Ceará no 17º posto. A lanterna fica com a cidade de Santa Rosa do Purus, no Acre.

Entre as capitais o índice repete o último pódio com Curitiba, São Paulo e Vitória, seguidos por Florianópolis, Rio de Janeiro, Goiânia, Campo Grande, Belo Horizonte e Cuiabá na formação do Top 10. Macapá continua sendo a pior capital para se morar.

Embora haja a imprescindibilidade de salientar que o IFDM não mede imperiosamente a qualidade de vida, parece lógico inferir que municípios com elevados índices de educação, saúde, emprego e renda sejam sim melhores lugares para se viver.

Top 100 melhores cidades para viver no Brasil (Ranking IFDM)
Nacional Estadual Cidade UF IDFM

Nacional Estadual Cidade UF IDFM
1 1 Extrema MG 0,9050
2 1 São José do Rio Preto SP 0,9046
3 2 Indaiatuba SP 0,9009
4 3 São Caetano do Sul SP 0,9006
5 4 Vinhedo SP 0,8994
6 1 Concórdia SC 0,8933
7 5 Votuporanga SP 0,8914
8 6 Paraguaçu Paulista SP 0,8907
9 7 Jundiaí SP 0,8892
10 8 Santos SP 0,8846
11 9 Araraquara SP 0,8839
12 10 Itupeva SP 0,8823
13 1 Lajeado RS 0,8813
14 11 Barueri SP 0,8795
15 12 Santana de Parnaíba SP 0,8794
16 13 São João da Boa Vista SP 0,8782
17 1 Eusébio CE 0,8782
18 14 Ariranha SP 0,8763
19 2 Arroio do Meio RS 0,8758
20 15 Franca SP 0,8754
21 16 Amparo SP 0,8748
22 1 Maringá PR 0,8740
23 17 Marília SP 0,8730
24 2 Apucarana PR 0,8729
25 18 Ribeirão Preto SP 0,8716
26 19 São Carlos SP 0,8702
27 20 Mendonça SP 0,8700
28 21 Matão SP 0,8696
29 22 Atibaia SP 0,8692
30 23 Santo André SP 0,8688
31 3 Westfalia RS 0,8673
32 24 Botucatu SP 0,8669
33 4 Panambi RS 0,8666
34 2 São Bento do Sul SC 0,8648
35 3 Cianorte PR 0,8647
36 4 Campo Mourão PR 0,8643
37 25 Barretos SP 0,8638
38 26 Vista Alegre do Alto SP 0,8635
39 27 Itatiba SP 0,8630
40 28 Pompéia SP 0,8627
41 5 Paranavaí PR 0,8627
42 29 Mococa SP 0,8626
43 30 José Bonifácio SP 0,8625
44 31 Jaguariúna SP 0,8622
45 6 Curitiba PR 0,8618
46 32 Moji Mirim SP 0,8616
47 2 Itabirito MG 0,8615
48 33 Bebedouro SP 0,8614
49 34 Americana SP 0,8614
50 5 Bento Gonçalves RS 0,8613
51 7 Pato Branco PR 0,8607
52 3 Chapecó SC 0,8602
53 1 Linhares ES 0,8596
54 4 Balneário Camboriú SC 0,8594
55 3 Patos de Minas MG 0,8590
56 6 Ibirubá RS 0,8590
57 35 Cerquilho SP 0,8588
58 1 Lucas do Rio Verde MT 0,8584
59 36 Bauru SP 0,8584
60 37 Sertãozinho SP 0,8584
61 38 Araras SP 0,8580
62 39 Itapira SP 0,8579
63 5 Navegantes SC 0,8579
64 40 Catanduva SP 0,8578
65 7 Marau RS 0,8571
66 41 Bragança Paulista SP 0,8570
67 42 Pratânia SP 0,8560
68 43 Junqueirópolis SP 0,8560
69 44 Presidente Prudente SP 0,8550
70 45 Olímpia SP 0,8548
71 46 Piracicaba SP 0,8548
72 8 Medianeira PR 0,8545
73 4 Lagoa da Prata MG 0,8543
74 47 Santa Fé do Sul SP 0,8543
75 1 Itumbiara GO 0,8540
76 6 Itajaí SC 0,8538
77 48 Valinhos SP 0,8535
78 8 Paraí RS 0,8535
79 9 Campo Bom RS 0,8532
80 49 Fernando Prestes SP 0,8530
81 5 Pouso Alegre MG 0,8530
82 6 Poços de Caldas MG 0,8520
83 10 Santa Rosa RS 0,8519
84 50 Arujá SP 0,8519
85 51 Sorocaba SP 0,8516
86 52 Limeira SP 0,8515
87 7 Blumenau SC 0,8514
88 9 Francisco Beltrão PR 0,8511
89 53 São José do Rio Pardo SP 0,8509
90 54 Boituva SP 0,8508
91 10 Toledo PR 0,8507
92 1 Costa Rica MS 0,8506
93 55 Potirendaba SP 0,8502
94 7 Itajubá MG 0,8501
95 8 Uberlândia MG 0,8500
96 2 Três Lagoas MS 0,8494
97 11 Cascavel PR 0,8494
98 56 São Paulo SP 0,8492
99 11 Ivoti RS 0,8486
100 12 Santa Cruz do Sul RS 0,8483

Negativamente, o nome da cidade de Conceição apareceu entre as 100 piores cidades brasileiras para viver, conforme tabela, abaixo:

Top 100 piores cidades para viver no Brasil (Ranking IFDM)



Nacional Estadual Cidade UF IDFM
5418 51 Alvarães AM 0,4189
5419 15 Normandia RR 0,4188
5420 100 Mata Grande AL 0,4185
5421 375 Queimadas BA 0,4185
5422 376 Lamarão BA 0,4171
5423 52 Maués AM 0,4159
5424 377 Quijingue BA 0,4150
5425 191 Jenipapo dos Vieiras MA 0,4149
5426 125 Cumaru do Norte PA 0,4149
5427 378 Jiquiriçá BA 0,4148
5428 379 Camacan BA 0,4142
5429 212 Corrente PI 0,4134
5430 192 São Luís Gonzaga do Maranhão MA 0,4133
5431 126 Melgaço PA 0,4132
5432 193 Governador Archer MA 0,4130
5433 380 Monte Santo BA 0,4124
5434 18 Tarauacá AC 0,4124
5435 127 Curuá PA 0,4117
5436 194 Cachoeira Grande MA 0,4115
5437 128 Capitão Poço PA 0,4111
5438 381 Ibiquera BA 0,4110
5439 382 Baixa Grande BA 0,4109
5440 383 Nova Itarana BA 0,4108
5441 384 Ibicuí BA 0,4103
5442 385 Sítio do Quinto BA 0,4097
5443 140 Campinápolis MT 0,4092
5444 386 São Gabriel BA 0,4079
5445 19 Jordão AC 0,4070
5446 213 Geminiano PI 0,4067
5447 387 Várzea do Poço BA 0,4064
5448 388 Itapitanga BA 0,4062
5449 129 Senador José Porfírio PA 0,4060
5450 389 Piraí do Norte BA 0,4060
5451 390 Sento Sé BA 0,4059
5452 391 Canudos BA 0,4057
5453 53 Jutaí AM 0,4052
5454 214 Pimenteiras PI 0,4048
5455 392 Umburanas BA 0,4041
5456 54 Canutama AM 0,4041
5457 215 Paes Landim PI 0,4025
5458 195 Penalva MA 0,4022
5459 393 Ibirataia BA 0,4018
5460 394 Paratinga BA 0,4014
5461 13 Oiapoque AP 0,4009
5462 395 Ibitiara BA 0,4007
5463 396 Cocos BA 0,4001
5464 196 São João Batista MA 0,4001
5465 130 Muaná PA 0,3996
5466 397 Itamari BA 0,3995
5467 197 Monção MA 0,3991
5468 398 Anagé BA 0,3990
5469 14 Calçoene AP 0,3988
5470 399 Itapicuru BA 0,3988
5471 131 Tracuateua PA 0,3969
5472 400 Itaju do Colônia BA 0,3966
5473 198 Cândido Mendes MA 0,3955
5474 401 Itambé BA 0,3955
5475 199 Palmeirândia MA 0,3951
5476 402 Ibirapitanga BA 0,3936
5477 55 Tonantins AM 0,3936
5478 403 Novo Triunfo BA 0,3930
5479 221 Conceição PB 0,3916
5480 404 Aurelino Leal BA 0,3892
5481 200 São Bento MA 0,3889
5482 132 Limoeiro do Ajuru PA 0,3871
5483 405 Pilão Arcado BA 0,3870
5484 56 Maraã AM 0,3868
5485 406 Cansanção BA 0,3855
5486 407 Piritiba BA 0,3846
5487 133 Aurora do Pará PA 0,3845
5488 20 Porto Walter AC 0,3835
5489 15 Amapá AP 0,3832
5490 408 Ubatã BA 0,3831
5491 101 Água Branca AL 0,3828
5492 57 Beruri AM 0,3826
5493 409 Santa Luzia BA 0,3816
5494 410 Nova Canaã BA 0,3814
5495 58 Ipixuna AM 0,3813
5496 134 Gurupá PA 0,3812
5497 411 Arataca BA 0,3792
5498 412 Morpará BA 0,3783
5499 135 Ipixuna do Pará PA 0,3755
5500 201 Turiaçu MA 0,3754
5501 136 Nova Esperança do Piriá PA 0,3753
5502 202 Cajari MA 0,3749
5503 203 Arame MA 0,3749
5504 413 Irajuba BA 0,3733
5505 59 São Gabriel da Cachoeira AM 0,3705
5506 414 Caatiba BA 0,3645
5507 137 Bagre PA 0,3633
5508 415 Gongogi BA 0,3628
5509 138 Jacareacanga PA 0,3614
5510 139 Porto de Moz PA 0,3589
5511 204 Primeira Cruz MA 0,3586
5512 205 Marajá do Sena MA 0,3564
5513 60 Santa Isabel do Rio Negro AM 0,3521
5514 206 Pedro do Rosário MA 0,3509
5515 140 Portel PA 0,3483
5516 61 Barcelos AM 0,3433
5517 21 Santa Rosa do Purus AC 0,2763

Vale do Piancó Notícias com Metamorfose Digital e Firjan

Vereador Rênio Macedo cobra do Governador reforma na parede do açude Queimadas, em Santana dos Garrotes


Vereador Rênio Macedo (PMDB) cobra do Governador, Ricardo Coutinho (PSB) uma reforma na parede do açude Queimadas. O açude de Queimadas é um dos mais importantes, pois serve como fonte de água para todos os santanenses.

O açude foi construído na década de 80 pelo o então governador Wilson Braga com uma capacidade de 16.000.000 metros cúbicos de água, e já faz mais de 06 anos que recebeu a última manutenção,com isto o vereador Rênio Macedo está solicitando que o governo do estado através da Secretaria de recursos hídrico para realizar uma reforma naquele açude e garantir o abastecimento daquelas famílias.

“Os moradores daquela região estão apreensivos temendo algum tipo de rompimento das paredes do açude que causar uma tragédia a exemplo da barragem de Acauã que vitimou várias famílias, por isso se faz necessário e urgente uma reforma na parede daquele importante açude”, disse Rênio Macedo.

Ascom

O sertão vai virar bar? Veja o que diz essa matéria

Seria bom que todos nós descasássemos dessas representações que há tanto tempo insistem em governar nossas cidades.


O filósofo francês Roland Barthes afirma que todo discurso é discurso de poder. O poder que impõe uma verdade irrefutável e inviolável. O poder que esmaga a ideologia de um povo menos favorecido, excluído de uma sociedade injusta e cheia de falácias políticas e aculturais. Esse é o discurso de alguns que tentam destruir os planos e os sonhos da nossa história, da nossa gente.

Vejo, por exemplo, no meu sertão a política como um ser tão mesquinho que tenta massacrar os projetos do batalhador, do trabalhador, dos adolescentes, das crianças, da família. Não, caros leitores, não falo aqui somente dos políticos atuais, nem de partidos, nem das políticas desatualizadas. Falo da ausência de práticas, do silenciamento, da invisibilidade da seca, da fome, da falta de educação, do niilismo.

No ano passado, realizamos na cidade de Itaporanga o maior evento educacional de toda a história do Vale do Piancó. Mais de 1.000 estudantes participaram de um aulão direcionado ao ENEM. Professores da nossa região, de Campina Grande e de João Pessoa, de forma beneficente, distribuíram conhecimento, informações e solidariedade. Crianças carentes receberam brinquedos. Cidadãos comuns ajudaram na realização. Visitamos uns 14 municípios do Vale à procura de algum apoio, e não valeu muita coisa. Prefeitos prometeram, prefeitos não cumpriram, vereadores sumiram. Alguns, achando pouco, dificultaram até a liberação do transporte escolar. Duas, acreditem, apenas duas prefeituras (Diamante e Boa Ventura) cumpriram com a “obrigação” de apoiar a cultura e o conhecimento.

É disso que falo. Descaso. Seria bom que todos nós descasássemos dessas representações que há tanto tempo insistem em governar nossas cidades. Mas muitos não podem porque dependem das esmolas, da mola que sucumbe a vontade de dizer um basta, dessa roda viva maldita chamada corrupção, dos cargos comissionados, de arame, de arroz, feijão, geladeira, bujão, feira. E isso nos leva ao caos. Somos ofuscados pelos veículos luxuosos e roupas cintilantes. Pela fragrância. Pelo medo. Por nós mesmos. Pela seca.

Ah! A velha seca. A seca que seca e culmina a nossa vida, a nossa esperança. Falta água para o banho, para o gado, para a sede. Sem água, pessoas e animais morrem, e tudo se deforma em plena época da tecnologia, da globalização, com o nosso sertão teimando em retroceder às décadas de 70/80 (pra citar as que presenciei), em que carros-pipa circulavam a cidade, jegues serviam de transportes, água era vendida.

Mas vale salientar que a tecnologia está presente na nossa região. Ela trouxe computadores, fechou bibliotecas e abriu caminho para os poços que privilegiam apenas uma classe superior. Perfuram poços os mais abastados. Perfuram covas os menos favorecidos. E vamos vivendo assim, bebendo no cálice, no cale-se. E vamos vivendo assim, festejando sem perceber, nos bares, nos lares, nos confins de uma festa à fantasia.

Ivo Teixeira de Araújo Filho