sábado, 12 de dezembro de 2015

Veneziano é citado pela mídia nacional como “campeão em pendências criminais”

Dono da maior bancada da Casa, o PMDB tem o segundo maior número de deputados sob suspeita: 19 de seus 67 representantes respondem a inquérito ou ação penal no Supremo

Por: Ilana Almeida

O Congresso em Foco fez levantamento a respeito dos parlamentares que estão envolvidos em complicações com a Justiça e apontou o deputado federal paraibano, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), como um dos parlamentares com maior números de “pendências criminais”.

Entre os partidos, o PMDB foi a legenda que tem mais parlamentares suspeitos.

Confira íntegra do texto.

O número de deputados suspeitos ou acusados formalmente de crimes cresceu 12% no Supremo Tribunal Federal (STF) em apenas quatro meses. Saltou de 130, em 1º de julho, para 148, em 19 de novembro. Ou seja, pelo menos dois em cada sete deputados respondem a inquérito (investigação preliminar que procede a abertura de processo) ou ação penal (processo que pode resultar em condenação) no Supremo Tribunal Federal (STF).

Os dados são de levantamento exclusivo do Congresso em Foco. Mas o número pode ser ainda maior, já que alguns ministros do Supremo mantêm em sigilo a existência de alguns inquéritos, impedindo que o cidadão tenha conhecimento das suspeitas que recaem sobre seus representantes no Parlamento. A lista dos delitos atribuídos aos parlamentares é extensa: crimes de responsabilidade, contra a Lei de Licitações, corrupção, lavagem de dinheiro, sonegação de impostos, crimes eleitorais, ambientais, entre outros.

VEJA AQUI A LISTA DOS INVESTIGADOS
O total de investigados supera, por exemplo, a soma das duas maiores bancadas partidárias. Reunidos, PMDB e PT ocupam 126 cadeiras. O ranking das siglas com mais

Em Nova Olinda, prefeita Maria do Carmo inaugura escritório da Defesa Agropecuária

A prefeita Maria do Carmo, da cidade de Nova Olinda, inaugurou na manhã deste sábado(12). O Escritório de Atendimento Comunitário(EAC) da Defesa Agropecuária municipal.  

O evento ocorreu por volta das 9:00 horas da manhã e contou com a presença da prefeita, secretários municipais, representantes do governo estadual, agricultores, além de convidados.

Com a instalação do escritório da Defesa Agropecuária na cidade, o homem do campo receberá atendimento de qualidade nos assuntos ligados ao setor. 

O local funciona em uma das salas da secretaria de agricultura e conta com toda a infraestrutura necessária para o seu funcionamento. Também serão emitidos GTA, DTA, custeio agrícola, entre outros serviços que serão disponibilizados ao setor rural.

A prefeita Maria do Carmo disse que, com o escritório na cidade, ninguém precisará se descolar até outras cidades para resolver problemas do campo. Falou que disponibilizou funcionários treinados para atender toda a demanda e ressaltou a importância e a preocupação da prefeitura com os novolindendes.

Ela ainda lembrou o maquinário agrícola a disposição do agricultor e afirmou que, a secretaria de agricultura não dispõe de recursos próprios, no entanto, o FPM mantém o setor em pleno funcionamento.

Aluizio Franco secretário de agricultura de Nova Olinda disse que, a prefeita sempre se mostrou preocupada em atender melhor a comunidade rural. Ele fez questão de enfatizar a importância do escritório local para a cidade e principalmente para os agricultores.

Já Antonio Augusto representante da secretaria do meio ambiente estadual com sede em Patos. Destacou o trabalho e o empenho da prefeita em implantar o serviço na cidade. Francisco Farias representante da defesa agropecuária no Vale se mostrou satisfeito com o escritório local. “Isso é um sonho realizado e todos os gestores deveriam ter esse pensamento, parabéns prefeita pela conquista”.

O chefe de gabinete Neto Colorau, destacou os serviços realizados pela prefeitura ao homem do campo, e lembrou a conquista de poços artesianos e toneladas e feijão que serão doados a população na próxima semana. Ele desejou sucesso a João Paulo que será o chefe do escritório da Defesa Agropecuária de Nova Olinda.

Campina suspende festa e só terá queima de fogos no Réveillon

Prefeitura decidiu não realizar programação de shows durante o Ano Novo para reduzir despesas.

FRED OLIVEIRA

Sem uma programação de shows e apresentações culturais para o final de ano, a opção da população é visitar os pontos turísticos e praças
Apenas a queima de fogos de artifícios na margem do Açude Velho marcará a chegada de 2016 em Campina Grande. A Prefeitura decidiu não realizar uma programação de shows durante o Reveillon para reduzir despesas. Para o Natal, também não ocorrerá nenhuma programação cultural e a opção para a população é visitar os principais pontos turísticos que receberam uma decoração natalina, através do Projeto “Natal Iluminado”.

A Secretaria Municipal de Cultura chegou a iniciar a elaboração de uma programação cultural para o período natalino, que poderia ser realizada em parceria com a Coordenadoria de Turismo, mas ela em seguida foi cancelada. Segundo o coordenador de eventos, Temir Cabral, a decisão foi tomada tendo como referência as medidas de economia adotadas pela Prefeitura para reduzir gastos no enfrentamento da crise econômica.

Sem uma programação de shows e apresentações culturais para o final de ano, a opção da população é visitar os pontos turísticos e praças que foram incluídos no projeto ”Natal Iluminado”. Entre eles estão as avenidas Manoel Tavares e a Floriano Peixoto, o Viaduto Elpídio de Almeida, as ruas Venâncio Neiva e Maciel Pinheiro, as praças José Américo e Raimundo Asfora, da Bandeira e Clementino Procópio, o Parque da Criança, o Açude Velho e Avenida Brasília como também os Distritos de São José da Mata e Galante.

No Reveillon de 2015, a Prefeitura realizou uma programação que incluiu a queima de 1,5 tonelada de fogos de artifícios na margem do Açude Velho e a realização de um show com o cantor Capilé, com uma estrutura montada na Avenida Severino Cruz, nas proximidades da praça das estátuas de Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga.

Jornal da Paraíba

Dentista do Vale do Piancó está prestes a ter um grande prejuízo por conta da UFCG; saiba o que e seu motivo

A aluna de Odontologia da UFCG, Lascívia Millena Mangueira Rocha, recém aprovada no mestrado em Reabilitação da Universidade de São Paulo, está prestes a perder o mestrado.

A homologação deste, publicada no site da universidade no dia 15 de outubro deste ano, trouxe alegria à Millena e aos seus familiares.

De acordo com o calendário da UFCG, após diversas greves durante os cinco anos de curso, Millena e sua turma estavam se programando para colarem grau em julho deste ano, porém a faculdade entrou em greve novamente em junho.

Ao término da greve, dia 19 de outubro, ela e seus colegas deram entrada junto à coordenação do curso no processo de adiantamento de disciplinas, onde os professores elaboraram um novo cronograma para cumprimento de carga horária e tendo o processo sido deferido por parte da PRE – Pró-Reitoria de Ensino, os alunos puderam dar entrada em um novo processo de antecipação de colação de grau. Este último processo, que foi encaminhado à PRE com toda documentação exigida, ainda não foi sequer analisado.


Os primeiros processos a terem sido enviados a Campina Grande voltaram a Patos, alegando que a documentação estava errada, porém esta que fora enviada para análise

Orçamento Municipal de Santana dos Garrotes para 2016 será votado neste sábado(12)

Os vereadores de Santana dos Garrotes votam neste sábado, 12/12, a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2016. Durante a sessão ordinária será votada a lei em primeira discussão.

Deverão estar presentes a sessão, assessor contábil e jurídico da casa legislativa, Nilsandro Luiz e Marcílio Batista, respectivamente. Representantes da Prefeitura também devera marcar presença à sessão.


A sessão inicia às 9h. Neste sábado, os vereadores entram em recesso legislativo.

CONFRATERNIZAÇÃO
Ainda neste sábado, 12, será a confraternização dos vereadores e servidores da câmara municipal. O evento será em um restaurante da cidade, ás 12h.

(AR) - Ascom

Santana de Mangueira é o 1º município do Vale a despertar grávidas sobre o perigo do Zika Vírus

A repercussão sobre os riscos que o Zika Vírus vem trazendo para os brasileiros já não é algo possível de se esconder. Cada dia os governantes vem buscando alertar a sociedade e auxiliando no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus.

No Vale do Piancó, após a imprensa nacional repercutir todo esse drama que o país começa a vivenciar, o município de Santana de Mangueira, é o primeiro a se manifestar coletivamente, buscando acabar de vez com os focos do mosquito, que pode trazer várias mazelas para a própria população.

Nesta sexta-feira (11), membros da Atenção Básica de Saúde do município, promoveram várias atividades para demonstrar que essa ação deve ser encarada por todos os munícipes.

De acordo com a Secretária de Saúde do Município, Nerivânia Inácio, o primeiro passo foi dado durante a feira livre, momento que reúne centenas de pessoas no centro da cidade, porém, as ações terão continuação nesta segunda-feira (14), quando todos irão participar de uma caminhadas, realizando vistorias e diligências nos pontos com mais vulnerabilidade da cidade.

Após esta ação, a Secretária ainda garantiu que os cuidados deverão ser permanentes, já que o principal prejudicado com a existência do mosquito, é a população.

DiamanteOnline

Presidente da Câmara de Conceição esclarece diárias e diz que está fazendo a maior obra legislativa do Vale

Por Redação da Folha – Em resposta a uma matéria da Folha que aponta a Câmara de Conceição como a que mais gastou com diárias de janeiro a setembro deste ano (11.260 reais), o presidente do legislativo, Flávio Mangueira (foto), disse que a despesa com diárias é prevista em lei e o gasto foi resultado do seu trabalho em prol de interesses do município e da própria Câmara, que, conforme ele, é o legislativo que mais economiza recursos na região e por uma causa justa: “a construção, em andamento, da maior obra legislativa do Vale”.

Flávio Mangueira está reformando um prédio para sediar o legislativo municipal, já que, conforme ele, a Câmara de Conceição, embora seja um dos maiores parlamentos do Vale, hoje funciona precariamente no centro administrativo da Prefeitura. “Além de dar à Câmara visibilidade e melhores condições de trabalho a partir da entrega de sua sede definitiva e própria, moderna e confortável para os vereadores e o público,  nós estamos também resgatando um prédio histórico no centro de Conceição que vivia abandono e servindo para prostituição e consumo de drogas”, comentou o presidente.

A obra está orçada em 147 mil reais, mas sofrerá um aditivo, segundo ele, que pretende inaugurar o novo recinto legislativo no começo do próximo ano. Tanto gasto com a construção exige um sacrifício financeiro da Câmara, de acordo com Flávio. “A Câmara de Conceição é hoje uma das poucas do estado que não tem carro locado nem gasta com combustível de março para cá e tem apenas dois funcionários, porque três que servem ao legislativo, eu pago do meu próprio bolso, e faço isso para economizar recursos e conseguir realizar uma obra que vai servir a todos”, comentou ele, ao desabafar: “Só Deus e eu sei o quanto tenho me sacrificado e trabalhado para deixar uma obra que vai engrandecer Conceição e seu parlamento, e me sinto feliz, porque sei que vou deixar meu legado como presidente da Câmara”.

Com relação ainda às diárias, o vereador-presidente disse que fez viagens a Brasília e a João Pessoa e mostra a importância desses deslocamentos. “Nas viagens a Brasília, além da nossa luta junto com o prefeito para conseguir recursos para a ampliação do mercado, consegui para Conceição a primeira rádio legislativa do estado, uma emissora FM que será muito útil na divulgação dos trabalhos da Câmara e da cultura do município”, comentou Flávio.

Outra viagem, conforme ele, foi a João Pessoa junto com vários vereadores para participar de um encontro com o presidente da Cagepa sobre a qualidade da água de Conceição e, conforme o presidente, todos que foram à viagem receberam diárias porque é um direito. “Eu já não tenho carro à minha disposição nem combustível pago pela Câmara, e até funcionários mantenho do meu bolso para servir ao legislativo, e não tinha nem tenho condições de custear com meus próprios recursos viagens do interesse do parlamento, por isso tivemos esse gasto com diárias”, argumentou.

Jovem filósofo revoluciona educação na cidade de Conceição: “Tinha escola em casa de taipa”

O Secretário de Educação do município de Conceição, o filósofo Fidélis Mangueira, fundador do Grupo Cantai da Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras, concedeu entrevista a TV Diário do Sertão, que chamou a atenção dos telespectadores.

O Fidélis falou dos desafios na educação do município, pois a gestão anterior teria deixado escolas sucateadas, professores com defasagem acadêmica e pouco contingente de alunos.

Assista

“Ao longo desses três anos temos melhorado a infraestrutura das escolas da Zona Urbana e Rural, além de formação continuada dos professores”.

Fidélis Mangueira destacou também investimentos em livros didáticos, merenda escolar, informatização das escolas e climatização. “Encontramos cerca de 50 escolas sucateadas. Em pleno século XXI, encontramos escolas funcionando em casas de taipa e próximas a depósitos de gás”, testemunhou o educador.

Ideb
De acordo com o secretário, o município estava com Índice de Desenvolvimento da Educação Básica entre os mais baixos da Paraíba, mas com os atuais investimentos o quadro já apresenta mudanças significativas. “Acreditamos que estamos no caminho certo”.

Cajazeiras
Sobre a atuação em Cajazeiras, ele contou que sentiu necessidade de criar algo voltado para a juventude e foi aí que surgiu a ideia do Grupo Cantai. “Começamos com poucos jovens e o grupo foi crescendo daí tivemos que criar outros grupos”.

Ele explicou que seu projeto na Igreja serviu de exemplo para outras paróquias de Cajazeiras e até para outras cidades da Diocese. “Meu sacerdócio agora é a educação e a cultura”.

Diário do Sertão

Prefeitura Municipal de Nova Olinda realizara estudo da Base Comum Curricular da Educação Básica

A Prefeitura de Nova Olinda, PB, por meio da Secretaria de Educação, realizou nesta segunda feira (07) um estudo da Base Nacional Comum (BNC) com todos os coordenadores, professores, pais e alunos das unidades de ensino do município.

O levantamento do estudo teve como objetivo sinalizar percursos de aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes ao longo da educação básica e deixar claro os conhecimentos essenciais aos quais todos os estudantes brasileiros têm o direito de ter acesso e se apropriar durante sua trajetória na Educação Básica, ano a ano, desde o ingresso na Creche até o final do Ensino Médio. Com ela os sistemas educacionais, as escolas e os professores terão um importante instrumento de gestão pedagógica e as famílias poderão participar e acompanhar mais de perto a vida escolar de seus filhos. 

Depois de compor a mesa, a Prefeita Municipal, Dra. Maria Ducarmo, usou da fala, elencando a importância de se ter no Brasil uma base curricular nacional para que todos os alunos possam ter os mesmos direitos nos seus estudos. Considerou ainda a importância de uma educação integral, onde seja possível envolver escolas, famílias e comunidade.

A Secretária de Educação, Ana Maria Vasconcelos, juntamente com as coordenadoras pedagógicas Maria do Desterro e Terezinha Chaves, iniciaram os trabalhos apresentando o texto oficial dessa proposta curricular; dividiram as turmas por modalidade para estudo e alterações possíveis do texto, em salas preparadas para Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Ao término, as ideias apresentadas no estudo foram inseridas em um documento que será a alicerce da educação básica.

A Base é uma conquista social. Sua construção é crucial para encontrarmos um entendimento nacional em torno do que é importante no processo de desenvolvimento dos estudantes brasileiros da Educação Básica. Entender seu real significado e participar da sua construção é direito e dever de todos. 


JÁ ERA SEM TEMPO: Lei diminui verba pública de publicidade no ano de eleição

Em momento de queda no investimento de governos e estatais, nova lei corta ainda mais a comunicação governamental em anos de eleições, a partir de 2016

ALEXANDRE ZAGHI LEMOS – Meio & Mensagem

A partir das próximas disputas municipais, em 2016, passará a vigorar a nova lei eleitoral brasileira, que diminui a verba de publicidade dos órgãos públicos em anos de eleições. As regras vigentes foram determinadas pelo projeto de reforma política aprovado no Congresso Nacional e sancionado pela presidente Dilma Rousseff, em 29 de setembro.

Para as agências de publicidade e clientes da esfera pública, a mudança será na restrição de investimentos em propaganda nos seis primeiros meses dos anos eleitorais. Até 2014, a comunicação pública podia dispor, nessa época, de verbas iguais à média dos três anos anteriores ou ao menor valor dos três anos anteriores. A nova legislação obriga que essa conta seja feita em relação aos três primeiros semestres anteriores. Com isso, as prefeituras municipais poderão investir em publicidade entre, 1º de janeiro e 30 de junho de 2016, valor igual à média dos primeiros semestres de 2015, 2014 e 2013, ou ao menor valor de um desses primeiros semestres.

Nos meses de julho, agosto e setembro, como já acontecia anteriormente, fica proibida a publicidade da esfera que estiver passando por eleições naquele ano. Desta forma, metade da verba anual estará restrita a aplicação nos meses de outubro, novembro e dezembro.

Na área de comunicação, haverá redução no período em que são permitidas as campanhas, de 90 para 45 dias, e também da veiculação da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, de 45 para 35 dias. No primeiro turno das eleições municipais do ano que vem, serão dois blocos de 10 minutos cada, para candidatos a prefeito, mais 80 minutos de inserções por dia, sendo 60% para prefeitos e 40% para vereadores, com duração de 30 segundos a um minuto.

Fonte: Coletiva.net
+Prefeitura de São Paulo, por exemplo, terá um investimento em comunicação disponível para ações no primeiro semestre de 2016 cerca de 60% menor do que neste anoCrédito: Divulgação
A nova lei eleitoral brasileira, que irá vigorar pela primeira vez nas disputas municipais do ano que vem, diminui a verba de publicidade dos órgãos públicos em anos de eleições. Considerando, por exemplo, as prefeituras de São Paulo e do Rio de Janeiro, o investimento em comunicação da administração direta disponível para ações no primeiro semestre do ano que vem será cerca de 60% menor com a mudança da lei.

As regras vigentes foram determinadas pelo projeto de reforma política aprovado no Congresso Nacional e sancionado pela presidente Dilma Rousseff no dia 29 de setembro. Outras novidades para as eleições de 2016 em relação às últimas, de 2014, veem da chamada minirreforma eleitoral, sancionada em dezembro de 2013 – portanto, após o prazo de um ano de antecedência para serem aplicadas na eleição passada, portanto também irão estrear no ano que vem.

Há diversos impactos nas campanhas eleitorais, desde os mais abordados pela mídia, como o veto ao financiamento empresarial, até outros que incidem diretamente sobre o trabalho das equipes de comunicação, como a redução no período em que são permitidas as campanhas, de 90 para 45 dias, e também da veiculação da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, de 45 para 35 dias – uma notícia particularmente boa para as empresas de mídia, que terão menos espaços ocupados pelos candidatos.

No primeiro turno das eleições municipais do ano que ver serão dois blocos de 10 minutos cada, para candidatos a prefeito, mais 80 minutos de inserções por dia, sendo 60% para prefeitos e 40% para vereadores, com duração de 30 segundos a um minuto.

Há também outras regras, como a que proíbe o envelopamento total de carros, restringindo o tamanho dos adesivos ao espaço de 50 cm x 40 cm. Mas, a maior mudança para agências de publicidade e clientes da esfera pública é a mais severa restrição de investimentos em publicidade nos seis primeiros meses dos anos eleitorais.

Até 2014, a comunicação pública podia dispor em anos eleitorais de verbas iguais à média dos três anos anteriores ou ao menor valor dos três anos anteriores – o valor que fosse menor. A nova legislação obriga que essa conta seja feita em relação aos três primeiros semestres anteriores. Ou seja, as prefeituras municipais poderão investir em publicidade entre 1º de janeiro e 30 de junho de 2016 valor igual à média dos primeiros semestres de 2015, 2014 e 2013, ou ao menor valor de um desses primeiros semestres – o montante que for menor.

Nos meses de julho, agosto e setembro, como já acontecia anteriormente, fica proibida a publicidade da esfera que estiver passando por eleições naquele ano – as prefeituras em 2016. Desta forma, a grosso modo, metade da verba anual estará restrita a aplicação nos meses de outubro, novembro e dezembro.

Especialistas ouvidos pela reportagem consideram que é improvável que grandes prefeituras, como as de São Paulo e Rio de Janeiro, invistam metade da verba anual nos três últimos meses do mandato. Com isso, é possível prever que as verbas da administração direta das prefeituras serão menores em 2016, e o mesmo ocorrerá com a publicidade estadual e federal a partir de 2018. As exceções são a comunicação de produtos ou serviços que tenham concorrência no mercado e casos de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral.

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por exemplo, costuma investir cerca de 37% da verba de comunicação da administração direta no primeiro semestre, considerando a média de 2014 e 2013. No ano que vem, poderá investir cerca de R$ 31 milhões nos seis primeiros meses do ano, se considerada a média dos três últimos primeiros semestres. Se tiver de optar pelo semestre de menor investimento, a verba cairá mais ainda, chegando a menos de R$ 28 milhões – o valor investido nos seis primeiros meses de 2013.
Pela regra anterior, disporia de um total de R$ 78 milhões para o ano de 2016, que, provavelmente, seriam concentrados no primeiro semestre, antes da vigência do período de proibição pela proximidade com a eleição de outubro.

O governo municipal do Rio concluiu em março licitação que previa verba anual de R$ 150 milhões e selecionou as agências Prole, Binder e Propeg para dividir o atendimento à conta. A única mudança nesse time foi a substituição da Agência Nacional pela Propeg. A Prole é a principal agência da Prefeitura, tendo administrado 37% da verba de 2013, 39% de 2014 e 56% do investido até o momento em 2015. A segunda maior verba ficou nos últimos anos com a Binder, que teve participação de pouco mais de 32%.

Já na Prefeitura de São Paulo, a mudança será menos sentida, pois houve menos concentração de investimentos nos segundos semestres de 2013 e 2014. Nos dois anos anteriores, cerca de 43% da verba de comunicação foi utilizada nos seis primeiros meses. Mesmo assim, a média anual dos dois exercícios anteriores de R$ 97,5 milhões é muito maior que os R$ 36,4 milhões que a Prefeitura provavelmente poderá investir nos seis primeiros meses de 2016 – o valor é referente ao primeiro semestre de 2013, inferior à média de R$ 41,8 milhões dos dois últimos anos, ressaltando que a conta não leva em consideração os dados de 2015, ainda escassos no banco de dados do site Transparência São Paulo.

A conta da Prefeitura de São Paulo é dividida entre a Nova/SB e a Lua Propaganda. Em 2013, as duas parceiras administraram quase a mesma verba, mas em 2014 a Nova/SB ficou com 63% do total.

A íntegra desta matéria está publicada na edição 1689 de Meio & Mensagem, de 7 de dezembro de 2015, disponível exclusivamente para assinantes nas versõesimpressa e também para tablets iOS e Android.

Santana dos Garrotes se destaca na produção de batata doce: Assista!

É da comunidade rural de Serra Branca no município de Santana dos garrotes no Vale do Piancó que vai sair mais de 15 toneladas de batata doce para mais de cinco estados brasileiro. A batata doce já estar sendo considerado o ouro do Sertão.

O produto é uma  fonte importante de renda na cidade e fonte de renda para mais de vinte e cinco famílias  que vivem diretamente dessa cultura.

Em Serra Branca a batata doce é plantada o ano inteiro e sempre colhida em cento e vinte dias, a batata aqui é sustentada por um sistema de irrigação por meio de poços, mesmo devido à estiagem e a falta d'água que assola o Vale do Piancó pelo terceiro ano consecutivo, os plantadores dessa cultura estão satisfeito com a grande produção. Como comenta um dos produtores José Raimundo Filho.

São mais de sete hectares de terra, que cultivam batata doce, que é vendida em sacos de 60 kg.

Sob o forte sol, o agricultor  Jaelson Teixeira , trabalha na lavoura cultivando e colhendo as batatas, que já têm destino certo. Das sete hectares da sua propriedade, que fica em Serra Branca, cinco destinados ao plantio da batata doce. O agricultor conta que a cultura traz segurança, pois como fica debaixo da terra, não sofre com a interferência do clima, como a falta da chuva.

Para o também agricultor, Paulo Arara , a irrigação o ajudou a mudar de vida. Antes havia espera sem perspectivas, e hoje o que predomina é a certeza de uma boa colheita e renda garantida.


“A batata doce conhecida como sangua de boi é uma planta rústica que é muito resistente às pragas e de fácil trato”, seu processo de cultivo em Serra Branca não requer o uso de agrotóxicos nem outros tipos de venenos, mas o uso de apenas da água.

Central Vale Noticia

Conceição: secretário diz que perseguição de Coutinho contra município prejudicou educação. Entenda o caso

Por Redação da Folha – O secretário de Educação de Conceição, Fidelis Mangueira, fala com orgulho do avanço que o ensino municipal conquistou, segundo ele, na atual gestão, tanto em termos de quantidade quanto de qualidade. O ano letivo termina no próximo dia 18 com uma boa notícia: ganha corpo uma obra que vai ampliar ainda mais o número de vagas na rede municipal.

Conforme o secretário, a rede de ensino do município tem hoje cerca de 2.500 alunos e 200 professores, e é uma das maiores da região, resultado do aumento do numero de alunos nas escolas municipais nos últimos dois anos, conforme Fidelis. “Nós melhoramos a qualidade do ensino, com a distribuição de livros e material didático, merenda de qualidade e outros investimentos, e isso explica o aumento do nosso alunado, mas nossos desafios também aumentaram”, argumentou o secretário.

Esse aumento de alunos trouxe dificuldades em relação ao espaço físico disponível para atender tanta gente, de acordo com Fidelis. Embora o município tenha 39 escolas, a quantidade de sala de aula disponível pelo município, que atende da educação infantil ao ensino fundamental, ficou pequena para o grande número de matrículas. “Enquanto nossas escolas estão cheias, as escolas do estado estão vazias”, comentou o secretário. O desabafo em tom de revolta contra o governo estadual tem sentido.

No ano passado, a Prefeitura requereu do governo estadual a municipalização de duas escolas do estado de ensino fundamental na cidade (Leomar Leite e Bairro São José). Como são escolas que têm poucos alunos, se fossem repassadas ao município desafogaria a rede municipal, acabando com a superlotação nas salas, o que prejudica o rendimento dos estudantes. “Estava tudo certo para que as escolas fossem entregues à Prefeitura, inclusive nós já íamos assinar o convênio da municipalização, foi quando houve o rompimento político de Cássio com o governador, e, como o prefeito Nilson é ligado a Cássio, o governo arquivou o processo por pura perseguição política contra a Prefeitura, prejudicando a educação local”, lamentou o secretário.

De acordo com ele, é uma prerrogativa constitucional das Prefeituras a educação infantil e o ensino fundamental, tanto que várias escolas estaduais no Vale foram municipalizadas, mas a Conceição o governo estadual negou esse direito, segundo o secretario. Diante desse impasse e precisando de novas salas para acolher um numero crescente de alunos, o prefeito Nilson Lacerda deu início, no mês passado, a construção de uma escola de educação infantil com recursos próprios.

Conforme Fidelis, a obra, que esta orçada em 800 mil reais, deve ser inaugurada em março do próximo ano e vai atender cerca de 300 crianças com idades entre 4 e cinco anos e está localizada no centro da cidade. Foto: escola em construção vai ampliar ofertas de vagas na rede municipal de Conceição.

Homem é preso Serra Grande, acusado de porte ilegal de arma de fogo

A Polícia Militar prendeu nessa sexta-feira (11), o jovem José Rubens Barros de Araújo, 32 anos, acusado de porte ilegal de arma de fogo.

A prisão correu durante as festividades de Emancipação Política de Serra Grande, Sertão do Estado. A PM apreendeu em poder do jovem, um revólver calibre 38 juntamente com 06 cartuchos intactos do mesmo calibre.

O acusado confessou que é reincidente na prática, “sendo vítima de quatro tentativas de homicídios, e andava armado na expectativa de defesa”. 

Após a prisão, o acusado e a material foram apresentados na Delegacia Regional de Itaporanga para as providências legais.

Esta foi a única ocorrência registrada no evento. Segundo o Major Guedes, 45 policiais militares distribuídos em sete equipes motorizadas e a pé, estarão proporcionando a segurança dos festejos que se estenderão até a manhã do próximo domingo (13).

DIÁRIO DO SERTÃO

Especial de Fim de Ano na Globo - Lucy Alves


Você não pode perder!

Confira mais alguns dos melhores arquitetos e engenheiros da natureza

Confira alguns animais que criam casas incríveis, sendo alguns dos melhores “arquitetos” da natureza, eles constroem moradias com estruturas impressionantes. Confira abaixo quais são elas.

1 – Tecelão-sociável
O tecelão sociável — ave nativa da África do Sul, Namíbia e Botswana — tece enormes ninhos que podem hospedar centenas de aves em várias gerações. Estes ninhos, feitos de galhos e capim, são permanentes. As câmaras internas mais profundas mantêm uma temperatura mais elevada durante a noite, permitindo que os pássaros fiquem aquecidos e confortáveis.

2 – Abelhas de mel
As abelhas melíferas usam cavernas, cavidades rochosas e árvores ocas como locais de nidificação natural. O ninho é composto por vários favos, paralelos uns aos outros, com um espaço relativamente uniforme. A colmeia tem geralmente uma única entrada e as abelhas costumam ocupar esse ninho por vários anos.

3 – João-de-Barro
O João-de-Barro constrói o seu ninho com barro e palha. Estes ninhos fortes e resistentes ajudam a prevenir a predação e, uma vez abandonados, podem fornecer abrigo para outras aves com um lugar relativamente seguro para se viver.

4 – Vespas
As vespas do tipo sociáveis constroem ninhos de polpa vegetal, resina e outros materiais. Estas são compostas por camadas de favos de celulose internos (semelhantes aos favos de mel de abelha na aparência, mas não no material) rodeados por um invólucro.

5 – Castor
Os castores constroem casas que represam córregos para inundar áreas de floresta até certa profundidade. Eles, então, constroem entradas submersas que lhes permitem evitar predadores e arranjar comida no inverno com mais facilidade. As barragens feitas por eles podem ser bastante grandes.

6 – Montezuma
O pássaro de nome Montezuma oropendola tece seus ninhos com pequenas videiras e grama. Eles normalmente vivem em colônias de cerca de 30 aves, que incluem um macho dominante que se copula com as fêmeas.

7 – Andorinhas
As andorinhas constroem ninhos de diversos materiais, mas algumas nem sequer se dão a esse trabalho, preferindo ninho em cavidades abandonadas. Certas espécies de andorinha, no entanto, criam os seus ninhos principalmente usando a sua própria saliva. Estes ninhos são comestíveis para humanos e considerados uma iguaria na China.

8 – Mariposa d’água
Quando a mariposa d’água sai da fase de larva para pupa, ela tece um casulo duro de minúsculas pedrinhas, areia, conchas e outros detritos do leito de lagos ou rios onde vive. Ela une estes elementos, juntamente com fios de sua própria seda para se proteger e crescer de forma segura para a vida adulta.

FONTE;www.megacurioso.com.br

Jovem preso por agredir o próprio pai tenta suicídio dentro da cadeia de Piancó

Por Redação da Folha – O detento Josafá Inácio Lacerda, de 27 anos, tentou suicídio no final da manhã desta sexta-feira, 11, dentro da cadeia de Piancó, onde está preso desde o começo do mês, quando agrediu fisicamente o seu próprio pai, o comerciante João Inácio Filho.

O rapaz, que é dependente químico e residia com os pais na Rua Mascarenhas de Morais, foi preso em flagrante por policiais militares e autuado por violência doméstica. Há vários dias recolhido à cadeia, ele não está bem emocionalmente e tentou contra sua própria vida.

Segundo informações policiais, o jovem arrancou a lâmina de um barbeador e cortou seu próprio pescoço. Colegas de cela do detento perceberam a tentativa de suicídio e conteram o rapaz, que foi socorrido pelo Samu para o hospital local e, depois, em função da gravidade, encaminhado ao hospital regional de Patos, onde permanece internado sob custódia policial.

Saiba como consumir aveia para emagrecer

Embora ela possa nos ajudar em nossa tarefa para perder peso tanto crua quanto cozida, se quisermos obter uma maior quantidade de nutrientes, devemos consumir a aveia crua.
A aveia é um elemento natural com um grande poder nutritivo. Ela oferece tantas coisas ao nosso organismo que, durante muitos anos, foi o alimento base de muitos povos e civilizações.

Isso fez com que ela ganhasse o título de “rainha dos cereais”, pois o seu alto teor de proteínas, vitaminas, carboidratos, minerais (cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio e manganês) e outros nutrientes fazem com ela se destaque em diversas categorias.

Assim, a aveia é ideal para quem quer perder peso, controlar o colesterol e a pressão arterial, melhorar o trânsito intestinal, regular os níveis de açúcar nos sangue e inclusive proteger o organismo contra o câncer.

A seguir, iremos conhecer melhor as suas propriedades.

Por que a aveia é tão eficaz para ajudar a perder peso?
Seu potencial emagrecedor se deve a múltiplas propriedades que, quando interagem, tornam este alimento um de nossos melhores aliados na hora de controlar a nossa alimentação e cuidar do nosso corpo.

Vejamos como a aveia faz isso:
Mantém o colesterol em níveis saudáveis
Seu alto teor de aminoácidos essenciais, fibras e gorduras insaturadas como o ômega-6 (ácido linoleico) conseguem reduzir os níveis de colesterol rum (LDL). Por sua vez, a ajuda que a aveia oferece ao nosso corpo para aumentar o colesterol bom (HDL) no sangue permite descongestionar as veias e perder peso.

Tem um grande poder saciante
Seu potencial emagrecedor é surpreendente não apenas porque nos ajuda a regular

como plantar cebolinha de cheiro

Cebolinha

Descrição: A cebolinha é uma planta condimentar semelhante à cebola, mas não desenvolve bulbo.  Duas espécies são cultivadas: cebolinha verde ou comum e cebolinha-de-folhas-finas ou galega. A cebolinha verde  possui folhas numerosas, fistulosas, com comprimento variando de 25 a 35cm e cor verde mais clara do que a galega.  As plantas formam tufos bem fechados com folhas numerosas, finas e cor verde-escura.

Zoneamento agrícola: o cultivo da cebolinha é indicado para regiões de clima ameno, entre 8 e 22oC, resistindo ao frio. As variedades do grupo ‘Todo Ano’, no entanto, toleram temperaturas altas. Prefere solos de textura média, ricos em matéria orgânica, bem drenados e com pH entre 6,0 e 6,8.

Época de plantio: o ano todo em regiões de clima ameno; para os demais locais a melhor época é de fevereiro a julho. As variedades do grupo ‘Todo Ano’ podem ser cultivadas no verão.

Cultivares: cebolinha comum – Ano Todo, Evergreen, Bunching, Hanegui, K. Futonegui, Nebukai, N. Hosonegui, White Spear Bunching.

Espaçamento: 0,25 x 0,15m.
Sementes necessárias: 1,0 a 1,5kg/ha.

Semeadura/Transplante: a semeadura é feita em canteiros, em sulcos distanciados de 10cm e com profundidade de 0,2 a 0,5cm, distribuindo-se as sementes em linha contínua.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Advogada de Itaporanga quer garantir judicialmente acesso dos doentes de câncer a novo remédio

Por Redação da Folha – Com uma longa trajetória de lutas em defesa dos direitos da pessoa humana e dos menos favorecidos, a advogada Lolosa Figueiredo vai dedicar-se a mais uma ação voluntária em favor da vida em Itaporanga.

Ela está à disposição dos portadores de câncer para requerer judicialmente, em favor deles, uma substância que já se mostrou eficaz na cura ou melhora clínica dos portadores de qualquer tipo de neoplasia. A fosfoetalonamina é uma substância química produzida pela USP (Universidade de São Paulo), mas o governo ainda não autorizou sua comercialização em face da falta de testes clínicos.

No entanto, por via judicial, conforme a advogada, é possível adquirir o medicamento, e ela está determinada a ajudar, voluntariamente, os portadores de câncer a ter acesso ao remédio. “Há muitos relatos de cura e é preciso que a gente traga essa esperança também para a Paraíba e a região, e qualquer um que esteja interessado pode me procurar”, disse Lolosa.

A advogada tem escritório na Praça Balduino de Carvalho, em Itaporanga, e foi também a pioneira regional em outra ação que salvou muita gente, mas da fome. Ela abriu caminho judicial para que os trabalhadores rurais, excluídos pela Previdência, tivessem acesso à aposentadoria. Hoje milhares de trabalhadores têm o benefício em função do seu trabalho advocatício e de outros colegas, que, mais tarde, passaram também a requerer benefício previdenciário na Justiça depois da negativa administrativa. “Espero que, com relação a esse trabalho em favor dos portadores de câncer, os colegas advogados também possam nos acompanhar e dar a sua contribuição”, comentou ela.

Prefeitura de Nova Olinda inaugura neste sábado(12) o EAC

A Prefeitura Municipal e a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente do Município de Nova Olinda comunicam e convidam todos os pecuaristas e demais cidadãos a participarem da Inauguração do Escritório de Atendimento Comunitário (EAC) da Defesa Agropecuária do Município de Nova Olinda a ser realizada no Sábado, 12 de Dezembro de 2015, às 8:30 hs da manhã na Sede da Secretaria Municipal de Agricultura, localizada à Rua Duque de Caxias, S/Nº, Centro de Nova Olinda – PB.

Com essa iniciativa a população contará com maior facilidade para usufruir dos serviços próprios, a exemplo do Documento GTA que passará a ser feito na própria cidade.

O evento contará com Representantes da Secretaria Estadual de Agricultura.

Aluízio Franco de Santana – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE - Drª Maria do Carmo Silva – PREFEITURA CONSTITUCIONAL

Câmara de Conceição foi quem mais gastou com diárias no Vale. Nova Olinda e S. Inês vêm em seguida

Por Redação da Folha – Um levantamento feito pela Folha sobre os gastos das Câmaras Municipais do Vale com o pagamento de diárias, que são gratificações (extra remuneração), na maior parte das vezes pagas ao próprio presidente por viagens de interesse do legislativo, mostram que o parlamento mirim de Conceição foi quem mais teve esse tipo de despesa nos nove primeiros meses deste ano na região, conforme dados do Tribunal de Contas do Estado.

De acordo com o levantamento, entre janeiro e setembro deste ano, a Câmara de Conceição gastou 11.260 reais com o pagamento de diárias. No período, o legislativo conceiçãoense movimentou pouco mais de 900 mil reais, e outro gasto destacado foi com obras, que ultrapassou os 103 mil, destinados à reforma do prédio da Câmara.

Em Conceição, um vereador ganha 5 mil reais bruto, enquanto o presidente do legislativo recebe 7 mil. A Câmara tem uma despesa mensal em torno de 61 mil reais com o subsídio dos parlamentares mirins e o salário dos servidores.  

A segunda Câmara que mais gastou com diárias entre janeiro e setembro deste ano foi Nova Olinda, com um gasto de 3.652 reais. Depois vem a Câmara Municipal de Santa Inês, que pagou 3.540 reais de diárias. Em seguida aparece a Câmara de Santana de Mangueira, com despesas de 2.850 reais. Em quinta posição está a Câmara Municipal de São José de Caiana, que teve um gasto de 2.800 reais com diárias.

O legislativo de Coremas teve uma despesa de 2.100 reais; o de Igaracy gastou com diárias 2.082 reais, enquanto a Câmara de Piancó teve uma despesa com esse tipo de gratificação de 1.800 reais, pouco mais do que gastou a Câmara de Serra Grande (1.440 reais) e a de Pedra Branca (1.400 reais). O parlamento de Boa Ventura teve uma despesa de apenas 400 reais e menos ainda gastou a Câmara de Ibiara (200 reais) e a de Olho D’água (160 reais).

As Câmaras de Itaporanga, Aguiar e Santana dos Garrotes não tiveram despesas com diárias, embora estejam entre os maiores e mais movimentados legislativos regionais. Imagem: Câmara de Conceição teve um gasto elevado com diárias.

Detento tenta suicídio dentro de cadeia pública, no Vale do Piancó

Um detento de 27 anos tentou por fim a própria vida dentro da cadeia pública da cidade de Piancó.

O fato ocorreu por volta das 11h, desta sexta-feira (11), logo após o enceramento da visita social, que acontecia na unidade prisional.

De acordo com as informações do diretor da cadeia, Thiago Vieira, o apenado teria se isolado no interior de um banheiro da cela 2 e usando um aparelho de barbear, efetuou vários cortes na região do próprio pescoço.

Outros detentos perceberam a ação do preso e acionaram à direção da cadeia. O Samu foi acionado e a vítima foi levada para o Hospital Regional de Patos.

Em seguida, em decorrência da gravidade dos ferimentos, o apenado foi conduzido para um hospital da cidade de Campina Grande. Uma escolta fez o acompanhamento da locomoção do apenado até a cidade de Campina Grande.

Vale do Piancó Notícias com ValeNews-PB

Inócua, melhor palavra para definir a audiência pública sobe a questão hidríca

O problema da falta d'água em Itaporanga a cada dia se agrava e chegamos ao fundo do poço, alias do  acude. Foi louvável, embora tardia a intensão do vereador João Guimarães, propositor da ideia.

O governo municipal nada fez e nem aponta solução imediata O governo estadual, este sim, prometeu a seis meses uma adutora de engate rápido e até agora nada, só foram perfurados cinco poços, sendo que um foi desviado para as terras do prefeito.

Falar nisso, como tudo em Itaporanga, a perfuração de poços particulares está uma coisa preocupante e desorganizada, quem quiser pode pagar e ter seu poço, sem estudo geológico ou sem autorização da prefeitura, e tudo ao Deus dará. Estão perfurando poços, não nas calçadas, já estão fazendo isso na linha d'água.

O Governo federal, não está nem ai e os deputados, já obtiveram os votos de que necessitavam. Voltando ao governo estadual, na reunião de ontem faltou a presença indispensável do Gerente Local da Cagepa, filho de Itaporanga, o Senhor Zé Filho, ou o diretor da Cagepa de Patos. Faltou também, um representante da AESA, onde temos um conterrâneo, o Senhor Chico Lopes, que como a chuva, faz muito tempo que apareceu em nossa cidade. 

O que mais agrava a crise é a falta de informação, ninguém diz ao certo até quando teremos água, embora escassa, pois tem bairros que já amargam a falto do precioso líquido a mais de 15 dias. E o poder público faz vista grossa.

Mas olhando bem, a culpa não é somente dos políticos, a culpa é também do povo, ontem a previsão era que não coubesse ninguém no Plenário da Câmara, mas foi poco o público que compareceu. Talvez por não acreditarem mais nos políticos, mas isto não é justificativa. A poucos anos por querer apenas mais uma adutora, acamparam no escritório local da Cagepa, hoje não faz falta a adutora, faz falta a água e nada fazemos.

Alguns palestrantes disseram pouco, outros fizeram discursos de política, pensando que estavam já no palanque. Quanta pobreza, mais um erro da sociedade, pois cada povo tem os políticos que merecem. 

Temos aqui, num os bairros que mais reclamam a falta d'água, um elefante branco, construída por Antonio Porcino, igo isto, porque, há quase uma década a caixa esta pronta e nunca recebeu uma gota d'água. Embaixo desse reservatório, existe um outro elefante cinza, ninguém o vê, mais é uma cisterna que tem mais do dobro de capacidade de que o reservatório elevado, também sem utilização.

Sim, os nossos vereadores mostraram que estão muto preocupados com a crise hídrica, dos onze, apena cinco compareceram: Neném de Adailtom - presidente, João Guimarães - propositor, Ricardo Rangel Pinto, Ivanildo Palmeira e Hélio do Bar.

Acorda Itaporanga! O tempo Urge! Precisamos tomar uma atitude descente.

Confira as fotos do espetáculo de Ballet, Alice no país das maravilhas, em Itaporanga

Confira todas a fotos do espetáculo de Ballet "Alice no país das maravilhas" fotos de Marcos Oliveira


Culminância do PIP - Colégio Padre Diniz

Abertura da culminância do PIP com o coral do Programa Mais Educação

Ver Mais Fotos:


Escola Simeão Leal, realiza brechó e toda renda vai para formatura dos alunos em Itaporanga

A escola Simeão Leal, situada na praça Dep. Balduíno de Carvalho, com 78 anos de história, considerada o educandário que ensinou Itaporanga a ler, realizou um brechó, onde toda a renda adquirida vai servir para  realização da formatura do seus alunos.

A ideia da ação foi desenvolvida pelas professoras readaptadas Rosimar,Ritinha,Maria de Lurdes, Ana Lúcia, com o apoio da secretária Ricelly. Esse brechó foi uma das muitas ações do Projeto de Empreendedorismo desenvolvido pelas educadoras na escola. Um dos objetivos era conscientizar sobre a importância do empreender na vida e do desapego com aquilo que não mais lhe servia naquele momento, foi feita uma parceria com toda comunidade escolar e os comerciantes locais onde foi recebido doações de muitos lojistas de Itaporanga, como roupas, calçados, bolsas, bijuteria novos e usados.

Gestoras Zizi e Izete

O Brechó:
O evento foi divulgado nas redes sociais, para toda comunidade escolar, em carro de som, com isso o sucesso foi inevitável. Começou as 7:30 horas  da manhã, com muitas

Padre Fábio de Melo posa com travesti e relata experiência surpreendente: ‘Um tapa na cara da gente’

Convidado para o aniversário da cantora Alcione, que aconteceu no final de novembro na quadra da Mangueira, Zona Norte do Rio, o padre Fábio de Melo viveu uma experiência, segundo ele, surpreendente. A travesti Luana Muniz, admiradora do sacerdote, pediu para tirar uma foto com ele, que atendeu prontamente.

Durante uma pregação na Canção Nova, em São Paulo, no último domingo, Fábio de Melo, no entanto, relatou o encontro, assumindo que, inicialmente, sentiu um desconforto com o pedido da travesti, mas que logo em seguida se comoveu ao saber da história de vida da Luana, que pratica caridade com moradores de rua da Lapa, no Centro do Rio.
O vídeo emocionante do padre relatando esta experiência está disponível no Youtube (veja abaixo, a partir dos sete minutos de palestra) e transcrito aqui:

“Semana passada eu vivi uma situação. A Alcione me convidou para estar no aniversário dela, lá na quadra da Mangueira... Fiquei lá por uma hora mais ou menos... Mas o que me chamou a atenção foi um travesti que estava lá. Posso confessar uma coisa para vocês? Quando eu vi, ele estava olhando para mim (pausa). E olha que eu não sei ficar sem graça... Mas sabe o que me ocorreu? Vou confessar publicamente a minha hipocrisia: ‘Meu Deus do céu, se esse rapaz pedir para tirar uma foto comigo? Como que eu vou reagir?’(pausa). Independente de qualquer julgamento, estou confessando a hipocrisia do meu coração naquela hora. Muitas pessoas começaram a se encorajar para tirar foto comigo. E ele (o travesti) lá do fundo olhando. Quando, de repente, eu só vi a sombra dele na minha direção, e o meu preconceito, o medo de me expor, tudo vindo à tona. Que coisa horrorosa isso em nós... Como se eu fosse melhor. Isso é mesquinho, é vergonhoso o que eu estou dizendo pra vocês”.

“Aí ele veio, com um vestido longo e falou pra mim: 'O senhor costuma tirar fotos com pecadoras?'. E eu percebi que tinha uma ironia ali. E eu respondi: mas é claro! E abracei ele e tiramos a foto. Antes de sair, ele disse: ‘eu não acredito que o senhor permitiu’. E os olhos dele estavam emocionados. Assim que ele saiu, Maria Helena, a irmã da Alcione, me contou a história. Ela disse que ele mora na Lapa e criou um grupo que alimenta e recolhe todos os miseráveis daquela região. Ele dá banho, alimenta, não tem nojo de ninguém. E faz de tudo para aquela pessoa retornar à vida. E não é só isso. Ele torna-se uma espécie de vigilante, protegendo os moradores..."

"Quando ela me contou aquela história, eu comecei a unir as coisas dentro de mim. Eu não entro no mérito da questão da vida que ele leva, vamos deixar que Deus faça isso. Não sou síndico da Eternidade. Agora, que é um tapa na cara da gente, é!

"Aquele que você enxerga e que, naturalmente, provoca um desconforto por ser tão diferente de nós, não sabemos quantas coroas da dignidade foram recolocados na vida daquela pessoa quando ele alimenta o próximo. Você é cristão e nem sempre está disposto a cuidar de quem está doente, colocar dentro da sua casa e dar de comer”.


"Não cabe nenhum julgamento do lado de lá, cabe aqui. Quando Deus coloca essas pessoas diante de nós, é para desmoronar os castelos de ilusão que nós criamos dentro. Como se o nosso cristianismo tivesse pronto. Como se nós já tivéssemos chegado ao último estágio dessa santidade que Deus nos convida. Não, eu ainda me envergonho dos que são diferentes de mim. Eu ainda tenho medo de ir ao encontro daqueles que precisam de mim. E a palavra de Paulo é dura: a missão de vocês é junto daqueles que estão necessitado".

Extra