sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

O Túnel do Tempo



ITAPORANGA, 150 ANOS
O Túnel do Tempo
(Reynollds Augusto)
Quem está aqui sabe que o Prefeito de Itaporanga realiza uma magnífica festa á comemoração dos cento e cinquenta anos de nossa terra. Mas, sem dúvidas, a exposição audiovisual, que está acontecendo no Atlântida Esporte Clube causa-nos espécie e uma profunda emoção, nos permitindo a saudosa viagem ao passado semeador, que resulta na Itaporanga de hoje.
Quem não tem passado, não tem vida. Ou, pelo melhor, tem uma vida medíocre.São fotos lindas de Itaporanga de ontem e hoje. É uma literal viagem no túnel do tempo, com paisagens, pessoas, imagens do passado e que os filhos do presente não conhecem.
E pensar que Itaporanga passou mais de sessenta anos com nome de Misericórdia. Em 1938 o interventor municipal Praxedes Pitanga, não gostava muito do nome e mudou para Itaporanga. Em 1943, com o decreto-lei 520, voltou a ser chamada de Misericórdia, novamente. Ficou assim até o dia 07 de janeiro de 1949, voltando definitivamente ao nome de Itaporanga. A nossa Rainha, a mais bela do Vale do Piancó e para mim, do mundo.
Misericórdia, quer dizer, Itaporanga, está exposta no Atlântida Esporte Clube. Um trabalho conjunto do meu amigo Marcos e Paulo Rainério, homens de criatividade.
Sem querer desmerecer a grandeza da festa essa parte do evento festivo me emocionou. Disse ao Marcos e ao Rainério, que eles precisam disponibilizar todo o arquivo pela Rede de Computadores, criando um museu digital para os seus filhos espalhados pelo mundo.
É festa! É alegria!
Itaporanga,
Nossa Rainha.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Parabéns Querida Itaporanga

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
........................................................................................................
PARABÉNS QUERIDA ITAPORANGA!
(Francisco Saulo)
Terra mãe dos meus anseios
Das minhas aspirações
Berço dos meus ancestrais
Musa das minhas canções
Nesse teu aniversário
Te ofereço um corolário
Em forma de gratidão
Invocando a protetora
Nossa Santa Intercessora
Mãe bondosa e benfeitora
Senhora da Conceição.
Juntos, Alexandre Gomes
Joaquim Carnaúba e Pinto,
Madeiro e Padre Lourenço,
A história atesta, eu não minto
Foram seus desbravadores
Destemidos, lutadores
Que, não cedendo à discórdia
Lentamente, passo a passo
Sem se queixar de cansaço
Com a força do próprio braço
Fundaram Misericórdia.
De Vila, virou cidade
Carregando o mesmo nome
Foste logo emancipada
E a velha vila se some
Pela ordem do destino
E inspiração do Divino,
Praxedes, nosso Pitanga,
Um desses vultos que eu louvo,
Te dá um registro novo
E pra orgulho do teu povo
Te chamou de Itaporanga.
Do teu ventre, surgem filhos
Que exaltam a tua nobreza
E vão buscar no saber
A mais sublime riqueza
E para espantar o cético
Nasce um padre, surge um médico,
O seu primeiro "doutor"
Dois Gomes nos sobrenomes
O Doutor era Zé Gomes,
O outro Gomes, Monsenhor.
Além dos filhos nascidos
Do teu ventre abençoado
Recebeste como prêmio
Um espírito iluminado
Que vem somar aos seus filhos
Pra te colocar nos trilhos
Da educação e da fé
De gente e santo ele é um misto
Pai do Ginásio e do Cristo,
Nosso eterno Padre Zé.
O teu nome resplandece
De forma fenomenal
Como "cidade progresso"
Que do Vale é capital,
Brilhas na música, poesia
E da tecnologia
Hoje és polo vanguardeiro
Primeira desses sertões
A produzir tecelões
Que exportam fiações
Pro nosso País inteiro.
Cresci menino do rio
Folheando a tua história
Os teus vultos, teus heróis
Trago todos na memória
Em respeito a essa data
E por ser parte da nata
Do leite que te deu vida
Findo o verso te beijando
Te abraçando, te cantando
E te parabenizando
Minha Rainha querida!
Saulo Lacerda:.
Ganipapo, 06 de Janeiro de 2015