sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.



PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
.....................................................................................
Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.
(Reynollds Augusto)

Foi Jesus quem disse isso, pela lavra de Mateus. E Creio que tenha dito mesmo, pois era próprio do mestre unir as pessoas em torno de sua proposta de vida. Sempre chamou muitos, mas poucos se escolheram. É que vivemos pesados.
Alias esse foi o texto de ontem de entrada, antes do “banquete” principal. Andamos nessa vida, agachados, com o peso dos melindres, do orgulho, das vaidades. Excluímo-nos da “Festa nupcial”, não nos prendemos ao essencial e depois vem a decepção de não ter aproveitado a lição. Por vezes de nem ter ido à lição.
Mas, isso é natural, depende de maturidade e há uma seleção natural. Não que Deus nos seleciona, mas é que nós nos selecionamos.
Segundo o escritor Edgar Armond, a vida de Jesus foi dura. Foi um peripatético. Calma! Isso não é nome feio, é que ele ensinava caminhando, como grande o filósofo grego Sócrates. Sempre uma multidão estava reunida em torno de mestre para ouvir as grandes lições, que depois de mais de dois mil e quinze anos estamos, ainda, tentando entender. A religião dele é o amor. A maioria do resto, leitor, é bobagem.
Jesus quando começou as suas andanças á procura de pessoas para, com ele disseminar o seu evangelho, começou com setenta e dois. Segundo o escritor Edgar Armond foram setenta e duas chamadas, depois , com a dureza, muitos se afastaram, foi baixando, baixando, e terminou com doze. Desses um o negou e o outro o traiu. Mas, ambos se reconciliaram depois. É a fraqueza. Ainda somos fracos, espíritos em franco processo de evolução, mas ainda atrasados.
A nossa confraternização foi bonita, especial, cheia de emoção e alegria. Antigos companheiros se fizeram presente. Foram morar fora, estão retornando e com a certeza de se engajar ao grupo em fevereiro. Seja bem vinda amiga. “O bom filho á casa torna”.
Nunca perca a oportunidade de se reunir com Jesus. Não deixe que o desenfreado chamamento do mundo, com o brilho falso das ilusões te desvie do caminho. Cada vez temos menos tempo. Tenha foco. A religião dele é o amor: “Meus discípulos serão reconhecidos por muito se amarem”.
Quero agradecer, em especial, - e extensivo a todos- à minha amiga e irmã, CLÁUDIA BANDEIRA, uma das debatedoras das sextas do programa de Rádio PENSE NISSO, MULHERES, que nos proporcionou momentos agradáveis e felizes. Foi a nossa despedida do ano.
Na primeira semana de Janeiro, o EDUCAÇÃO DOS SENTIMENTOS” recomeça. Entre no grupo. Só depende de você. Venha se somar a essa onda de amor que só faz crescer.
FELIZ ANO NOVO, pois o ano velho foi especial.
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!