terça-feira, 27 de outubro de 2015

Bancários encerram greve na PB e agências reabrem nesta terça


Volta ao trabalho foi definida em assembleias realizadas pelos sindicatos de João Pessoa e de Campina Grande. Categoria aceitou reajuste salarial de 10%.

KATIANA RAMOS E DÉBORAH SOUZA

Após 21 dias em greve, os bancários da Paraíba decidiram, em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (26), encerrar a mobilização. Assim como os demais sindicatos da categoria em outros estados do país, os servidores dos bancos do Brasil e Caixa, além dos bancos privados instalados na Paraíba, votaram pelo fim da paralisação e aceitaram o reajuste salarial de 10%, além da correção de 14% nos vales refeição e alimentação.

Na capital, os primeiros a votar a favor do fim da mobilização foram os trabalhadores dos bancos privados. Na sequência, os servidores do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal decidiram pelo retorno ao trabalho e fim do movimento grevista, iniciado no último dia 6.

Em Campina Grande,a decisão dos filiados ao Sindicato dos Bancários da cidade e Região vale para os 18 municípios em que a entidade atua. Ao falar sobre o fim do movimento, o presidente do sindicato, Rostand Lucena, disse que a necessidade de hora extra durante o expediente interno, como forma de compensar os dias parados, será avaliada conforme a necessidade de cada agência.

Os bancários pediam em sua pauta de reivindicações 16% de reajuste -o índice incluía 5,7% de aumento acima da inflação medida pelo INPC acumulado nos últimos 12 meses.

Com o retorno das atividades, é importante lembrar aos clientes que as agências voltarão a funcionar seguindo o horário brasileiro de verão, ou seja, atendendo ao público das 9h às 15h.

Em relação aos dias parados, haverá abono de 53 horas para os dias parados para quem tem jornada de 6 horas (representa 63% de horas abonadas) e para quem tem uma jornada de 8 horas foram abonadas 81 horas (72%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!