quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Estamos Todos Partindo

Estamos Todos Partindo
 (Reynollds Augusto)

Eu já não já não fico surpreso com a morte do corpo físico. Ele tem seu tempo aqui no Planeta Terra, de acordo com o “comprometimento” de cada um. 

A grande verdade, insofismável, é que todos os dias morremos um pouquinho. A surpresa, que não é mais surpresa, é que continuremos vivos, seguindo, rumo á plenitude, que significa aprendizado norteando  à evolução, que as religiões apelidam se salvação.

A ciência oficial, que tem os seus preconceitos científicos, está descobrindo essa verdade: A mente está fora, do corpo, no espírito, ser imortal, que jamais morrerá. A turma “quase morre” e o espírito vê o corpo sendo tratado pelo pelos médicos realizando os seus procedimentos. Vê tudo e se sente estranho. Você está vivo, mas fora do corpo. É uma sensação desagradável, principalmente quando não entendemos o fenômeno.

Mas, a dica é cada dia viver se despedindo dos que amamos, expressar mais o amor, o sentimento... É claro que a despedida é temporária e que daqui a pouco seremos nós, pois o tempo é uma ilusão, segundo o grande Einstein. 

É claro também que é salutar e imprescindível que procuremos saber o que é a vida. Saber quem se é o que está fazendo aqui e para onde se vai após a morte corpo físico, que chega “ligeirinho, ligeirinho”. 

Buscar o essencial, as conquistas íntimas, da razão e do sentimento. O resto é administração dos bens de Deus, e ele nos pedirá conta da nossa administração.

Façamos de tudo instrumento para o nosso equilíbrio e felicidade, sem apego, mas também, dando o devido valor às posses. É preciso multiplicar os talentos em prol da humanidade. Vamos possuir com responsabilidade e jamais ser possuído, pois isso compromete a vida espiritual.

Infelizmente a maioria de nós é ignorantes em torno dessas questões, do espírito. A religião tem culpa nisso, os dogmas, os ritos, as rezas, os cânticos exacerbados, afastam nossos irmãos da “busca da verdade que consola e liberta” e “morreremos” alienados da vida espiritual.

 Essa falta de conhecimento gera temores e angústia e sofrimento aos que ficaram.

Ao meu amigo e  irmão  IRINEU,  um até logo. Que desperte bem, do sono da ilusão que essa vida física nos propicia.

Mas, a vida segue,sempre . Ainda bem 

www.pensenisso.itaporanga.net

2015 começa mal; infarto mata o chefe do INSS de Itaporanga


Itaporanga perdeu hoje, nas primeiras horas de 2015, um dos seus filhos mais queridos; trata-se de Irineu Agostinho de Sousa, que era chefe da agência local do INSS. Irineu, que nasceu no dia 15 de março de 1962, era filho do casal Terezinha Cipriano de Souza e José Agostinho de Souza.

Um infarto o acometeu nos primeira horas da madrugada em sua residência; ainda foi socorrido Para o hospital José Gomes da Silva e posteriormente, quando era socorrido para um centro mais avançado, Irineu não resistiu e veio a óbito no hospital regional de Piancó, as 3h30 desta madrugada.

O féretro esta sendo velado em sua residência em Itaporanga, que fica localizada a Rua Francisco Bidô, bem próximo a Praça Frei Martinho e seu sepultamento será as 8 horas da manhã, deste dia 02 de janeiro de 2015. Irineu deixa viúva a senhora Maria Vieira de Souza com quem tinha um filho, Luan Vieira Gostinho de Sousa, uma criança de apenas 11 anos de idade.


De origem pobre, com muito estudo e esforço consegui a 25 anos, ser funcinário da previdência social, onde atendia a todos sem distinção e presteza a ponto de chegar a chefia do órgão que atende aos 18 municípios regionais. A sua morte pegou a toda Itaporanga de surpresa, onde era muito querido e admirado por todos, principalmente  por: João Agostinho, Joana D’arck, Delmiro, Auxiliadora Agostinho e Sebastiana Cipriano, seus irmão.

A Loja Maçônica e A Previdência Social prestaram sua homenagem a Irineu, cobrindo seu caixão com as bandeira das respectivas entidades, que Irineu fazia parte.

Nova Cãmara


Será empossada hoje. dia 1º de janeiro de 2015, às 17h00: ano do sesquicentenário de instalação do Município de Itaporanga, a nova Mesa Diretora da Casa de Adauto Araujo. Obrigado ao vereador Nenêm de Adailtom, por se lembrar do nosso nome e ao mesmo tempo desejamos uma profícua administração à frente daquele órgão.

POEMA "UM ANO NOVO PAI D'ÉGUA"



Pra começar o Ano de 2015 com tudo de bom. Assistam os votos declamadas por seu autor, o itaporanguense Merlânio Maio, poeta dos melhores.