sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Vão todos pro raio que os parta! tudo era brincadeira!

1berto de Almeida

Em 2012, vocês estão lembrados muito bem, pois acredito na “boa memória” do povo Verde-amarelo, durante café da manhã com jornalistas, Dilma disse que quem ouvisse que raio derruba o fornecimento de energia deveria gargalhar. E, como estava brincando, não profetizou – erraria, claro - que um raio cairia duas vezes no mesmo lugar, isto é, numa rede de transmissão elétrica causando outro apagão.

 Pois é, não terminou ainda o seu primeiro mandato, colocada ali da mesma forma que Lula colocou Fernando Haddad no Governo de são Paulo, esse “poste, poste”, como um dia o “poste” Odvan fora chamado de “zagueiro, zagueiro" pelo técnico da seleção, Vanderlei Luxemburgo, tentando justificar a sua – do Odvan – pífia convocação, Dilma vem a público dizer (não disse, mas deixou nas entrelinhas do que por ela fora dito) que “estava apenas brincando”.

 Nenhuma dúvida. Tudo por aqui, principalmente antes de uma eleição, vira carnaval ou futebol. Só para lembrar o carnaval, acusado de receber propina para acelerar o registro de um sindicato, o ex-crotão e ex-ministro Carlos Lupi (Trabalho) diz ter sido confortado pelo ex-presidente Lula, dizendo-lhe "'Lupi, esquece, isso sai na urina", referindo-se às acusações de corrupção. 

Ninguém explica ou confessa que estava ali - muitos continuam - apenas enganando a torcida. Ah, estamos vivendo a Copa Verde-amarela, e a expressão vem a calhar. Tudo é motivo de gargalhada. Seja com essa história mal contada de que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, ou fazendo tudo sair pela urina. 

Meu deus! Que paisinho de ex-crotos! Dá nojo! Mas vem por aí uma Copa de futebol, depois do carnaval. E se a “pátria de chuteiras” – o chulé nem se fala, hein? – sair vencedora, ah, aí é que estaremos mesmo vivendo no País das Maravilhas! O resto a gente joga debaixo do tapete ou sai na urina! 

Que paisinho, hein, Dapenha?! Meu Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!