quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

‘Ainda não surgiu o convite, mas eu posaria nua’, diz nova Miss Bumbum


Dai Macedo, 25 anos, viu sua vida mudar desde que venceu o concurso Miss Bumbum na última quarta, 13. A modelo goiana ainda não teve tempo de retornar à cidade natal, mas já sentiu o assédio e os convites para presenças VIPs e campanhas crescerem. “Aumentou muito o assédio, está sendo muito legal, todo mundo querendo saber de mim, desejando coisas boas”, conta ela, que pretende continuar morando em São Paulo, “onde tudo acontece”.

As cantadas masculinas também cresceram, mas só nas redes sociais, já que o namorado de Dai, o advogado Rafael, de 31 anos, faz questão de acompanhar a moça sempre que pode. “Me chamam de gostosa, falam que estou linda, que o título foi merecido… O namorado fica com ciuminho, mas um poquinho só. Na verdade ele não fala nada. Ele é legal, ele respeita, não reclama. Mas dá para notar”, entrega ela, que namora há seis meses.

Apesar da aprovação masculina, Dai não está com o corpo que deseja ter. “Eu quero secar um pouquinho mais”, diz ela, que pesa 65kg e mede 1,75m.


‘BUMBUM TEM QUE SER NATURAL’

Apesar de ter revelado – em entrevistas logo após a final do concurso – que moldou o bumbum com lipoescultura , Dai agora nega a informação, que garante ter sido mal entendida. “Fiz lipoescultura na barriga. No bumbum nunca fiz nada. Bumbum tem de ser natural”, diz ela, que chorou e ficou “eufórica” ao ganhar o concurso. “A ficha foi caindo depois”.

Agora que é Miss, Dai pretende engordar o cofrinho. “Aumentaram os convites para presença VIPs em eventos, catálogos de moda, roupas e biquínis. Tenho de aproveitar o momento”. E ela já avisa que este ano a segunda colocada não vai fazer mais sucesso do que a primeira, como aconteceu nos anos anteriores com Andressa Urach e Graciella Carvalho. “Esse ano não vai (fazer mais sucesso) mesmo, você pode ter certeza que não vai. Vai ser diferente. Eu sei o que eu quero fazer, eu sou completamente diferente da menina que ganhou ano passado, vai ser o meu ano”, defende-se ela. O que ainda falta é um convite para posar nua. “Ainda não surgiu convite, mas eu posaria, claro que sim”.


ROTINA DA BELEZA

Não é fácil ter o bumbum mais bonito do Brasil: “Malho todos os dias, exceto domingo, entre uma hora a uma hora e meia. Meu treino é direcionado para glúteos e pernas. Treino membros superiores só uma vez por semana”, conta Dai.

Mas se engana quem pensa que ela gasta dinheiro em clínicas. “Eu até tento fazer tratamento estético, mas não tenho muito tempo. Acho que o mais importante é dieta e depois academia”, opina ela, que consulta periodicamente o endocrinologista. “Minha alimentação é bem regrada, como frango, brócolis, batata. Também tomo suplementos depois de malhar”.


VIDA EM GOIÂNIA
A família de Dai não vê a hora de comemorar o título. “Está todo mundo muito muito feliz. Vou para Goiânia nesta sexta, dia 22, e já marcamos de fazer um churrasco com minha avó, mãe pai e tios”, conta. Dai diz que é muito ligada à família e inclusive sonha em constituir a própria. “Não sou de balada. Pretendo casar e ter filhos, mas não agora. Só tenho 25 anos”, diz ela.

Antes de se tornar Miss Bumbum, Dai estudava administração em Goiânia. “Desisti e larguei a faculdade no penúltimo período. Podem brigar (risos). Não tinha nada a ver comigo”, garante.

Com informações do Ego

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!