sábado, 7 de dezembro de 2013

Lucy Alves e Fábio Zanon encerram o Festival Internacional de Música Clássica

Encerramento será realizado neste sábado, no estacionamento da Estação Cabo Branco


O I Festival Internacional de Música Clássica, que trouxe de forma inédita a João Pessoa artistas do mais alto panteão da música erudita mundial, acaba neste sábado (07) com um concerto no estacionamento da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. A recém-criada Orquestra Sinfônica de João Pessoa, sob a regência do maestro Laércio Diniz, se apresenta às 20h, privilegiando os compositores paraibanos e os clássicos que todos querem ouvir: a abertura é com a ópera Carmem e o encerramento, com valsas de Strauss.

O renomado violonista Fabio Zanon, convidado solista, executará ao violão o Concerto de Aranjuez. Zanon já esteve na Filarmônica de Londres, celebrando o centenário de nascimento do compositor da obra, Joaquín Rodrigo, e tocou em teatros como o Royal Festival Hall e Wigmore Hall, em Londres, Carnegie Recital Hall, em Nova York, Sala Verdi, em Milão, Musikhalle, em Hamburgo, Ateneo, em Madri, e KKR, em Lucerna. Em 2014, estreia na China e Singapura.

Ele acaba de gravar um álbum com suas transcrições de Scarlatti, o Concierto de Homenaje, do compositor belga Jan van der Roost, ao lado da orquestra I Fiamminghi, além de dois CDs de flauta e violão, Tangos e Choros e Mountain Songs. Sua gravação da obra completa de Villa-Lobos, pelo selo americano Music Masters, já é considerada referência, e o CD Guitar Recital, pelo selo Naxos, foi escolhido pela publicação britânica Gramophone como o melhor de 1998.

A hora e a vez do talento paraibano - Para a seção que homenageia os grandes compositores da Paraíba, a atração é a cantora Lucy Alves, destaque do programa The Voice Brasil. Multi-instrumentista talentosa desde os 4 anos de idade, bela e com marcante presença de palco, Lucy ascendeu chamando a atenção de grandes nomes da música em parcerias no palco e estúdio.

Ela já gravou e tocou ao lado de Dominguinhos, Marinês, Pinto do Acordeon, Sivuca, Quinteto Violado e Oswaldinho do Acordeon. Atualmente faz parte da banda de Alceu Valença e faz shows pelo Brasil, participando de projetos como o “Pixinguinha” (com o grupo Chorisso) e do Clã Brasil, grupo de meninas forrozeiras de raiz que a projetou nacionalmente.

Natural de João Pessoa, Lucy canta, compõe e toca sanfona, bandolim, escaleta e baixo nos seus shows. Ingressou no mundo da música tocando no Projeto Formiguinhas e violino na Orquestra Infantil da Paraíba e Camerata Izabel Burity até os 15 anos. Desde 2005 faz parte do Clã Brasil, com o qual tem seis álbuns e dois DVDs gravados.

Nova orquestra para novas pretensões - Com a criação da Orquestra Sinfônica de João Pessoa, a capital paraibana almeja atingir outro status cultural. “É um projeto para mudar um pensamento coletivo”, diz o maestro Laércio. “As pessoas, de maneira geral, têm a ideia de que a música clássica é inacessível: vamos mostrar que não é assim”, aposta.

Diniz estudou violino e ganhou, em 1987, uma bolsa para estudar na Alemanha. Como regente, estreou no exterior comandando a Bachiana Chamber Orchestra, em concerto no Carnegie Hall, em Nova York. Um ano depois, regeu o pianista David Brubeck no Lincoln Center, na mesma Big Apple. Também assumiu a regência da holandesa New Netherlands Orchestra.

Em junho de 2012, gravou na Lituânia com a Lithuanian National Symphony Orchestra o CD Saudades do Brasil, com obras de Villa-Lobos, Milhaud e Florent Schmit.


LUCY ALVES ENCANTA COM SUA SANFONA E VENCE MAIS UMA BATALHA NO THE VOICE BRASIL

Após as apresentações de Angelo e Ângel, Heverton Castro e Lucy Alves,Tiago Leifert anuncia os dois participantes mais votados pelo público. “Você vai ter que escolher entre Angelo e Ângel e Lucy Alves. “Eu só tenho que agradecer”, diz Heverton Castro, que deixa o programa.

Carlinhos Brown deve decidir quem continua em seu time. “Eu acredito que dentro das grandes inspirações de Deus, Ele nos deu a voz. Agradeço demais a vocês, e vocês são herois. Minha escolha é a Lucy”.

Clique aqui e assista a apresentação de Lucy Alves no site oficial do The Voice Brasil:


Globo.Com

Parabéns, agora ela também é chef!

Lucy Alves ensina como preparar baião de dois em site do The Voice

Paraibana escolheu o prato nordestino como sua comida preferida




A cantora Lucy Alves tem levado a cultura nordestina não apenas para os palcos do The Voice Brasil, mas também para a cozinha do programa. A paraibana do time Carlinhos Brown tem sido uma grande divulgadora da nossa culinária.

O reality show abriu uma página virtual com as receitas preferidas dos participantes, incluindo a de Lucy Alves. O prato escolhido por ela foi o tradicional baião de dois, uma delícia que a maioria dos nordestinos aprovam.

(Foto: Receitas The Voice)

O baião de dois pode ser servido com carne de sol ou galinha de capoeira. Se quiser aprender, segue o passo a passo:

Ingredientes
1/2 kg de feijão verde ou macassa;
1/2 kg de arroz vermelho (arroz da terra);
1 litro de leite;
1/2 kg de queijo coalho;
Cheiro verde picadinho (a gosto);
Requeijão (a gosto);
Sal a gosto.

Modo de preparo
Cozinhe o feijão sem deixar muito cozido, no ponto, "al dente", em água e sal. Acrescente o arroz vermelho, já lavado, e deixe cozinhar, deixando secar um pouco a água. Quando a água secar um pouco, acrescente o leite, deixando cozinhar bem.
Depois disso, coloque o requeijão, o cheiro verde e o queijo coalho e deixe secar.
Quando secar, está pronto!!
Uma boa sugestão de acompanhamento é servir com carne de sol ou galinha de capoeira!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Garçom de Itaporanga é eleito vice-presidente do sindicato estadual da categoria

Ele trabalha na cidade há 13 anos


Por Isaías Teixeira/Folha do Vale - O garçom itaporanguense Lavoisier Clementino de Sousa (foto), de 30 anos, foi eleito no sábado passado, 30 de novembro, vice-presidente do sindicato estadual da categoria, na chapa encabeçada pelo atual presidente, o pessoense Lourival Pessoa Neto, 62, que conseguiu ser reeleito para mais um biênio. A eleição ocorreu no hotel Cabo Branco, em João Pessoa. Dos 60 filiados que o sindicato possui, 50 deles votaram, sendo que 70% escolheram a chapa Lourival/Lavoisier.

Lavoisier começou a trabalhar como garçom no ano de 2000 aqui mesmo em Itaporanga. Dois anos depois foi para João Pessoa, onde ficou até 2007 atuando em vários restaurantes da capital. Foi em um deles que conheceu Lourival, que o levou a se filiar ao Sindicato dos Garçons e Garçonetes da Paraíba. Já neste ano, veio o convite do presidente para Lavoisier disputar o pleito na chapa encabeçada pelo amigo, e, de pronto, o garçom aceitou.

De volta à terra natal, Lavousier continuou a desempenhar a profissão que escolheu como meio de vida em bares, restaurantes e eventos sociais. Atualmente, ele é funcionário de um hotel na cidade. “Eu gosto de trabalhar como garçom, me sinto realizado, apesar do pouco reconhecimento salarial”, enfatizou ele, demonstrando amor pelo que faz.

Lavousier disse que as principais bandeiras que serão defendidas pelo sindicato dizem respeito a melhorias do salário dos garçons e garçonetes na Paraíba. “Vamos lutar, por exemplo, para que seja implantado o piso salarial de R$ 910,00 com carteira assinada para uma jornada de 40 horas semanais”, como já acontece em São Paulo e outros estados.

Ele revelou que outra luta do sindicato, que foi fundado em 1980, será pela aprovação do Projeto de Lei Complementar 201/2012 do Senado. A proposta prevê aposentadoria especial para garçons e garçonetes com 25 anos de contribuição à Previdência.

A posse de Lavoisier e do presidente será na noite do dia 4 de janeiro de 2014 na sede do sindicato, que fica localizado no bairro Cabo Branco, na capital,

Lucy Alves passa para a próxima fase do The Voice cantando música sobre a seca no nordeste. [VÍDEO]


A paraibana Lucy Alves passou por mais um fase do programa The Voice Brasil e permanece na competição. A apresentação aconteceu na noite desta quinta-feira (5). próprio técnico, Carlinhos Brown. “Segue o Seco” é a música cheia de brasilidade que a participante aposta para conquistar o público.

Ela se apresentou com uma canção do seu próprio técnico, Carlinhos Brown. “Segue o Seco” e depois de conquistar o público foi escolhida por Brown.

Antes de subir ao palco, Lucy falou sobre a escolha da canção: “É uma música moderna, que fala da seca do Nordeste. E, infelizmente, o Nordeste vem passando pela pior seca dos últimos tempos. É um tema oportuno”.


GLOBO 

Médicas cubanas chegaram a Piancó para atuarem no Programa “Mais Médicos”


Foram recepcionadas na noite de hoje (05/12) pelo vice-prefeito Edvaldo Leite de Caldas, o secretário de saúde Ruclenato Gomes, vereadores e populares duas médicas cubanas que irão atuar no município dentro do programa “Mais Médicos” do governo federal.

De acordo com as informações do secretário de saúde á vinda dessas médicas para trabalharem em Piancó, devem-se em parte, principalmente aos avanços administrativos do prefeito Sales Lima, que junto a Secretária Municipal de Saúde tem desenvolvido grandes ações no município, possibilitando assim a necessidades de mais profissionais para atender a população, principalmente a da zona rural.


Seguindo as informações do secretário, o vice-prefeito falou da importância da vinda dessas médicas para Piancó, e o avanço na saúde da população; “estamos todos confiantes e muito satisfeitos; vemos a cada dia mais pessoas serem atendidas e famílias assistidas; parabéns Piancó, parabéns ao prefeito”

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê investimento em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou não existem profissionais.

Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de periferias de grandes cidades e municípios do interior do país, o Governo Federal garantirá mais médicos para o Brasil e mais saúde para você.

Da assessoria

Com música de Marisa Monte, talento de Lucy volta a brilhar e paraibana segue no The Voice Brasil


Foi uma surpresa! Apesar da dica do pai da cantora, Lucy Alves, José Hilton (Badu), nem o mais esperto "detetive" suspeitaria que a jovem paraibana cantaria a música "Segue o Seco", da carioca Marisa Monte, que coincidentemente ou não se apresentou esta semana em João Pessoa/PB.

O resultado foi mais uma vitória da jovem talentosa, na noite desta quinta-feira (05), que mais uma vez emocionou o Brasil com sua sanfona.




Badu revelou que Lucy manteria o repertório e a verdade é que a música faz uma narrativa poética do drama vivido por milhares de habitantes do Nordeste brasileiro que enfrentam o drama da falta d'água.

Vídeo abaixo:

Antes mesmo de Lucy se apresentar, seu técnico, o cantor Carlinhos Brown, deixou claro que "apostar em Lucy é apostar em uma artista que nasceu para dar certo".

Lucy venceu a etapa conhecida como "tira-teima", passando pelo crivo do público e do seu técnico, e agora segue na competição, torcendo pelos votos de todo Brasil.

Click aqui para ver o vídeo da música
Click aqui para ver o vídeo da escolha

DiamanteOnline com ClickPB

ARTIGO: Mulher fuleira, uma imagem feminina no forró contemporâneo


Durante o primeiro semestre de 2012 dediquei-me ao estudo e análise da produção midiática de duas bandas de forró eletrônico que fazem parte da cena cultural e musical do Estado do Piauí nos dias de hoje “Aviões do Forró” e “Calcinha Preta”, bem como do imaginário dualístico de gênero composto por homens e mulheres que sempre estão presentes nos shows destas bandas que acontecem no interior e em nossa Capital, Teresina. 

Este processo foi possível a partir observação da oferta de produtos midiáticos por meio de CDs, DVDs e projeção dos shows em bares, restaurantes, boates, pubs, e nos mais diversos espaços culturais, que possibilitou a investigação da produção de sentidos relacionados ao corpo feminino, que gerou a seguinte indagação: Que imagem do corpo feminino é pretendida na produção midiática do forró eletrônico como elemento de consumo cultural? 


Ao estudar as coreografias, figurinos, perfil corporal, movimentos dançantes e os discursos das letras, de shows gravados em DVDs das duas bandas de forró concluiu-se que esta oferta midiática constrói e oferta sentidos sobre o corpo feminino e que os sentidos identificados na observação foram de romance, eróticos e sensuais, reafirmando-se, historicamente, o papel da mulher como objeto de desejo sexual definida para e pelo homem.


Quanto ao objeto de análise qualitativa temos as bandas de forró contemporâneo (eletrônico), geralmente formadas no Nordeste do Brasil. As Bandas “Calcinha preta” e “Aviões do forró” fazem parte do pequeno grupo de bandas regionais que ganharam grande repercussão no cenário midiático nacional. As duas possuem músicas que compõem trilhas sonoras de várias telenovelas da maior rede de televisão do país, “Rede Globo”. Por este e outros fatores, vêem suas músicas tocadas em todas as grandes rádios populares do Brasil, que acaba ganhando espaço no gosto da população de todo o país.Numa perspectiva de mercado, cultural e de gênero a mulher surge como um atrativo das “bandas de forró”. 

As músicas falam sobre mulheres, descrevem corpos e condutas para a existência feminina, constroem representações que são aceitas e utilizadas em suas práticas sociais, vêm nelas também uma “representação de seu cotidiano” o que aumenta ainda mais sua identificação com as músicas. Desta forma, o forró eletrônico, recheado por dançarinas exuberantes e sensuais contribui consideravelmente na consolidação de uma “cultura nordestina” que tem bases no consumo ligado aos prazeres do corpo, intimamente relacionados à figura da “mulher fuleira”.   


Um dos autores mais renomados nestes estudos que fundamentou consideravelmente nossa pesquisa, Felipe Trotta afirma que “…a temática majoritária das músicas da banda incorpora uma certa continuidade entre a festa e a relação amorosa e sexual, descrevendo estratégias de conquistas, narrando belezas femininas, comentando ações e situações do casal…. com coreografias sugestivas e erotizadas. Portanto, a temática amorosa-sexual.” 


Como piauiense, entrincheirado pela paleta de ofertas midiáticas oferecidas como cultura regional a ser consumida, ouvimos e vemos cotidianamente o conteúdo do forró eletrônico no trabalho, em casa e quando a diversão envolve “festa”, percebendo, desta forma, que o conteúdo fonográfico deste estilo musical, majoritariamente, traz textos que falam sobre mulheres, e as “pintam” com o pincel do machismo mais patriarcal, dando ênfase a corpos sensuais que levam a um desejo sexual iminente, analogamente a períodos anteriores, mas de forma mais pejorativa e agressiva, pois o duplo sentido é carregado de um conteúdo explicitamente sexual. 


No tocante às letras musicais, é perceptível que o enfoque é extremamente pejorativo, onde o sexo é tratado de forma banal, depreciativo, no tocante às mulheres, e satírico e patriarcal, para os homens. A dança que é apresentada no acompanhamento das músicas é recheada por um aspecto de espetacularização do corpo da mulher, mostrando-o por todos os “ângulos”, desencadeando, desta forma, sentidos de sexualidade e desejo de posse, onde o corpo feminino é um objeto de satisfação sexual para os homens. Neste contexto chamamos a atenção para a música da banda Aviões do Forró – Mulher Fuleira (Fuleira significa no linguajar cotidiano nordestino sem valor; ordinária, reles). 


A tônica do forró estilizado, na atualidade, é banalizar as variadas formas de discriminações, preconceitos e violência contra as mulheres tão presente em nossa sociedade, nele as mulheres são tratadas como objeto de prazer ou de violação. Por meio da linguagem são utilizados com freqüência termos como vagabunda, pistoleira, fuleira, safada e puta. A exemplo do refrão da música Mulher Fuleira: Ela é fuleira, fuleira, fuleira. Ela é fuleira, fuleira, fuleira. Ela é fuleira, fuleira, fuleira. Ela é fuleira, fuleira, fuleira. Na bagaceira… Como se percebe são expressões que reforçam a força cultural do patriarcado.   


Enfim, acreditamos que o “corpo” é uma construção social e cultural, cuja representação circula no grupo, investida duma multiplicidade de sentidos. Esses sentidos por vezes reafirmam, por outras se ampliam ou remodelam e por, outras ainda, enxugam ou, mesmo, desaparecem. Mas de qualquer forma, as representações se formam de acordo com o desenvolvimento humano num dado contexto sócio- histórico. Assim, o título de nosso texto justifica-se e alude a idéia da mulher como uma representação do papel de objeto sexual, onde o corpo feminino idealiza a inquietude, a saciedade, o desejo, o sexo e a uma ideia explicar de fuleiragem, onde o protagonismo semiótico é o da “mulher fuleira”. 
Por Fábio Soares da Costa

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Lucy Alves. Orgulho de ser Itaporanguense!


A instrumentista do grupo musical Clã Brasil, Lucy Alves cujas raízes musicais são do Sitio Cantinho em Itaporanga, cidade incrustada no sertão paraibano, ontem, mais uma vez, ao interpretar a grande Marisa Montes.


Lucy Alves, agora pode estufar o peito e encher de orgulho a sua bela voz e dizer: - "Sou itaporanguense sim, senhor! Da terra onde nasceu meu pai, o Badu, meu tio Biu e o grande exemplo que foi o meu avô Dedfé do Cantinho! Tem uma histórinha que sempre gosto de lembrar é a que diz que quem e do Cantinho enão é musico, pelo menos bate pandeiro." Completatou a musicista.

O Título



O Título outorgado por Ubiramar Pita, vereador da situação mas, que na Câmara Munipal de Itaporanga, é minoria, foi aprovado por 10 votos a 0, ou seja, por unanimidade. Lucy Alves só não obteve o voto do  Vereador Joaqim Salviano porque o mesmo não estava presente a seção.

Vejam a justificativa de Ubiramar, ao propor a matéria:

A presente homenagem se justifica pelo fato de Lucyane Pereira Alves ser conhecida pela sua bela voz e pelo talento no acordeom e divulgar nossa cultura pelo Brasil afora, com o instrumento que é sua marca e um dos símbolos da música de nossa região, e principalmente, por seus pais serem filhos de Itaporanga e ela está sempre presente em nossa terra, nos dando alegria com suas apresentações e fortalecendo nossa cultura.

Lucy Alves é bastante conhecida no Nordeste e agora no país com suas apresentações no The Voice Brasil. É filha dos Itaporanguenses Maria José (Morena) e José Hilton (Zé Badu), neta de Chico Badu/Lizete Araujo e Zé Pereira/Terezinha Lopes, bisneta de Dedé do Cantinho, é vocalista do Clã Brasil, grupo musical formado em 2001 e composto por ela e pelas irmãs Laryssa e Lizete. Lucy é cantora, compositora e multiinstrumentista, tocando sanfona, bandolim, escaleta, fole de 8 baixos e contra-baixo nos seus shows.

O Clã Brasil teve a sua primeira semente na residência do próprio Badu, que sempre se reunia com sua esposa e as três filhas para tocar chorinhos e forrós ao som de violinos, flauta, violão e percussão. Essa música nordestina de raiz, logo conquistou os apaixonados pelo ritmo. Desde então, o grupo já gravou dois DVDs e acumula grandes parcerias com ícones do forró e do baião, como Marinês, Sivuca, Três do Nordeste, Pinto do Acordeon e Elba Ramalho.

A vida artística de Lucy Alves começou aos 4 anos de idade, tocando violino no Conservatório Musical da Universidade Federal da Paraíba - UFPB. Autodidata no acordeom, também aprendeu a tocar piano, bandolim e cavaquinho.
Bacharelada em canto no mesmo departamento onde iniciou sua vida artística, Lucy Alves hoje tenta conciliar as apresentações do Clã Brasil com a carreira solo e a preparação para o lançamento do seu primeiro trabalho individual, no próximo ano.
Lucyane tem seu estilo calcado na herança musical do seu Bisavô "Dedé do Cantinho", de Itaporanga, ritmado pelos Baiões, Xotes, Cocos e Toadas popularizadas por Luiz Gonzaga , Jackson do Pandeiro, Trio Nordestino, Elba Ramalho, Dominguinhos, Sivuca, Marines, Maciel Melo, Pinto de Acordeon, Marcos Maia, Bebé de Natércio, entre outros.
Lucy, com o Clã Brasil, esteve a convite da PBTUR, em Lisboa (Portugal), Berlim (Alemanha), no Festival ¨Wassermusik¨, bem como na Estônia. Já em palcos paraibanos, fez show em eventos como o Festival Nacional de Arte (Fenart), em noite vibrante de forró-pé-de-serra, no Espaço Cultural, em João Pessoa.

Em dezembro de 2005, participou do 8º Encontro de Sanfoneiros de Recife (PE), fazendo o show de abertura para Dominguinhos, de quem recebeu grandes elogios, coroando a sua excelente performance com apresentações nos principais palcos forrozeiros do País, a exemplo de Itaporanga, Campina Grande, Caruaru, Recife (PE), Natal (RN), João Pessoa, Guarabira, Santa Luzia, entre outros, além da veiculação nacional nas TVs Rede Globo pelo The Voice Brasil, Bandeirantes e MTV.
Lucy Alves é a fortuna musical emanada do Nordeste. Ela possui uma característica especial: é mulher e canta e toca sanfona com a alma, sem falar nos demais instrumento. Lucy já soma no seu currículo seis CD’s e dois DVD´s, além de inúmeros shows no Brasil e alguns no exterior.

Por fim, Lucy orgulha nossa terra por ser de origem familiar do nosso “meu pé de serra, meu cafundó, pedaço de cantinho do Vale do Piancó” e incentiva a cultura de nosso município e região, com sua presença nos principais eventos festivos e tradicionais que aqui acontecem. Ela é realidade cristalina, que de forma sublime encanta com sua música e doçura de menina. É flor que transmite paz com sua compreensão musical na conservação das legítimas tradições de nossa gente, com sua raiz no fole de oito baixos de Dedé do Cantinho, ela merece de nossa terra o reconhecimento deste título como presente.

UBIRAMAR SINFRÔNIO PITA
Vereador


Lucy Alfes a embaixadora


No próximo domingo Lucy Alves receberá o título de EMBAIXADORA DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO em prol da JUVENTUDE PARAIBANA. E hoje, na quinta, todo mundo de olho no The Voice Brasil. Nessa nova etapa seu voto pode definir!


Lucianne Alves

A cantora paraibana Lucy Alves volta a se apresentar nesta quinta-feira (05) no The Voice Brasil.

Com uma trajetória, até agora, de sucesso no programa, a família pede o apoio dos paraibanos para que votem através da internet e telefone para que Lucy passe em mais uma fase.

"A expectativa da família é que Lucy se apresente bem e continue com o mesmo desempenho dos outros programas", destacou o pai de Lucy, José Hilton.

Em postagem no seu Facebook a cantora comentou: "Galera toda reunida.. Gente tá chegando a hora. Que nervosooooo! Tudo.ficando pronto. Faltam poucos detalhes. Vai ser uma delícia subir naquele palco hoje. Vamo pra cima!!"

Questionado sobre o repertório da cantora na apresentação, o pai não revelou. Lucy está no time de Carlinhos Brown e a apresentação de hoje é ao vivo.

Esta fase da competição é considerada o "tira-teima".  É a etapa em que os técnicos dividirão as equipes em trios e os telespectadores escolherão os seus favoritos.

Após a apresentação será anunciado o link e o telefone para que o público vote. O que conseguir o menor número de votos estará automaticamente eliminado, enquanto o técnico decidirá qual dos dois restantes irá para as finais.

Click PB

Cante outra vez - Lucy Alves!


Já no clima do The Voice Brasil que vai ao ar amanhã, o #JPB1 desta quarta-feira (04) recebeu em estúdio a cantora Liah Soares. Ela participou da primeira temporada do programa e está em João Pessoa para uma apresentação no ChoppTime, a partir das 20h. Confira! http://glo.bo/1eWEdQH


Tem notícia boa para quem está com saudade da voz de Bruna Borges no The Voice Brasil. Ela e outros eliminados do programa estarão juntos neste sábado (07) na estreia do 'Cante Outra Vez'. O quadro fará parte da programação do Caldeirão do Huck e dará uma nova oportunidade aos cantores que, mesmo muito talentosos, não conseguiram chegar à fase do tira-teima. http://glo.bo/1eWVx7Z

E não esqueça:  


Logo mais no programa The Voice Brasil teremos a apresentação de Lucy Alves, representando a nossa cultura e arte musica. Continue torcendo e votando. Afinal, ela merece!

Lucy Alves pede votos para batalha desta quinta; data tinha sido adiada do dia 28 para hoje


A cantora paraibana Lucy Alves volta a se apresentar nesta quinta-feira (05) no programa The Voice Brasil. A batalha de hoje deveria ter sido na semana passada, dia 28, mas foi adiada para esta noite.

A artista paraibana tinha feito um vídeo pedindo o apoio dos paraibanos para que votem nela através da internet e telefone para que ela continue no programa.

O pai da instrumentista e intérprete está confiante e espera que a filha se apresente bem.

"A expectativa da família é que Lucy se apresente bem e continue com o mesmo desempenho dos outros programas", destacou o pai de Lucy, José Hilton.

Lucy vai se apresentar e após isso será anunciado o local para votação online e o telefone. Quem não obtiver uma boa votação será eliminado. 

Confira o vídeo gravado no último dia 27 pela Lucy:


PB Agora

Vamos Votar, Gente!

Todo mundo na torcida por ela amanhã e sempre!  Lucy Alves Lucy Alves Team Lucy Alves ‪#‎PB‬ ‪#‎NE‬ ‪#‎THEVOICEBR‬


Veja aqui o visual que Lucy Alves preparou para o Tira-Teima da semana passada. Mas sua apresentação ficou marcada para amanhã! ‪#‎TheVoiceBrasil‬ Vamos ficar atentos e votar muito! O que será que ela vai cantar dessa vez? foto: Isabella Pinheiro/TV Globo Veja galeria completa: http://glo.bo/1g43YRZ

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Papa Francisco diz que foi porteiro de boate na juventude


Em um encontro em um bairro pobre no subúrbio de Roma, no domingo (1º), o papa Francisco afirmou que foi porteiro de uma boate de Buenos Aires na sua juventude, antes de entrar na faculdade para estudar letras e psicologia.

Durante a missa, ele disse que o trabalho de tentar tirar os brigões de dentro de uma casa noturna contribuiu para seus trabalhos de evangelização na Igreja Católica, assim como o período em que lecionou. O pontífice disse que ela já tinha trabalhado como faxineiro e técnico de um laboratório químico em sua adolescência.

A menção ao trabalho foi feita em sua homilia, quando contou que descobriu sua vocação ao se confessar com um padre que ele nunca havia reconhecido. Ele brincou que era de conhecimento comum que os melhores sacerdotes para se confessar são os cegos e os desconhecidos.

O pontífice também fez referência ao desejo de crescer a evangelização pelo aumento da credibilidade dos padres, como mencionou em sua primeira exortação pública, divulgada na semana passada.
Folha

domingo, 1 de dezembro de 2013

Exclusivo: Candidata do The Voice Brasil pede votos para internautas da Chapada Diamantina

Em entrevista exclusiva para o Jornal da Chapada, a participante do programa The Voice Brasil (Rede Globo), a sanfoneira Lucy Alves, que esteve de passagem por Salvador nesta sexta-feira (29), falou sobre a fase eliminatória do desafio e pediu o voto do internauta da Chapada Diamantina na próxima quinta-feira (5) para permanecer no programa. “Conto com vocês, pela música nordestina, pela música brasileira.”, disse a artista paraibana.
Lucy surpreendeu o Brasil ao tocar safona no programa ao invés de apenas cantar uma canção. Nesta feita tocou e cantou a música “Que nem jiló”, de Luiz Gonzaga em parceria com Humberto Teixeira. O primeiro a virar a cadeira para ela foi Carlinhos Brown, e é justamente no time do músico baiano que ela está.
lucy
A artista Lucy Alves | FOTO: Divulgação Oficial |
Sobre a candidata

Desde muito cedo Lucy está nesta caminhada de fomentar a música de qualidade, mas está ligada principalmente aos estilos musicais vindos diretamente da nossa região Nordeste, como baião, xaxado, coco, xote.

Junto com o grupo musical Clã Brasil, formado basicamente de membros da sua família ela já esteve em muitos palcos baianos, na capital e no interior do estado. A artista acompanhou também Alceu Valença em turnê em homenagem a Luiz Gonzaga e já gravou com outros grandes nomes da música brasileira como Sivuca e Dominguinhos, por exemplo.
Pra quem gosta de boa música ela é uma grande esperança de renovação e de aumento da qualidade do cenário musical nacional e da manutenção das tradições nordestinas. Pra quem quer conhecer mais ela e seu trabalho é só dar uma pesquisada na rede. Confira acima o vídeo gravado para o Jornal da Chapada e, de quebra, veja abaixo outros com a performance da artista.
Jornal da Chapada
Veja a apresentação de Lucy Alves no The Voice Brasil:
Vídeo com apresentação de Lucy