terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Prefeito desabafa: Coremas dá água para todo mundo, mas não tem direito de beber água tratada

Antônio Lopes fez balanço deste ano e sua principal meta para 2014 é conseguir o tratamento d’água da cidade


Por Redação da Folha – O prefeito Antônio Lopes (PSDB - foto), de Coremas, avalia que 2013, primeiro ano de sua atual gestão, foi marcado por desafios e grandes dificuldades em função, segundo ele, do caos em que encontrou a Prefeitura. “Apesar de tantas dificuldades e sacrifícios, muito foi feito este ano e, já com tudo organizado, agora pretendemos que 2014 seja o ano da construção, pois temos muitas obras para serem executadas”, comentou Lopes, ao informar que sua principal meta é conseguir uma estação de tratamento d’água para a cidade, que hoje consome água sem ser tratada, impactando drasticamente a saúde pública.

O projeto da estação de tratamento já foi elaborado pela Prefeitura e será encaminhado ao Ministério da Saúde, de quem o prefeito espera conseguir os recursos suficientes para a execução da obra, que é essencial para Coremas. “Hoje a cidade com maior incidência de câncer no Vale é Coremas por causa dessa água contaminada pelos esgotos de 23 cidades e que é distribuída aos coremenses sem nenhum tratamento”, comentou o prefeito, que é médico, ao lamentar que “Coremas dá água para todo mundo, mas não tem direito a beber água tratada”. Atualmente, dezenas de municípios da Paraíba e Rio Grande do Norte são beneficiados pelas águas coremenses.

Lutas e conquistas de 2013

O prefeito disse que encontrou a Prefeitura sucateada, os serviços públicos parados e o funcionalismo atrasado quando assumiu o município em janeiro deste ano, mas superou os desafios e hoje, segundo ele, Coremas retomou a normalidade e o desenvolvimento. “O que eu destaco do meu governo é a transparência e o respeito ao povo”, argumentou.

Na área da saúde, por exemplo, ele informou que conseguiu retomar o funcionamento de todas as sete unidades do Programa Saúde da Família e do Samu, que foram reequipados e hoje estão atendendo a população normalmente. A policlínica municipal com várias especialidades médicas também está funcionando bem, “e o que a gente não consegue resolver aqui manda para Patos, Campina e João Pessoa”.

Outros avanços nessa área foi o município ter aderido a todas as campanhas preventivas, a exemplo das ações pela saúde do homem e da mulher. Somente no Outubro Rosa, foram cerca de 250 mulheres atendidas com mamografias, exame essencial para se detectar o câncer de mama. A melhoria e ampliação dos serviços de saúde também foram possíveis graças à aquisição de novos veículos para a secretaria, entre os quais duas motos, um Uno e uma Doblô. “Avançamos também na questão salarial ao pagar a insalubridade e os quinquênios a todos os agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias”, comentou o prefeito.

Na educação, Antônio Lopes disse que reformou a maioria das escolas municipais e reabriu a creche Sinhá Nunes. A Prefeitura também adquiriu quatro novos ônibus para o transporte escolar e um Fiat para os serviços da secretaria. A melhoria da qualidade da merenda escolar e valorização salarial dos professores foram outros avanços no campo educacional. “Adequamos o salário do professor ao piso nacional, o que representou uma importante conquista salarial para a categoria, que hoje recebe dentro do mês trabalhado e, inclusive, nós pagamos também os salários dos dois últimos meses de 2012 que não foram pagos pela gestão passada”, enfatizou Lopes, que, para o próximo ano letivo, quer vestir com fardamento todo alunado da rede municipal e também equipá-los com material escolar.

Um dos mais importantes avanços administrativos conquistados pela Prefeitura este ano foi botar em dia o pagamento dos fornecedores e funcionários, que passaram a receber dentro do mês trabalhado, o que também fortaleceu o comércio. Aperfeiçoamento da limpeza urbana e renovação da iluminação da cidade foram melhorias sentidas pela população urbana. Na zona rural, o aumento dos beneficiários do Garantia Safra, o corte de terra dos agricultores e a reforma das estradas foram investimentos fundamentais.

Expectativas para 2014

Muitas obras e instalações estão previstas para Coremas no ano que entra, algumas delas por ação parlamentar do deputado federal Ruy Carneiro, segundo o prefeito. Entre elas estão perfuração de poços na zona rural, pavimentação de ruas, construção de quadras poliesportivas, piscicultura, Unidade Básica de Saúde, Caps e, especialmente, a estação de tratamento d’água da cidade.

Outra meta da Prefeitura é ampliar os investimentos no setor pesqueiro do município, possibilitando a abertura de novos tanques para criação e produção de peixes, principal setor econômico de Coremas. “Onde for viável tecnicamente a abertura de tanques, nós estarmos fazendo para aumentar ainda mais a produção de peixe e gerar mais oportunidade de emprego e renda no município”, disse o prefeito, ao argumentar que seu mais importante objetivo administrativo é o bem de Coremas e melhoria da qualidade de vida do seu povo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria... Comenta, vai!