terça-feira, 31 de dezembro de 2013

IPI da linha branca não terá alta em janeiro, informa Ministério da Fazenda


O Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre os produtos da chamada "linha branca" (geladeiras, fogões, máquinas de lavar e tanquinhos) não será elevado no início de 2014, informou o Ministério da Fazenda nesta quinta-feira (31).

De acordo com o governo federal, também não há expectativa de mudança nos próximos meses, de modo que as alíquotas atuais permanecem no atual patamar indefinidamente.

Vale lembrar, porém, que o benefício só vale para os produtos com eficiência energética "A".

Em junho, o governo federal anunciou um reajuste gradual das alíquotas do IPI  de produtos da linha branca (com exceção de máquinas de lavar, que permanece em 10%) no decorrer deste ano, que retornariam ao patamar original a partir de outubro – mas essa iniciativa foi abortada.

Alíquotas do IPI
Com isso, a tributação do IPI para geladeiras e refrigeradores, por exemplo, permanecerá em 10% no próximo ano. A alíquota era de 5% até o fim de janeiro deste ano, passando para 7,5% em fevereiro, 8,5% em julho e para 10% em outubro. A alíquota considerada "original" (cheia) é de 15%.

Para os tanquinhos, o IPI continua no atual patamar de 5% em 2014. O IPI de tanquinhos estava em zero no ano passado, subiu para 3,5% em fevereiro deste ano e, em julho passou para 4,5%, avançando para 5% em outubro. A tributação "cheia" deste produto, pelo IPI, é de 10%.

Para as máquinas de lavar, a alíquota atual é de 10% e já havia a informação do Ministério da Fazenda, divulgada em outubro, de que ela permaneceria neste patamar indefinidamente. Antes do início das reduções do IPI, a alíquota para as máquinas de lavar era de 20%.

Já os fogões tiveram sua alíquota original, de 4%, retomada em outubro deste ano e assim permanecem indefinidamente, informou o Ministério da Fazenda.

G1

Cravo e Canela (Marcos Maia e Badu)


Cravo e Canela, música de Marcos Maia e Badu, interpretada por LucY Alves (The Voice Brasil), ao vivo, num festival de músicas carnavalescas,em joâo Pessoa. — em João Pessoa. https://www.facebook.com/photo.php?v=681998291824373

Na Paraíba 950 mil paraibanos dependem de salário mínimo, que aumenta dia 1º


A partir do dia 1º de janeiro de 2014, o o novo salário mínimo passa de R$ 678 para R$ 724.  A mudança de R$ 46 vai fazer diferença no orçamento de 950 mil paraibanos, entre empregados, aposentados e pensionistas, que têm esse valor como renda. A Paraíba 73,8% da sua população sobrevive  com uma renda de no máximo um salário mínimo, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) . Isso significa que na Paraíba 950 mil pessoas dependem do Salário Mínimo para sobreviver. 

A maioria das pessoas que vive com um salário, vive na zona rural e tem como atividade básica a agricultura. Em Campina Grande, a realidade não é diferente. A dona de casa Maria José da Silva, 65, moradora da rua Luiz Gonzaga, Jardim Atalaia, conta que a sua família sobrevive apenas com o salário e com "alguns bicos" que ela faz. "É uma luta o ano todo" conta. 

Com o dinheiro, ela paga as contas de luz,  água e ajuda com outras despesas. O aumento de 6,78% foi anunciado pelo governo no último dia 23 e é um dos menores desde o início do Plano Real, menor inclusive que o aplicado em 2013. O economista Celso Mangueira sugere calma na readaptação do orçamento doméstico. “Verificar efetivamente o quanto ganha e o quanto tem que gastar para que não haja desequilíbrio financeiro nas contas da família”, afirma.

O número de paraibanos inscritos no Cadastro Único, que dá acesso a programas como o Bolsa Família, ultrapassa dos 908,6 mil, sendo que quase 503 mil deles acessam o programa. Já a população que recebe algum tipo de benefício previdenciário passa dos 631 mil paraibanos, sendo que 344 mil deles vivem na zona rural, mas a renda previdenciária urbana é maior: R$ 705 em média contra R$ 544 entre os rurais.

PBAgora

O último bronze do ano


Renatinha, preocupada com a festa de logo mais, passou o dia inteiro em Tambaú, pegando o último bronze do ano e bebendo água de coco. Ela garante que ficou nos trinkes e quando chegar na lambada da Torre vai botar pra derreter.

Tião Lucena

Réveillon em Campina Grande terá show pirotécnico e festa privada e em JP festa será no Busto de Tamandaré

A festa de virada do ano em Campina Grande terá a tradicional queima de fogos no Açude Velho. O show pirotécnico, que acontece à meia noite, será acompanhado pelo Corpo de Bombeiros e terá 16 minutos de duração. Além do Açude Velho, haverá queima de fogos nos Distritos de São José da Mata e Galante conforme garantiu o prefeito Romero Rodrigues.

No Açude Velho, a Polícia Militar irá fazer uma operação de reforço que deve garantir a segurança do evento, várias equipes realizarão rondas pelas ruas próximas ao açude. A Polícia Civil também vai trabalhar em regime de plantão na delegacia do bairro do Catolé. A Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) terá equipes com agentes de trânsito orientando os motoristas nas ruas próximas de onde será feita a queima de fogos. Cerca de 5 mil pessoas deverão assistir a `a queima de fogos da Rainha da Borborema.

Para quem prefere um Réveillon com atrações musicais, o Garden Hotel está com uma programação especial, com preços de ingressos que variam de R$ 150 a R$ 1.030. A programação do Garden Hotel tem início a partir do meio dia, com um almoço e a apresentação da banda 'Coroas do Samba' para os clientes que optarem pela hospedagem. O preço do apartamento duplo, com entrada às 12h desta terça-feira (31) e saída no dia 1º custa R$ 1.030. Na noite da virada, haverá a apresentação do DJ Gerson Freitas e da banda Voo Livre, a partir das 22h.

Após a virada, que será comemorada com um brinde de champanhe e uma ‘chuva de prata’, haverá um jantar especial para os clientes. Réveillon da Capital terá duas toneladas de fogos para queima em cerca de 13 minutos de duração Em João Pessoa, o Réveillon terá cerca de 13 minutos de queima de fogos. Os fogos foram distribuídos, em duas embarcações flutuantes escoltadas por 20 guardas municipais e militares da Capitania dos Portos da Paraíba, que impedirão o tráfego marítimo no dia a partir de um raio de 200 metros da sua localização, até o término do show pirotécnico.

O espetáculo ganhará os céus logo após o show da banda de reggae brasiliense Natiruts. No total, serão aproximadamente duas toneladas de fogos sincronizados com a trilha sonora para saudar a chegada de 2014 no Busto de Tamandaré. “Faremos o mais belo show pirotécnico que João Pessoa já viu, munido de toda a segurança para os espectadores”, disse o diretor-adjunto da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), André Coelho.

O acionamento será comandado por um sistema exclusivo de computadores equipados com um canal único, responsável pela contagem regressiva. Este sistema atende a uma medida de segurança exigida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

Severino Lopes - PBAgora

Presidente nacional de partido dá ‘carta branca’ para paraibano decidir futuro político

De Recife, Capital de Pernambuco chega à informação que comprova o nível de democracia no PPS-Partido Pós Socialista, que na Paraíba está com um novo comando: do vice-prefeito de João Pessoa Nonato Bandeira.  

A novidade no PPS, diz respeito a um diálogo relatado ao PB Agora por um ex-filiado do partido, que casualmente se encontrou com o presidente nacional do partido, Roberto Freire, no Aeroporto Internacional do Guararapes, bastante solicitou, Freire reconheceu o paraibano e não se furtou a responder questionamentos sobre a politica da Paraíba: 

O interlocutor perguntou a Freire: “E o PPS fica com quem na Paraíba?”, de uma maneira surpreendente, Roberto que é pernambucano respondeu: “Olha amigo, eu fui procurado pelo Eduardo (Campos) para que agisse e oficializássemos um apoio para o governador, porém na Paraíba quem decide o futuro do PPS é o Nonato e os filiados da Paraíba!”, pontuou descartando uma possibilidade de intervenção.


Segundo Roberto Freire a decisão tomada na Paraíba será referendada pela Executiva Nacional. “Na Paraíba o companheiro Nonato tem carta branca para decidir o melhor para o PPS. Chega de brigas na Paraíba!”, enfatizou Roberto Freire lembrando a última quebra de braço envolvendo a disputa pelo comando da legenda.

Tal afirmativa deixa Nonato Bandeira, numa zona de ‘conforto’ para decidir com os filiados qual caminho deseja tomar nas eleições 2014, indo de encontro à tese defendida pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) que em entrevista ao jornal Correio da Paraíba, deste domingo, desejou ‘amarrar’ o apoio do PPS ao seu projeto de reeleição. Coutinho destacou a parceria entre o PPS e o PSB, nacionalmente, dizendo que “esse apoio é importante para todos nós e acho que deve se expressar dentro do Estado [a Paraíba], porque me parece ser esse o pensamento do presidente do PPS, Roberto Freire”.

Em meio a diversas especulações, as declarações de Roberto Freire apenas evidenciam que o prestígio de Nonato Bandeira está em alta junto a Executiva Nacional do PPS.

O telefone do vice-prefeito Nonato Bandeira vai ser bastante discado até as eleições 2014...

Henrique Lima - PB Agora

O Paraíso dos Criminosos


Não é de hoje que o Brasil é considerado “O Paraíso dos Criminosos”. 

No tempo de Cabral já era assim. Naquela época, a Terra Brasilis era terra de ninguém, ou seja, lugar ideal para Portugal despachar seus degredados. 

E veio de tudo pra cá: de oportunistas a ladrões e assassinos, gente que se adaptou muito bem ao nosso clima tropical. 

Ao longo do tempo, nossa hospitalidade sem limites também deu guarida a carrascos nazistas como o médico-monstro Josef Mengele, e a besta de Sobibor, Gustav Wagner. 

Acolhemos, de braços abertos, o ditador paraguaio Alfredo Stroessner, e asilamos, sob nossas asas, o terrorista e assassino italiano Cesare Battisti. 

É que nossa hospedaria de criminosos é como coração de mãe: sempre tem vaga para mais um. 

E por falar em bandidos famosos e foragidos, por onde anda o mensaleiro Henrique Pizzolato?

Assista ao comentário em:
http://www.sbt.com.br/jornalismo/noticias/37577/Rachel-fala-sobre-os-criminosos-que-se-refugiam-no-Brasil.html#.UrIjWvRDv6c

Veja outro comentario:


Armazém Paraíba de Itaporanga fecha 2013 com ações em comunidade carente


O último domingo (29) foi prá lá de especial para os moradores da comunidade Vila Mocó, região periférica da cidade de Itaporanga.

De acordo com o Gerente de vendas, da filial do Armazém Paraíba da cidade, durante todo o ano, foram realizadas inúmeras ações que levaram a solidariedade aos lares de Itaporanga e de cidades vizinhas.


Segundo Vilmar Araújo, este domingo serviu para finalizar as ações de 2013. Aferições de pressão arterial, teste de glicemia, entre outros procedimentos médicos, foram realizados em mais de 115 pessoas cadastradas.

Imagens abaixo:

O “domingo alegre”, assim denominado, contou ainda com cortes de cabelos e tratamentos de beleza. A finalização da ação solidária foi animada por palhaço e em seguida servido um mega lanche com sopa e mil unidades de pães.


“E gratificante ver o sorriso de cada criança durante estas ações que são executadas por todos os funcionários da nossa loja, além disso, neste domingo estivemos distribuindo mais de 400 brinquedos para esta população que é muito carente. Em 2014 pretendemos ampliar mais ainda as nossas ações”, comentou Vilmar.

As ações do Armazém contam também com colaborações de voluntários.


DiamanteOnline

Prefeito desabafa: Coremas dá água para todo mundo, mas não tem direito de beber água tratada

Antônio Lopes fez balanço deste ano e sua principal meta para 2014 é conseguir o tratamento d’água da cidade


Por Redação da Folha – O prefeito Antônio Lopes (PSDB - foto), de Coremas, avalia que 2013, primeiro ano de sua atual gestão, foi marcado por desafios e grandes dificuldades em função, segundo ele, do caos em que encontrou a Prefeitura. “Apesar de tantas dificuldades e sacrifícios, muito foi feito este ano e, já com tudo organizado, agora pretendemos que 2014 seja o ano da construção, pois temos muitas obras para serem executadas”, comentou Lopes, ao informar que sua principal meta é conseguir uma estação de tratamento d’água para a cidade, que hoje consome água sem ser tratada, impactando drasticamente a saúde pública.

O projeto da estação de tratamento já foi elaborado pela Prefeitura e será encaminhado ao Ministério da Saúde, de quem o prefeito espera conseguir os recursos suficientes para a execução da obra, que é essencial para Coremas. “Hoje a cidade com maior incidência de câncer no Vale é Coremas por causa dessa água contaminada pelos esgotos de 23 cidades e que é distribuída aos coremenses sem nenhum tratamento”, comentou o prefeito, que é médico, ao lamentar que “Coremas dá água para todo mundo, mas não tem direito a beber água tratada”. Atualmente, dezenas de municípios da Paraíba e Rio Grande do Norte são beneficiados pelas águas coremenses.

Lutas e conquistas de 2013

O prefeito disse que encontrou a Prefeitura sucateada, os serviços públicos parados e o funcionalismo atrasado quando assumiu o município em janeiro deste ano, mas superou os desafios e hoje, segundo ele, Coremas retomou a normalidade e o desenvolvimento. “O que eu destaco do meu governo é a transparência e o respeito ao povo”, argumentou.

Na área da saúde, por exemplo, ele informou que conseguiu retomar o funcionamento de todas as sete unidades do Programa Saúde da Família e do Samu, que foram reequipados e hoje estão atendendo a população normalmente. A policlínica municipal com várias especialidades médicas também está funcionando bem, “e o que a gente não consegue resolver aqui manda para Patos, Campina e João Pessoa”.

Outros avanços nessa área foi o município ter aderido a todas as campanhas preventivas, a exemplo das ações pela saúde do homem e da mulher. Somente no Outubro Rosa, foram cerca de 250 mulheres atendidas com mamografias, exame essencial para se detectar o câncer de mama. A melhoria e ampliação dos serviços de saúde também foram possíveis graças à aquisição de novos veículos para a secretaria, entre os quais duas motos, um Uno e uma Doblô. “Avançamos também na questão salarial ao pagar a insalubridade e os quinquênios a todos os agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias”, comentou o prefeito.

Na educação, Antônio Lopes disse que reformou a maioria das escolas municipais e reabriu a creche Sinhá Nunes. A Prefeitura também adquiriu quatro novos ônibus para o transporte escolar e um Fiat para os serviços da secretaria. A melhoria da qualidade da merenda escolar e valorização salarial dos professores foram outros avanços no campo educacional. “Adequamos o salário do professor ao piso nacional, o que representou uma importante conquista salarial para a categoria, que hoje recebe dentro do mês trabalhado e, inclusive, nós pagamos também os salários dos dois últimos meses de 2012 que não foram pagos pela gestão passada”, enfatizou Lopes, que, para o próximo ano letivo, quer vestir com fardamento todo alunado da rede municipal e também equipá-los com material escolar.

Um dos mais importantes avanços administrativos conquistados pela Prefeitura este ano foi botar em dia o pagamento dos fornecedores e funcionários, que passaram a receber dentro do mês trabalhado, o que também fortaleceu o comércio. Aperfeiçoamento da limpeza urbana e renovação da iluminação da cidade foram melhorias sentidas pela população urbana. Na zona rural, o aumento dos beneficiários do Garantia Safra, o corte de terra dos agricultores e a reforma das estradas foram investimentos fundamentais.

Expectativas para 2014

Muitas obras e instalações estão previstas para Coremas no ano que entra, algumas delas por ação parlamentar do deputado federal Ruy Carneiro, segundo o prefeito. Entre elas estão perfuração de poços na zona rural, pavimentação de ruas, construção de quadras poliesportivas, piscicultura, Unidade Básica de Saúde, Caps e, especialmente, a estação de tratamento d’água da cidade.

Outra meta da Prefeitura é ampliar os investimentos no setor pesqueiro do município, possibilitando a abertura de novos tanques para criação e produção de peixes, principal setor econômico de Coremas. “Onde for viável tecnicamente a abertura de tanques, nós estarmos fazendo para aumentar ainda mais a produção de peixe e gerar mais oportunidade de emprego e renda no município”, disse o prefeito, ao argumentar que seu mais importante objetivo administrativo é o bem de Coremas e melhoria da qualidade de vida do seu povo. 

Intercalar água e carboidrato com álcool diminui efeitos da ressaca


Fim de ano é sempre marcado por comemorações regadas a muita comida e bebida. Para amenizar os efeitos da ressaca, para quem costuma abusar do consumo de bebidas alcoólicas, a dica é intercalar o consumo do álcool com água, alimentos ricos em carboidratos e água, e até doces - por mais que a combinação não pareça muito saborosa. A recomendação é evitar os quitutes gordurosos.

"Para amenizar os efeitos do álcool, o ideal é dilui-lo o máximo possível. Alimentos ricos em água, como frutas, são hidrossolúveis, e são mais fáceis de ser metabolizados, o que ajuda o álcool a ser eliminado mais fácil", afirma Claudio Miguel Rufino, clínico médico da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Luiz Carneiro d'Albuquerque, professor de medicina da Universidade de São Paulo (USP) e hepatologista, diz que um dos problemas do consumo do álcool é a hipoglicemia (diminuição do nível de glicose no sangue), por isso o ideal é conciliá-lo com carboidratos, frutas e doces.

Ao contrário do que muita gente pensa, o consumo de comida gordurosa aliado ao álcool pode piorar os efeitos da ressaca. "A gordura faz com que o organismo leve mais tempo para metabolizar e absorver o álcool, mas não diminui seus efeitos", diz Rufino.

Se no dia seguinte, mal estar, dor de cabeça, náusea e dores pelo corpo persistirem, a recomendação dos médicos é de colocar em prática o combo: hidratação, repouso e dieta leve com baixa concentração de gordura. O organismo pode levar entre 12 a 18 horas para metabolizar o álcool. 

"É necessário se hidratar e ingerir glicose. A ressaca é uma gastrite alcoólica, é um sinal do estômago, não do fígado, por isso a indicação de não comer nada pesado. O fígado para apresentar sintomas precisa de um comprometimento bastante grande", afirma Rufino. Segundo ele, ao passar dos anos a pessoa fica menos tolerante ao consumo do álcool. "Com a idade todos nós temos o envelhecimento celular e o metabolismo fica mais lento."

Para o hepatologista, a ressaca é um sinal de alarme do organismo. "Repouso, cafeína ou chá e proteção gástrica com alimentação bem leve é a recomendação. Só o tempo cessa o efeito completamente. A melhor maneira de prevenir a ressaca é beber com moderação."

O clínico Rufino explica que o consumo de álcool em doses moderadas e em períodos espaçados não deixa sequelas. O prejuízo, no entanto, pode ocorrer quando este passa a virar rotina. "O que existe de sequela é para as pessoas que têm tendência acabar desenvolvendo o uso crônico de álcool."

G1

Nanda Costa toma banho de cachoeira e vai ao mercado com a mãe em Paraty, sua cidade natal, onde vai passar a virada do ano


Nanda Costa está com os pés no chão. A estrela da Globo trocou as festas badaladas de réveillon para passar a virada do ano em Paraty, sua terra natal, perto da família, do namorado, o chef Davi Peduti, e ao lado também de velhos amigos de infância. Em casa, ela se despede do ano em que se consagrou como protagonista e estrelou a edição de aniversário da “Playboy”, a mais comentada de 2013.


Em seu refúgio, acompanhada de amigos, Nanda Costa vestiu o biquíni e aproveitou o mergulho numa cachoeira de difícil acesso, no fim de semana. Foi às compras com a mãe, Patricia, e, mesmo sendo criada na região, é parada nas ruas para tirar foto. 

Quando uma fã a reconheceu na porta do mercado, a atriz, simpática, parou para posar com a menina. Nanda também explorou as ilhas da região, passeando de barco.



Água: o melhor remédio


A maioria de nós sabe a importância de fazer exercícios, de manter uma dieta adequada e de seguir orientações médicas. Mas, infelizmente, muitos ainda deixam de lado o conselho fundamental de beber água regularmente. E as razões para fazer isso são muitas.

Água ajuda a perder peso

Água não tem gorduras, nem calorias, nem carboidratos, nem açúcar. E, muitas vezes, quando pensamos estar sentindo fome, estamos apenas com sede. Além disso, para quem está de dieta, é melhor beber água do que refrigerantes, bebidas alcoólicas e outras bebidas com alto teor calórico.

Água protege o coração

Beber água diariamente pode diminuir os riscos de ataques cardíacos. Estudos revelam que, quem mantêm o hábito de tomar mais de 5 copos de água por dia tem 41% menos chance de morrer por consequência de um ataque cardíaco.

Água garante energia

A desidratação vai fazer com que você se sinta cansado. Se você tem sede e não bebe água, provavelmente irá sentir fatiga, fraqueza muscular, tontura, entre outros sintomas desagradáveis.

Água cura

Dores de cabeça constantes podem ser simplesmente provocadas pelo baixo consumo de água. Esta é uma causa muito comum desse sintoma, porém constantemente ignorada.

Água mantém a pele saudável

Beber água garante uma pele brilhante, mais limpa e saudável. Após apenas uma semana de regularidade, você já notará a diferença.

Água evita problemas digestivos

Nosso sistema digestivo precisa de uma boa quantidade de água para funcionar normalmente. Ela ajuda a minimizar problemas de acidez no estômago e, quando associada a fibras, pode evitar problemas de constipação.

Água limpa o corpo

A água é usada pelo corpo na eliminação de toxinas e de outros resíduos, ajudando a transportá-los para fora do organismo.

Água evita o câncer

Estudos indicam que beber água regularmente diminui o risco de câncer no colo do intestino em 45% , de bexiga em 50% e pode reduzir sensivelmente a incidência de câncer de seios.

Água potencializa a forma física

Se você não estiver bem hidratado, será mais difícil realizar exercícios físicos corretamente, levantar pesos e acelerar nas atividades aeróbicas. Lembre de beber água antes, durante e após os exercícios.

Dicas

A sugestão de beber de 8 a 10 copos de água por dia é relativa. Isso depende do seu peso, do grau de sedentarismo e da quantidade ingerida indiretamente na forma de alimentos. No entanto, não deixe para beber água quando estiver com sede: isso significa que você já está desidratado. Procure distribuir a ingestão durante o dia, bebendo um copo ao acordar, um com cada refeição e um entre cada uma delas. Uma garrafa de água sempre à vista ajuda a manter o hábito. Se preciso, programe o alarme para tocar nos horários em que deveria estar bebendo água, até criar o hábito.

Melhor com saúde

Câmara de Pedra Branca não é aberta e vereadores são obrigados a realizarem sessão em escola

Os vereadores que compõe o bloco de situação no município de Pedra Branca se depararam com as portas da Câmara Municipal fechada na última segunda-feira (30) quando pretendiam realizar uma sessão para aprovação de uma matéria de extrema importância para o município.

Em razão do fato inesperado, os cinco parlamentares decidiram realizar a sessão no prédio da escola municipal Laura de Sousa de Oliveira. Os trabalhos foram presididos pela primeira secretária da mesa, vereadora Helena Fernandes.


O objetivo era a votação de um Projeto de Lei de autoria do executivo local solicitando um crédito suplementar para realizar até o dia 31 deste ano o pagamento da folha dos funcionários públicos municipais.


Após a leitura de todo o projeto de lei, a assessoria jurídica da prefeitura municipal fez uma breve explanação e explicou detalhadamente sobre a matéria em discussão. Segundo o advogado Junior Remígio, o atual orçamento da prefeitura não foi elaborado pela atual gestão e sim pela gestão anterior, a qual, após a aprovação pela câmara, acabou sancionando a lei. “A prefeitura tem dinheiro, mas precisa de uma dotação suplementar para empenhar algumas despesas. O atual orçamento não foi elaborado pelo prefeito Allan Feliphe, por isto, existe a necessidade de suplementar a lei que não se encontra de forma correta” disse.



O Chefe de Gabinete da Prefeitura, Antônio Bastos, também fez uso da palavra para parabenizar os vereadores de situação pelo compromisso de fazerem o bem por Pedra Branca e de contribuirem para o sucesso da atual administração. Ele ainda criticou o presidente da Câmara Geneton de Caldas por ter “fugido de sua responsabilidade”. “Eu me sinto envergonhado por está participando desta sessão hoje fora do prédio da Câmara, fora da casa do povo. Deixo aqui meu constrangimento aqueles que não tiveram a coragem de assumirem seus verdadeiros papeis de parlamentares" disse Bastos. 



CatingueiraOnline

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Pagamentos em dias e prestação de contas divulgada em rádio, esta foi à agenda do prefeito de Conceição no penúltimo dia do ano


A Prefeitura de Conceição realizou nesta segunda-feira (30), o pagamento dos salários dos servidores públicos municipais referente ao mês de dezembro de 2013, isso porque o Prefeito Nilson Lacerda pretendeu fechar o ano em dias com os servidores , além de proporcionar ao conceiçãozense, a mesa farta na ceia da virada do ano.

Ainda nesta segunda-feira, o prefeito participou de uma verdadeira sabatina, que foi conduzida pelo radialista George Luis da Rádio Educadora.

A prestação de contas do Prefeito durou várias horas, para Nilson, as ondas sonoras iriam levar o conhecimento dos seus trabalhos aos milhares de conceiçãozenses.

De acordo com o seu aliado, João Deon Diniz, a atitude de Nilson foi um verdadeiro espelho das ações públicas, já que o pouco tempo a frente do Poder Executivo Municipal, Nilson se consagrou um dos prefeitos que mais trabalhou em Conceição.

DiamanteOnline

Povo se revolta e bota pra correr vereadores governistas que queriam aprovar aumento de imposto em Princesa


O prefeito de Princesa e a bancada governista na Câmara Municipal daquela cidade vão passar muito tempo para esquecer o que aconteceu hoje. O povo se juntou e impediu a aprovação de mensagem do prefeito que reajustava IPTU e ISS no ano de 2014. Cansados de tanto pagar  e nada receber da Prefeitura em forma de benef[icio, a populaçào saiu do seu conformismo e resolveu gritar. Invadiu o plenário da Câmara e exigiu que a matéria fosse reprovada. Os vereadores do Governo sequer apareceram. De governista mesmo, somente o presidente Rialtoan Araújo, que se fez presente para anunciar a suspensão da sessão por falta de quorum. Os vereadores de oposição, por seu turno, foram à sessão junto com o povo. Lá estavam Irismar Mangueira, Robson Matuto, Célio de Zé Biró e Givaldo Morais, além dos ex-candidatos a prefeito e vice, Ricardo Pereira e Nininha Lucena.

Blog do Tião

Luís Torres será o novo Secretário de Comunicação do Estado


Estela Bezerra confirmou nesta segunda-feira (30) que deixa o cargo de secretária de Comunicação Institucional do Governo da Paraíba.

Ela disputará o mandato de deputada estadual pelo PSB em 2014. Quem também está deixando o cargo é o secretario executivo Paulo André.

O jornalista Luís Tôrres já foi convidado pelo governador Ricardo Coutinho para ocupar a vaga de Estela, assim como o radialista Célio Alves que foi convidado para assumir a vaga de secretario executivo no lugar de Paulo André. Ambos aceitaram as propostas.

Apesar dessas informações, ainda não há data para a posse dos dois, mas, provavelmente, é possível que eles assumam nos primeiros dias de janeiro. Também não está definido se os atos de exoneração e nomeação serão publicados na edição desta terça-feira (31) do Diário Oficial.

Não ficou definido se o jornalista Paulo André será remanejado para outra função na gestão de Ricardo Coutinho.

O prazo legal de desincompatibilização seria em abril do próximo ano, mas Estela teria pedido ao governador a antecipação de sua saída. Ela provavelmente se dedicará à pré-campanha.

Portal Correio/Imagem - reprodução do Facebook

Enfermeira mata idoso no hospital de Patos injetando comida em vez de remédio na sua veia


Um paciente de 84 anos, internado no Hospital Regional de Patos com problemas no pulmão, morreu na manhá deste domingo após tomar comida na veia. O erro foi praticado por uma técnica de enfermagem, conforme declarou ao Patos On Line a diretora do hospital, Drª Sílvia Ximenes.

A Diretora relatou que quando tomou conhecimento do fato, através da Coordenação de Enfermagem, afastou de imediato a técnica, bem como a enfermeira responsável, tomando todas as providências, comunicando o ocorrido ao COREM e registrando um boletim de ocorrência na delegacia de Policial Civil, que instaurou inquérito para esclarecer o caso.

Daneile Tiburcio de Medeiros, Coordenadora de Enfermagem do H.R.P , afirmou que tomou conhecimento do fato às 10h:20, e se dirigiu àquela unidade hospitalar para se inteirar da situação e fazer os procedimentos de praxe para abertura de uma sindicância que apurará o ocorrido.

A técnica acusada de praticar o erro é servidora contratada do hospital desde 2006 e era tida como uma boa profissional, sem nenhuma antecedência que pudesse manchar seu currículum profissional.

O corpo do paciente, de 84 anos de idade, de nome José Furtuoso de Sousa, foi encaminhado para o I.M.L para necropsia que apontará a causa mortis. Ele deu entrada no hospital na última quarta (25), com um quadro de edema pulmonar agudo.

O Delegado plantonista da Delegacia de Polícia Civil, Alarico Rocha, disse que ouviu todas as partes envolvidas para tomar ciência da situação, com exceção da técnica acusada, que não havia sido localizada, mas que será intimada para prestar depoimento. “ Inicialmente nós começamos a tomar todas as oitivas para que pudéssemos formar um convencimento a respeito do fato objeto dessa investigação, estamos aguarda o resultado da necropsia para poder definir de forma exata a causa morte do paciente”, afirmou o delegado.

Blog do Tião

Assassinato em Pedra Branca: homem ameaça o pai e é morto pelo próprio irmão

Conflito familiar motivou a tragédia


Por Redação da Folha O homicídio foi no final da noite desse domingo, 29, na Rua Francisco Alvino, em Pedra Branca. José Ângelo de Araújo, de 45 anos, que residia no conjunto Chagas Soares, em Itaporanga, foi morto com um tiro na cabeça em frente à casa de um irmão, que, segundo a Polícia Militar, é o acusado do crime e está foragido.

O conflito familiar, conforme a Polícia Civil, começou na véspera do fato, quando José Ângelo teria agredido o pai, que reside em Pedra Branca. Ele chegou a ser conduzido à delegacia de Itaporanga, mas não houve indiciamento porque a vítima não apareceu para assinar a representação.

Na noite desse domingo, ele voltou a Pedra Branca e teria ameaçado o pai, ocasionando um conflito com o irmão, Adailton Angêlo de Araújo, que é o acusado do homicídio, conforme a PM. O homem teve morte imediata.

O corpo da vítima foi levado para exame cadavérico em Patos e o relatório do caso encaminhado pela PM à delegacia de Itaporanga para investigação. 

Suspeito de roubar e agredir deputado Janduhy Carneiro foge de presídio no RN


Tês detentos fugiram na tarde deste sábado (28) do Centro de Detenção Provisória da cidade de Assu, na região Oeste potiguar. De acordo com a direção da unidade, os presos conseguiram escapar após serrarem as grades da cela. Os fugitivos foram identificados como Washington Martins da Rocha, Carlos Henrique da Silva e Nícolas Fernandes Bezerra.

Este último, suspeito de ter assaltado e agredido a coronhadas o deputado estadual Janduhy Carneiro, do Partido Ecológico Nacional (PEN) da Paraíba. O crime aconteceu no final de setembro deste ano em um posto de combustíveis nas proximidades da cidade de Assu. Na fuga, Nícolas deixou cair um aparelho celular com várias fotos em que ele próprio aparece empunhando duas armas de fogo. A PM divulgou as imagens.

Ainda segundo a polícia, as fotos divulgadas ajudaram a localizar o suspeito, que foi preso no dia 12 de outubro dentro de uma casa no conjunto Parati 2000, lá mesmo em Assu. Na ocasião, Nícolas teria confessado participação no assalto ao posto de combustíveis. "Tínhamos informações que o suspeito estava pela cidade. Fizemos uma operação para recuperar uma moto roubada e ele estava na mesma rua", relatou o major Assis Santos, comandante da PM no município. Além da prisão, foram apreendidos um revólver calibre 38 e quatro celulares.

Deputado agredido

O deputado estadual Janduhy Carneiro, do Partido Ecológico Nacional (PEN) da Paraíba, foi uma das vítimas do assalto ao posto de combustíveis ocorrido no início de setembro deste ano às margens da BR-304, nas proximidades da cidade de Assu. Segundo Valder Teixeira, que é chefe de gabinete do parlamentar, Janduhy estava acompanhado de um filho adolescente e de um motorista. Os três foram agredidos a coronhadas. “Eles apanharam muito. O deputado levou coronhadas na cabeça. O filho dele também foi agredido. Quem mais apanhou foi o motorista, que ficou cheio de hematomas”, afirmou Valder.

Janduhy cruzou o Rio Grande do Norte quando voltava do Ceará para a Paraíba. Ele foi a Fortaleza para ver o jogo entre o Botafogo (PB) e o Tiradentes (CE), partida válida pelas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. "Eles pararam no posto para abastecer. Todos apanharam muito. E o celular que o ladrão perdeu ficou dentro do carro do deputado. O veículo, uma caminhonete Santa Fe, só não foi levada porque os assaltantes não souberam ligar”, acrescentou o chefe de gabinete.

Ainda de acordo com o chefe de gabinete, os criminosos roubaram vários pertences pessoais das vítimas, “inclusive um relógio que o deputado considera de valor inestimável pelo apego emocional”, revelou Valder.

pbagora

Diamante completa hoje, 52 anos de Emancipação Política


O topônimo Diamante remonta desde 1752 e tem referência histórica muita antiga.

Assim era chamado o sitio e a serra que se limitavam com as três léguas quadradas de terras "devolutas" da Casa da Torre, cujo centro de terra localizava-se no poço Pombinho, às margens do Rio Piancó, que servia para as atividades da agropecuária.

Faz-se necessário afirmar que estas terras foram concedidas pelo governador da Capitania, Antônio Borges da Fonseca ao sertanista Manoel de Sousa Olival, dando início à povoação do lugar.

Em 1768, no governo de Jerônimo José de Mello e Castro, o sertanista José Félix de Sá, adquire por concessão, légua e meia quadrada de terras centralizada no Olho D'água de Diamante, que servia para a criação de gado. Em 1816, o Capitão Domingos João Dantas, morador no Piancó e que via a possibilidade de expandir seus negócios na região pede concessão de terras nesta região aos governadores interinos da Província da Paraíba, André Alves Pereira e Ribeiro Cirne, com o intuito de explorá-las. Aceito o pedido, a chefia do governo estadual confia-lhe um bom pedaço de terra, que ao norte extremava-se com a fazenda Jenipapo, ao sul com os sítios Antas e Bruscas, ao leste com a fazenda São Boa Ventura e ao oeste com o sítio Milho D'angola e Santana, que a partir de então teve seu desenvolvimento bastante acentuado. Desse modo, no centro desses limites teve origem a povoação.

Já bem estabelecido e explorando as terras do pequeno vilarejo, o Capitão Domingos João Dantas via naquela gente humilde sua vigorosa fé em Deus, a qual era expressa principalmente na figura de seu vaqueiro, José Veríssimo. Homem íntegro, de fé profunda, temente a Deus e devoto de Nossa Senhora, crente que poderia ser atendido pelo seu patrão, resolve fazer um pedido todo especial, ou seja, que o senhor dono daquelas terras doasse uma pequena leva ao patrimônio da Igreja, com o intuito de que no vilarejo fosse erguida uma pequena capelinha, onde todos os seus habitantes pudessem se reunir para as orações e as práticas de suas celebrações de vida.

Em 1846, o vaqueiro José Veríssimo tem o seu pedido atendido e o Capitão Domingos João Dantas faz a doação do terreno. No mesmo ano começa a ser erguida uma pequena latada, rústica em sua estrutura e coberta com palhas de carnaubeira, que no seu interior abrigava um simples oratório, com a imagem de Nossa Senhora do Rosário. São nestas condições que o povo se reunia para as suas orações. Devido ao aumento de moradores que freqüentavam aquele local simples, o local tornava-se pequeno para acomodar tanta gente, que a cada dia crescia também na fé. Desse modo, ao sentir a necessidade da transformação da pequena latada em um local mais aprazível para os encontros religiosos da comunidade, em 1856, dava-se início a construção da capelinha, que ao seu redor via também a elevação das primeiras residências. Com isso, o pequeno vilarejo vislumbra seu crescimento. Coube a Luís Antônio, José Maria Franco, Antônio Vicente a responsabilidade pela construção e acabamento da capela e do cruzeiro, que, para a alegria da comunidade, recebeu a imagem de Nossa Senhora da Conceição, talhada em madeira, doada pelo Capitão Domingos João Dantas.


Após a grande seca de 1877, voltam os bons invernos, e o povoado, privilegiado pela sua localização, entre o rio Piancó e o riacho do Saco (Sabonete), logo atraiu novos moradores, que muito contribuíram para o crescimento do pequeno povoado. Merecem destaques os senhores, Abílio Sérvulo de Sousa (1842-1920). Homem de profunda religiosidade e fé era casado com Águida Barreiro de Sousa, que constituiu grande família no Sítio Sabonete, vindo a ser posteriormente as famílias ABÍLIO e PEGADO uma das mais tradicionais do município. Grande agropecuarista, muito fez pela cidade, principalmente no campo religioso. Além deste, outra grande personalidade que muito contribuiu para o desenvolvimento do atual município de Diamante foi o fidalgo Gervásio de Sá Pegado (1842-1900). Vindo de Portugal, aportou em Princesa Isabel, casando-se com a senhora Cecília Antas Pereira. Ao saber da riqueza das terras de Diamante, logo se mudou e instalou a primeira beneficiadora de algodão da região na localidade. Além de grande comerciante foi também agropecuarista. Seu rebanho de bovinos era o maior de todo aquela região sertaneja, que era comercializado em Itabaiana, município localizado no baixo Paraíba, além de outras cidades do estado de Pernambuco.

Formação Administrativa


O atual município de Diamante que já foi por muito tempo distrito de Misericórdia, atual Itaporanga, obriga-nos a recorrer a essa importante cidade do Vale do Piancó, para bem entender nossa história.

Dado seu crescimento pujante, o antigo distrito que pertencia a Piancó, logo foi desmembrado, adquirindo sua autonomia pela Lei Provincial n° 104, de 11 de dezembro de 1863, verificando-se sua instalação no dia 09 de janeiro de 1865, com o nome de Misericórdia. Pôr efeito do Decreto-lei Estadual n° 1.164, de 15 de novembro de 1938, ganha o nome de Itaporanga, que em tupi-guarani significa "pedra bonita". A partir de então passa a ter mais um distrito: o de São Paulo, cujo nome foi uma sugestão do Pe. Joaquim Ludugero Pereira Diniz, vigário dessa comuna, que antes era chamava de vilarejo “Paulo Mendes”. Pelo Decreto-lei Estadual nº 520, de 31 de dezembro de 1943, que proibia o nome idênticos de localidades em todo o Brasil. Sendo assim, o distrito de São Paulo passou no dia 04 de janeiro de 1944 a denominar-se Diamante. Devido seu crescimento o novo distrito foi elevado à categoria de município através da Lei Estadual nº 2655, assinado pelo então governador Pedro Moreno Gondim, no dia 21 de dezembro de 1961. Sua instalação se deu no dia 30 de dezembro de 1961 e seu primeiro prefeito nomeado foi o senhor Arcênio da Costa Mangueira, que ficou no cargo até o dia 30 de dezembro de 1962.

Sua primeira eleição direta aconteceu no dia 01 outubro de 1962, quando seus habitantes elegeram seu primeiro prefeito. Na ocasião, foi eleito o agropecuarista e comerciante Argemiro Abílio de Sousa, juntamente com o seu vice, o também agropecuarista e comerciante Joaquim Serafim de Sousa, que governaram o município a partir de 01 de janeiro de 1963 a até o 31 de dezembro de 1967.


A primeira câmara de vereadores do município também fora eleita neste mesmo pleito e era assim constituída: Creciano Alves de Sousa, Crisanto Abílio de Sousa, Francisco Miguel Diniz, Pedro Antas Pereira, Pompeu de Sousa Diniz e Normélia Mangueira Neves.

Atualmente o município é administrado por Hércules Mangueira Diniz, filho de Hermes Mangueira Diniz (1942-2000), que governou o município por três mandatos. Foi uma das grandes lideranças políticas, deixando, portanto, um legado extenso na vida política do município de Diamante.

Argemiro Abílio de Sousa

O Grande Benfeitor

Argemiro Abílio de Sousa tem suas origens nas terras do Sítio Sabonete, de propriedade de seu genitor, tronco da família ABÍLIO e PEGADO, onde nasceu aos ................ dias do mês de ........................ do ano de 1910, sendo seus pais o senhor João Abílio Sérvulo de Sousa e dona Joana Abílio Pegado de Sousa. Casou-se com dona Luiza Martins Abílio Vieira e do seu matrimônio teve os seguintes filhos: Maria Antuza Abílio Durate, Armanda Maria Abílio Diniz e Armando Abílio Vieira. Veio a falecer aos ....... dias do mês de...... do ano de 1983.

A respeito desse grande personagem de nossa história local, pode-se dizer que, em qualquer estudo que se faça da história política de Diamante a partir da década de 60, há de se ressaltar a figura do homem público Argemiro Abílio de Sousa.

A trajetória deste ilustre homem sertanejo e cidadão diamantense constituiu-se em verdadeiro sacerdócio, traduzido em vocação constante, sincera e intransigente na defesa das causas dos mais necessitados de sua terra. O desejo de servir era, em Argemiro Abílio, uma qualidade inata, autêntica, reforçada pelo despojamento material absoluto que compunha seu estilo de vida.


Primeiro prefeito eleito do município de Diamante transplantou o espírito rigoroso com que pautava sua vida para o campo da administração. Dessa forma, sem incorrer a qualquer tipo de injustiça àqueles que vieram depois dele para comandar os destinos de Diamante, em Argemiro Abílio de Sousa podemos dizer sem nenhuma paixão advinda da emoção que, incontestavelmente foi, é e continuará sendo eternamente o grande benfeitor desta terra.

Sua larga obra administrativa e os inúmeros serviços prestados à comunidade impulsionaram o desenvolvimento da cidade e do município, graças a sua indelével sensibilidade e competência no trato da coisa pública.

Diamante como município recém criado teve em seu primeiro prefeito a visão universal de um homem que lhe deu a infra-estrutura necessária, as quais ainda hoje têm seu caráter atemporal. Nada que fez foi efêmero. A tudo que construiu, emprestou o sentido das coisas imperecíveis. Entendeu sempre que as coisas passam e se esgotam com o correr do tempo inexorável, mas são pôr elas também que os instrumentos da imortalidade se fazem presentes a cada dia na medida em que são utilizados para a realização do bem comum.

Por tudo isso é que podemos dizer que o prefeito Argemiro Abílio de Sousa foi um ser racional quase perfeito. Não é gratuitamente que seu nome se inscreve e está perpetuado como o maior administrador de seu tempo. Seu governo ainda é hoje considerado como um dos mais dinâmicos e profícuos de Diamante.

Homem de profunda fé em Deus e devoto de São Sebastião, nunca se abateu diante das dificuldades que enfrentou. Sério em suas ações, de espírito público elevado, cumpridor da palavra empenhada, probo e de ações transparentes nunca buscou privilégios pessoais. Antes de tudo, o raio de suas ações estiveram sempre voltados para o bem comum e os interesses superiores de querida terra natal.

Como legado de suas ações políticas deixou a marca do serviço prestado a Diamante, mas, sobretudo o caráter de honestidade que emprestou a tudo que realizou.

Como herança de tudo que deixou no campo político hoje temos o seu filho, deputado federal Armando Abílio Vieira, que denodadamente ao longo de sua vida parlamentar vem dando continuidade ao trabalho do seu pai, contribuindo incomensuravelmente com o desenvolvimento de Diamante e bem estar de seu povo.


Caracterizações do Município de Diamante

Localização e Acesso


O município de Diamante ocupa uma área de 211 km2 e está distante 489 km da capital do estado da Paraíba, João Pessoa. Está localizado na região Oeste do Estado da Paraíba, mesorregião de Cajazeiras, limitando-se ao Sul com Santana de Mangueira e Curral Velho; a Oeste com Ibiara e Conceição; a norte com São José de Caiana; a Nordeste com Itaporanga e a Leste com Boa Ventura.

A forma de seu território é alongada no sentido norte/sul e apresenta uma reentrância formando uma cintura, no sentido leste/oeste. A sede municipal apresenta uma altitude de 310m e coordenadas geográficas de 38o 09’ 03’’ Longitude Oeste e 07o 18’ 14’’ de Latitude Sul.

O acesso ao município se dá a partir de João Pessoa, através da BR-230 até a cidade de Patos, onde toma-se a BR-361 até Itaporanga. A partir desta, segue-se por mais 16 km, entrando-se em via pavimentada a esquerda percorrendo-se cerca de 8 km até a sede municipal.

Relevo

O relevo acha-se incluso na denominada “Planície Sertaneja”, a qual constitui um extenso pediplano arrasado, onde localmente se destacam elevações residuais alongadas e alinhadas com o “trend” da estrutura geológica regional. Dessa forma o relevo do município apresenta forma irregular com terrenos altos e baixos, que se alteram com áreas onduladas, conjuntos de serras, solos pedregosos e solos argilosos. Suas maiores altitudes encontram-se na serra Grande com 705 m, serra dos Picos com 695 m, serra da Mata Limpa com 650 m, serra do Exú com 632 m, serra dos Barreiros com 520 m, serra da Vaca Morta com 480 m, serra do Olho D’água e serrote da Ema com 450 m, respectivamente.

Aspectos Fisiográficos

Em termos climatológicos o município acha-se inserido no denominado “Polígono das Secas”, constituindo um tipo semi-árido quente e seco, segundo a classificação de Koppen. As temperaturas são elevadas durante o dia, amenizando a noite, com variações anuais dentro de um intervalo 23º a 30º C, com ocasionais picos mais elevados, principalmente durante a estação seca. O regime pluviométrico, além de baixo é irregular com médias anuais em torno de 1.090mm/ano. Devido às oscilações dos fatores climáticos, podem ocorrer variações com valores para cima ou para baixo do intervalo referenciado. No geral, caracteriza-se pela presença de apenas 02 estações: a seca, que constitui o verão, cujo clímax é de setembro a dezembro e a chuvosa, denominada pelo sertanejo de inverno.

A vegetação é de pequeno porte típica de caatinga xerofítica, onde se destaca a presença de cactáceas, arbustos e árvores de pequeno a médio portes. Os solos são resultantes da desagregação e decomposição das rochas cristalinas do embasamento, sendo em sua maioria do tipo Podizólico Vermelho-Amarelo de composição arenoargilosa, tendo-se localmente latossolos e porções restritas de solos de aluvião.

A rede de drenagem é do tipo intermitente e seu padrão predominantemente dentrítico, devido à existência de fraturas geológicas, mostra variações para retangular e angular. Os riachos e demais cursos d’ água que drenam a área, pertencem a denominada Bacia do Rio Piancó.

Águas Superficiais

O município de Diamante encontra-se inserido nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Piranhas, sub-bacia do Rio Piancó. Seus principais tributários são: o Rio Piancó e os riachos do Logradouro, do Meio, Chatinha, Carnaúba, Olho d’Água, do Saboente, do Saco e os córregos da Onça, do Romão, Umburana e dos Bois. Todos os cursos d’água têm regime de escoamento intermitente e o padrão de drenagem é o dendrítico.

DiamanteOnline com Textos de Geraldo Mendes