sexta-feira, 26 de outubro de 2012

ITAPORANGA SE PREPARA PARA O II FICA

O Portal Do Vale Apresenta Nestes Dias 15,16 E 17 De Novembro O II Fica (Festival Itaporanguense De Cultura e Arte).

Um Palco Será Montado Na Avenida Getúlio Vargas Para As Apresentações. 

Participações Especiais: 

Quinta-Feira --> Cabaçá/São José De Caina 

Sexta-Feira --> Merlânio Maia e Bebé De Natércio 

Sábado --> Show Com (Azeitona) Do Trombone 

Ainda Teremos: Artesanato, Literatura, Pintura, Música, Mágica, Arte, Teatro, Cordel, Viola. Segundo O Idealizador Do Envento As Despesas Ficam Em Torno De R$ 13.000,00 Adiquiridos Através De Patrocínios De Empresários De Itaporanga e Região. Realização: Portaldovale.Net

Postado por Patrício Silvahoteis em frança
O Portal Do Vale Apresenta Nestes Dias 15,16 E 17 De Novembro O II Fica (Festival Itaporanguense De Cultura e Arte). Um Palco Será Montado Na Avenida Getúlio Vargas Para As Apresentações. Participações Especiais: Quinta-Feira --> Cabaçá/São José De Caina Sexta-Feira --> Merlânio Maia e Bebé De Natércio Sábado --> Show Com (Azeitona) Do Trombone Ainda Teremos: Artesanato, Literatura, Pintura, Música, Mágica, Arte, Teatro, Cordel, Viola. Segundo O Idealizador Do Envento As Dispesas Ficam Em Torno De R$ 13.000,00 Adiquiridos Através De Patrocínios De Empresários De Itaporanga e Região. Realização: Portaldovale.Net Postado por Patrício Silva hoteis em frança

Um Encontro Emocionante

Uma Encontro Emocionante

(Reynollds Augusto)


Já faz mais de um ano que criamos um encontro de amigos, todas as quintas, pelas 20 horas, no Centro Espírita Jesus de Nazaré, de Itaporanga. Nós apelidamos o nosso estudo de Esle (Educação do sentimento e o Livro dos Espíritos). Basicamente é uma discussão em torno do EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO e O LIVRO DOS ESPÍRITOS. Basicamente, são temas que dizem respeito ás nossas vidas, ao nosso cotidiano.


A família está crescendo e isso é bom. Em verdade, a Espiritismo não tem a preocupação preliminar de ajuntar pessoas, conquistar adeptos e sim de conscientizar à vida. Quantitativo é importante, qualificativo é mais salutar. O professor Kardec defendia que era mais eficiente existir vários grupos espíritas, pontuais, pequenos, espalhados pela cidade, do que um “centrão”,com a casa cheia. Quanto mais gente, mais dificuldade de se fazer entender essa proposta de Jesus, renovada com as luzes da razão e do bom senso.


Amigos que se distanciaram voltaram e confidenciaram que a distância dos encontros causam certa insegurança e que estar próximo dos estudos potencializa a alegria de viver. É como se carregássemos as nossas baterias todas as quintas para “enfrentar” os desafios da vida, que segue incólume ao seu destino. Todos fomos criados para entender o que é felicidade.


O encontro nos fez relembrar Joana de Angelis, a mentora do Expositor Baiano, DIVALDO FRANCO, o Paulo de Tarso dos dias atuais:


"Felicidade Possível



Acreditavas que a felicidade seria semelhante a uma ilha fantástica de prazer constante e paz permanente. Um lugar onde não houvesse preocupação, nem se apresentasse a dor; no qual os sorrisos brilhassem nos lábios, e a beleza engrinaldasse de festa as criaturas.
Uma felicidade feita de fantasias parecia ser a tua busca.



Planejastes a vida, objetivando encontrar esse reino encantado, onde, por fim, descansasses da fadiga, da aflição e fruísses a harmonia.



Passam-se anos, e somas frustrações, anotando desencantos e amarguras, sem anelada conquista.



Lentamente, entregas-te ao desânimo, e sentes que estás discriminado no mundo, quando vês as propagandas apresentadas pela mídia, nas quais desfilam os jovens, belos e jubilosos, desperdiçando saúde, robustez, corpos venusinos e apolíneos, usando cigarros e bebidas famosas, brincando em iates de luxo, ou exibindo-se em desportos da moda, invejáveis, triunfantes...





Crês que eles são felizes...



*

Não sabes quanto custa, em sacrifício e dor, alcançar o topo da fama e permanecer lá.



Sob quase todos aqueles sorrisos, que são estudados, estão a face da amargura e as marcas do ressaibo, do arrependimento.



Alguns envenenaram a alma dos charcos por onde andaram, antes de serem conhecidos e disputados.



Muitos se entregaram a drogas perturbadoras, que lhes consomem a juventude, qual ocorreu com as multidões de outros, que os anteciparam e desapareceram.



Esquecidos e enfermos, aqueles que foram pessoas-objeto, amargam hoje a miséria a que se acolheram ou foram atirados.



*

Felicidade, porém, é conquista íntima.



Todos os que se encontram na Terra, nascidos em berços de ouro ou de palha, homenageados ou desprezados, belos ou feios, são feitos do mesmo barro frágil de carne, e experimentam, de uma ou de outra forma, vicissitudes, decepções, doenças e desconforto.



Ninguém, no mundo terreno, vive em regime especial. O que parece, não excede a imagem, a ilusão.



*

Se desejas ser feliz, vive, cada momento, de forma integral, reunindo as cotas de alegria, de esperança, de sonho, de bênção, num painel plenificador.

As ocorrências de dor são experiências para as de saúde e de paz.

A felicidade não são coisas: é um estado interno, uma emoção.

Abençoa os acidentes de percurso, que denominas como desdita, segue na direção das metas, e verás quantas concessões de felicidade pela frente, aguardando por ti.



Quem avança monte acima, pisa pedregulhos que ferem os pés, mas também flores miúdas e verdejante relva, que teimam em nascer ali colocando beleza no chão.



Reúne essas florezinhas em um ramalhete, toma das pedras pequeninas fazendo colares, e descobrirás que, para a criatura ser feliz, basta amar e saber discernir, nas coisas e nos sucessos da marcha, a vontade de Deus e as necessidades para a evolução."


PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.

www.reynollds.blogspot.com

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Visão Sociológica do Direito


Visão Sociológica do Direito

(Reynollds Augusto)



Eu sou um sonhador e se você, amigo leitor, não é, mude de posição, pois vai viver sem combustível para buscar o que realmente interessa à sua vida. Quem não sonha, morreu antes do tempo.

Os grandes homens, que fizeram a diferença nesse mundo atrasado, morada de espíritos compromissados, que somos todos nós, tinham nos seus sonhos o esteio da felicidade, que é um estado interior e jamais está atrelada as conquistas externas, que não satisfaz profundamente.

Quanto mais você tem, mais você quer e o danado que não dá tempo para se ter tudo, pois a morte do corpo físico vem antes, e voltamos ao mundo dos espíritos sem as bagagens da paz e da felicidade. Aí, meu filho, só na próxima reencarnação, que é o laboratório das almas em evolução!

Mas, uma das motivações e causa da felicidade é o estudo, o aperfeiçoamento, a amplidão das visões, que estabelecem uma das verdadeiras conquistas da alma. Aprendi que se quisermos chegar a Deus, a causa causal de tudo, é preciso esforço, empenho, movimento. Foi por isso que Jesus, um dos espíritos mais perfeitos que veio ao nosso orbe, ensinou: “Bate e abrirá; busque e achareis”. Isso é movimento. É ação.

Essa“salvação” que as religiões apelidam para o ser que alcançou a completude nada mais é do que evolução. Aprendizado, conhecimento. Essa é a primeira asa que nos leva a Deus, o conhecimento. Mas, para voar mesmo, é preciso desenvolver a outra, o sentimento. Não adianta saber se você nem desconfia para que servem suas aquisições. A resposta é fácil: para ajudar a humanidade a encontrar a paz e ser mais fraterna. O resto é puro egoísmo, que a vida não deixa barato. É preciso saber e sentir.

Mas essa semana nós presenciamos uma magnífica aula de um jovem de 38 anos que é um analista científico da nossa pobre sociedade hipócrita. Isso me fez lembrar o mestre Jesus:

-“Ó, hipócritas até quando estarei convosco”.

O professor-doutor, Luciano Albino, nos fez refletir sobre a sociologia jurídica e o Direito, que envolve a todos. O Tribunal de Justiça da Paraíba e a Escola Superior da Magistratura, juntamente com a Universidade Estadual de Campina Grande, estão de parabéns. Não se pode pensar direito, o DIREITO, sem se ter uma noção básica da origem das nossas normas, que são frutos da ebulição e maturidade social.

O incremento serviu para aperfeiçoar servidores e juízes que lidam com a norma a produzir justiça, que está acima das convenções legais, mas que não pode fugir da norma positivada. Por isso que quanto mais maduro o intérprete da lei estiver, melhor ele aplicará, com justiça, a norma fria, abstrata.

Quero parabenizar o professor Luciano e creditar a ele mais uma aquisição de conhecimento complementar, de minha parte, que é uma das asas que nos leva a Deus, a meta da humanidade.


Daqui a pouco seremos todos historia e só o espírito imortal segue com o seu conhecimento e seu sentimento.


PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

II FICA ESTÁ CHEGANDO


Jornal da Cidade Fica Também

(Reynollds Augusto)

 
Confesso a vocês que não sou muito de acompanhar os “Jornais” televisivos e radiofônicos em geral. É que a maioria, com raras exceções, não se serve para informar o que realmente interessa e pode acrescentar à sociedade, sempre em ebulição e formação.


Tem rádio e televisão que se você “espremer sai sangue” e outros abalam pelos apelos e desserviços medíocres, manipulando as informações e se submetendo aos visíveis interesses politiqueiros, que andam longe da verdadeira política.


O Estado, a política, as instituições em geral, existem para servir essencialmente ao ser humano. Quando acadêmico de Direito o nosso trabalho de final de curso, precisamente na aula da saudade, foi exatamente esse tema: “A imprensa Constitucional e a sua Liberdade”.  O tema foi exaurido e concluímos bem. Mas o que os nossos jornais fazem, em termos de informação, que deveria alimentar o cidadão, é brincadeira, como diz o meu amigo, colega e venerável Zé Niton.

 
Esse preambulo é para cumprimentar a volta do Jornal da Cidade, da Rádio Boa Nova FM, que é um projeto encabeçado pelos jornalistas Júnior Viriato e Marta Ribeiro, que sempre admirei por sua verve.  Agora identifiquei mais uma voz feminina. Muito bom ouvir vozes femininas movimentando a informação e com a lucidez de poucos. Assim, quem sabe, elas conseguem conter os “ímpetos” e arroubos jornalísticos do grande Júnior, pessoa que também admiro.

 
A verdadeira Rádio Comunitária, como está nos meandros da lei, serve de escola para grandes locutores á exemplo do jornalista e animador FLÁVIO JOSÉ, SOUSA NETO, J PAULO e tantos outros, “crias” da Rádio Boa Nova. O advogado e irmão espírita TITICO PEDRO, está “acertando” no alvo ao permitir que se leve ao ar esse projeto de informação, que veio para ficar.   Esse sim é um jornal que provoca um grande serviço à população, dentre poucos.


Mas, no dia de hoje, eu fiquei feliz com as falas do entrevistado, RAINÉRIO, administrador do PORTAL DO VALE.  Sempre admirei Rainério por sua criatividade, inteligência e compromisso com o que acredita. A primeira versão do “FICA” já demostrava que o projeto era inteligente, necessário, eficaz e que tinha vindo para ficar. À época pensei, inicialmente, que as dificuldades em fazer acontecer um projeto como esse, sem patrocínio público, iria descambar à morte da proposta. Dei com os “burros náguas”, pois tinha esquecido de quem estava por trás do grande movimento cultural. O FICA veio e ficou, movimentou os nossos artistas, como ninguém.
 

Fiquei feliz, pois nessa versão II, que acontecerá em novembro, ele convidou o POETA MERLÂNIO MAIA e BEBÉ DE NATÉRCIO, para que possam abrilhantar as nossas noites de cultura. MERLÃNIO quando versa trás emoção e consciência na sua poesia. Além de ser um tocador de mão cheia. BEBÉ, com a sua irreverência nos ensina a pensar.


Eu sempre FICO ouvindo todos os dias o JORNAL DA CIDADE, com esses ases da informação. Ficarei observando o FICA II, com o entusiasmo e alegria daqueles que sabem que os valores de nossa terra têm, agora, um ambiente para se apresentar ao mundo. O feriadão do dia 15 de novembro, deste ano, será o reencontro de atores, poetas, escritores, repentistas, amantes da boa arte. Itaporanga respirará emoção.

 
BOAS NOVAS PARA ITAPORANGA!


PARABENS PORTAL DO VALE!

 
PARABENS RAINÉRIO!

 
VIVA A CULTURA!

 
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

www.reynollds.blogspot.com

 


 

domingo, 21 de outubro de 2012

“Maktub”

Tudo Está Por Escrever. E  Escrevemos Bonito Mais Uma Festa das Crianças do Cesb de Boa Ventura.
( Reynollds Augusto)


Há uma expressão árabe que não concordo muito, só em parte. Trata-se da palavra “Maktub”, que significa “já está estava escrito”. A primeira vez que tive contato com essa expressão foi à época da emocionante novela da Rede Globo, que se chamava O CLONE, da grande novelista Glória Perez. Havia muita emoção no enredo e um passeio superficial, mas interessante, em torno de uma cultura diversa da nossa.

Não sou “novelelo” de plantão, como dizia o CEBOLINHA, amigo da brava MÔNICA, mas no momento da primeira exibição da novela, eu estava convalescendo de uma enorme pancada da cabeça, que gerou um estado de coma e tudo.  Eram dias de incertezas externas, mas que reforçaram ainda mais a minha certeza íntima de que a morte não existe e que há vida sempre.

 Conhecer essa verdade através dos livros e pelos esclarecimentos lúcidos da Doutrina Espírita, codificada pelo grande Alan Kardec, é esperançoso. Agora, viver na prática e “objetivamente” essa verdade é essencial; e assim experimentando, aprendemos a fugir, ainda mais, das ilusões da caminhada. Dei uma “passeada”, consciente, pelo mundo dos espíritos, a nossa verdadeira morada.

 Eu brinco com os amigos que todo mundo deveria passar por esse choque de verdade e experimentar um estado de coma, por alguns dias. É uma terapia eficaz. Sabe aquela experiência de um Estado Quase Morte?(EQM).  Essa é uma terapia espiritual dura, para gente como eu, atrasada, que buscava ilusões, mas que serviu para pudesse rever valores e procurar novos caminhos.  Sei que você não precisa disso.

Mas, como eu dizia, só há uma coisa fatal, que está realmente escrita e que você jamais fugirá dela. É que nos fomos criados por Deus para depuração, para a evolução ou, expressão que não concordo para “a salvação”, pois “nenhuma das ovelhas do meu Pai se perderá”.  Palavras, palavras, palavras...

Para se depurar é preciso “andar”, se movimentar em busca da luz, ou da verdade, com disse Jesus. Eita! Até rimou. Deve ser porque eu estou lendo muito os versos inteligentes do meu amigo e irmão conterrâneo Merlânio Maia; e do meu amigo e irmão “UM AMIGO POETA”, um dos dirigentes espirituais do Centro Espírita Jesus de Nazaré, que “usa” a mediunidade de Lúcia, irmã do coração, para nos passar aqueles recados importantes às nossas vidas.

Mas Deus já escreveu algumas leis naturais imorredouras e que jamais precisarão de reparação, como a lei de causa e efeito, do amor e da caridade. Isso é sim já estava está escrito, pois não comporta mudanças. Os outros capítulos são por nossa conta.  Essa semana o Cesb (Centro Espírita Seareiros do Bem) da cidade de Boa Ventura, escreveu mais um capítulo dessa história (com H) bonita.

Quero cumprimentar a todos os trabalhadores nas pessoas dos meus irmãos MARCELO IVO, seu presidente e ANGELA GOUVEIA, uma das diretoras da casa, que não mede esforços para arrecadar presentes, donativos, para essa festa da luz que faz parte do calendário dos trabalhadores espíritas das cidades de Itaporanga e Boa Ventura.  “Quando agente faz um bem a alguém quanto bem esse bem nos traz”.

É uma festa bonita, tradicional que sempre arranca sorrisos da  meninada carente e sedenta de educação. E lembrar que alguns capítulos dessa estória linda começaram há mais de 20 anos, com Marcos Ernesto, Ernani Diniz, Zé Firmino, Marlene Guimarães, Paulo Henriques, o perseverante Manoel Ferreira... e tantos outros que a memória não quer lembrar. São capítulos escritos para que se chegue ao fim dessa história, que não tem fim, pois somos seres imortais rumo à plenitude.

E lembrar que tivemos alguns capítulos muito importantes, quando convocamos as minhas evangelizadas KARMEM E LÍVIA - que nas suas atuais juventudes ainda insistem em me chamar de TIO REY- para integrar o quadro de evangelizadores do Cesb, em uma época de escassos trabalhadores e elas, de pronto, aceitaram reforçando ainda mais essa estória de amor. E com um reforço: as mesmas trouxeram a sua mãe ANGELA GOVEIA, que se transformou em presidente  do CESB e que enriqueceu alguns capítulos dessa nossa história (com H mesmo) bonita.

A história do Cesb está ficando volumosa e agora entrou em cena o mais novo presidente MARCELO IVO, que começou a escrever os primeiros capítulos, auxiliado pela  "primeira dama” Daniela, sua esposa, que é outra força  no nosso grupo. 

Marcelo é do meu tempo, que não faz tanto tempo assim. Ele e "Cáca", sua irmã, faziam parte do nosso grupo de jovens da época, que, insisto, não faz tanto tempo assim. Fora um bom ator quando encenamos uma peça teatral denominada MENINOS DE RUA, que imitamos da FEP, mas o exclui do nosso NOVEL CORAL, fundamentadamente. Ele não conseguia cantar afinado, “nem com a peste”.  Já a sua irmã, ANA CATARINA, tinha uma voz afinada, dos céus. Saudades!

Mas a nossa estória está sendo escrita a cada dia, com novos irmãos. Estamos escrevendo capítulos do bem , do amor, da fraternidade, da paz, da alegria. Somos os escritores das nossas vidas.

Mas será que já estava escrito?


“Maktub”!?

Pense Nisso! Mas Pense Agora Mesmo

E escreva no livro de sua vida estórias de amor.

www.reynollds.blogspot.com