sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Não Adianta. A Terra Não Está Preparada


Não adianta. A Terra Não Está Preparada
(Reynollds Augusto)

Tudo tem o seu tempo próprio e não adianta forçar a barra, pois a pressão pode causar danos e, em alguns casos, até complicados. Talvez tenha disso por isso que o apóstolo Paulo tenha dito: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu...”
Tempo, tempo, tempo. O que é o tempo? Santo Agostinho certa feita disse que se alguém perguntasse o que é o tempo, ele não saberia responder, mas se não perguntassem, ele saberia. Complicado, hem!
Mas o tempo existe, sem existir. Einstein defendia que passado, presente e futuro é uma grande mentira. O agora é o concreto, que daqui a pouco vira passado e que se perde na infinidade do tempo que está para trás e todos nós estamos caminhando em direção ao futuro, que está na infinidade do tempo, que está para frente.
Eita! Complicou.
Mas, tudo isso para dizer uma coisa importante: para que a semente brote, é preciso que a terra esteja trabalhada.
Hoje no Esle (Estudo de Educação dos Sentimentos e o Livro dos Espíritos), que acontece todos as quintas, pelas 20: horas, no Centro Espírita Jesus de Nazaré, que fica por trás da Igreja Católica de nossa comuna, em Itaporanga-PB, trabalhamos essa questão, básica.
O nosso mestre Jesus, um educador por natureza e que tratava a vida com seriedade e sem hipocrisia, já dissera que não adiantava jogar a semente em terra que não está preparada, que ela não vinga. Há dois mil anos já defendera essa verdade, que continua tão atual como dantes. Ou seja, é preciso maturidade para compreender e ver a luz, que em algumas pessoas causam problemas de vista: Diz Mateus:
Jesus enviou seus doze apóstolos, depois de lhes haver dado as instruções seguintes: Não procureis os gentios e não entreis nas cidades dos samaritanos. - Ide, antes, em busca das ovelhas perdidas da casa de Israel; - e, nos lugares onde fordes, pregai, dizendo que o reino dos céus está próximo. (S. MATEUS, cap. X, vv. 5 a 7.)
Esse tema causou um debate incrível no nosso "Curso de Vida" e concluímos que todos nós só acreditamos no que queremos acreditar e que não adianta forçar o entendimento de verdades que alma não está, no momento, preparada para alcançar.
Hoje os “gentios” não são um povo, mas sim uma ideia. A tese espírita é ampla, genuinamente cristã e trata da proposta de Jesus, sem mácula, desequilíbrio, sem ilusões e a falsas verdades que enganam os desavisados.
Quando eu me tornei espírita, senti uma necessidade normal, natural, de espalhar para os amigos a boa nova , espalhar essa verdade que nos sustenta a alma e nos equilibra o destino e não deu outra, não consegui. Com a maturidade, descobri que tudo tem seu tempo e que somos imortais e aprendi, com Jesus, que isso é bobagem e que o processo de evolução do espírito imortal leva um tempo danado, pois somos formados por preconceitos culturais e concentração de ideias de grupo, que só a maturidade e o tempo podem quebrar.
Eu me lembrei do Mito da Caverna de Platão em que todos estavam amarrados em uma caverna, de frente para a parede, só percebendo a sombra que se projetava, de si mesmo, sem se dar conta que atrás havia uma grande luz . Alguém desperta, solta as suas amarras, vai em direção dessa luz e sai da caverna escura. Vê a maravilha do sol, do dia, e se encanta. Não entendia o que o tinha levado a ficar tanto tempo na sombra, na caverna de sua ignorância. Volta para espalhar a notícias aos amigos, para que eles também tomassem a decisão de sair, como ele. Deu com os burros n água. Todos o criticaram e o cunharam de louco. Não conseguiam se libertar de si mesmo, da ignorância pessoal. A semente sequer caía na terra. A escuridão ia continuar por mais algum tempo. Não era o tempo.
Hoje, os gentios ainda existem. A caverna e a escuridão, também. Tem muita terra ainda despreparada, vivendo do seu mundinho circunscrito e que é cômodo para si. Mas um dia isso irá mudar. Quando? Não importa, somos imortais. Quanto mais cedo acontecer, menos sofrimento, menos ilusões.
“Muitos olham, mas não veem; ouvem, mas não escutam.” A terra não está ainda preparada, a luz ainda, muito ofusca, pois não há a proteção da maturidade.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.
 

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

UIARA E HEITOR.UM REENCONTRO DE ALMAS


UIARA E HEITOR. UM REENCONTRO DE ALMAS

(Reynollds Augusto)

 
        Quem foi que disse que Einstein era ateu? Eu duvido disso. O nobre cientista afirmara, certa vez, que a vida é uma grande matemática. Falou e disse tudo.


A magia da vida é calculada indubitavelmente para que todos nós, espíritos imortais, possamos atingir o nosso fim, que alguns chamam de salvação e que nada mais é do que evolução. Nessa contagem, o uso do livre arbítrio soma e diminui, calcula e realiza, e faz a coisa acontecer. É por isso que a vida é uma matemática perfeita, que nós orgulhosos e egoístas, ainda, não conseguimos entender e dificilmente nesse estágio em que nos encontramos, entenderemos.


Essa matemática faz unir as pessoas, os espíritos, que têm compromisso nessa estada de... , vou ser otimista, uns míseros cem anos, no planeta Terra, e chegando tão rápido que mais parece que a vida é um sonho. Foi Einstein quem disse, também, que o tempo é uma grande mentira ou ilusão.


Mas uma dessas contabilidades fez realizar o reencontro de almas. Sabe esses truques de Deus, que nós chamamos de acaso, mas que por magnetismo natural nos impulsionam ao encontro de companheiros espalhados pelo planeta, que mais parece um aldeia global, devido o avanço da tecnologia? Foi isso quer aconteceu com UIARA E HEITOR, a “pretexto” de trabalho, ela foi à busca, sem saber, do seu amor. Até rimou.


Esse fenômeno aconteceu com a linda Uiara, filha da aguerrida Vera Martins, que é irmã do conhecido itaporanguense “Tio Dedé”, o “pilão”, o “profi”, o “Dedez” e outras alcunhas carinhosas que nós espíritas inventamos para chamar esse valoroso grande homem, apesar de ser pequeno. Dedé, com a sua energia pessoal, encantou a família do HEITOR, do meu “genro”.


 Eu vi UIARA crescer aqui em casa, com as minhas meninas. Considero-me o seu terceiro pai, pois sempre a tive como a minha filha mais velha. Terceiro por quê? Porque ela tem o biológico; tem o segundo, e talvez aquele que tenha sido o Pai verdadeiro, o “Dedez” e tem a mim, que me sinto tão pai dela, quanto sou das minhas filhas.


Temos fotos e mais fotos juntos, desde o nascimento até o triste dia, para nós é claro, que UIARA teve que ir morar na Capital mais bonita do Brasil, com a sua guerreira mãe VERA.  Mas ela estava querendo voar. Voar em busca dos seus sonhos profissionais. Conseguiu atingir os céus e nem sabia que a vida estava lhe preparando outro reencontro, com a sua alma afim. É a matemática de Deus que aproxima corações compromissados.

 
A cerimônia foi um espetáculo de beleza e emoção. Um lugar paradisíaco, na cidade do Conde. O Mestre de cerimônia , o “padre”, o “pastor”, foi o meu irmão espiritual EDUARDO MAIA. Que realizou uma bela cerimônia, com frases que faz agente pensar na vida, no amor, na felicidade.

 
Todos nós sabemos que o ESPIRITISMO não tem cerimônias, ritos e tudo mais, mas esse tipo de encontro reúne almas queridas e felicita  o existir. Comemora um passo importante em nossas vidas, uma nova ordem a seguir.  Todos os queridos do casal estavam presentes: mãe, pai, irmãos, primos, amigos que vieram com Heitor, de Goiania e nós, a maioria de Itaporanga, que formos parabenizar a nossa princesa UIARA, que sempre deu orgulho à família. 

 
Havia uma parte do roteiro em que eu faria a prece final, abençoando o casal. O amigo Eduardo me chamou para dirigir-me ao altar, montado. Aquela música de fundo, aquelas luzes belas, o barulho das ondas do mar, o cheiro  de natureza,  o momento , a circunstância, o brilho dos olhos da minha princesa, a felicidade do Heitor ... Não deu outra, eu chorei feito “menino buchudo”. Mas dei o meu recado. Chorar faz parte e quando o choro é de emoção positiva, principalmente.  

 
Se o leitor quer ser feliz, dou uma dica: chore. Isso faz bem. Apesar de ser “cabra macho”, da cidade mais bela da Paraíba, Itaporanga, não me contive. Mas mesmo assim abençoei o casal.  Todos os convidados choraram, sendo solidários.  


Eu também sou assim, se alguém chorar perto de mim, vai ter um companheiro.

 
UIARA, que Deus possa iluminar os teus passos, nessa nova fase. HEITOR cuida bem da nossa princesa, que ela é uma dessas joias raras, difíceis de encontrar.

 
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Dilma sanciona lei que libera financiamento para municípios em estado de calamidade


A presidenta Dilma Rousseff sancionou a Lei 12.716 que libera linhas de financiamento para municípios em estado de calamidade pública no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Pelo texto, os responsáveis pela solicitação poderão receber até R$ 200 mil por pedido e no prazo máximo de 30 dias – entre a requisição e o pagamento.

A lei está publicada na edição de hoje (24) do Diário Oficial da União, Seção 1, páginas 1 e 2. A íntegra do texto pode ser obtida no site da Imprensa Nacional.

Em agosto, os senadores aprovaram a repactuação das dívidas dos municípios em situação de emergência com a Previdência Social. O benefício consta de um projeto de lei de conversão (PLV), transformado a partir de uma medida provisória (MP).

Pelo texto do projeto, são instituídas linhas de créditos e há um aumento de R$ 300 para R$ 400 do valor pago aos atingidos pela seca ou fortes chuvas, com destaque para os agricultores do Programa Garantia-Safra. Esse auxílio é pago em parcelas de R$ 60 a R$ 80. A MP deve beneficiar 500 mil famílias.

Agência Brasil

Confirmado segundo debate com os candidatos à Prefeitura de Itaporanga

Evento será na noite de 4 de outubro


Por Redação da Folha A rádio comunitária Boa Nova FM confirmou o segundo debate com os candidatos à Prefeitura de Itaporanga: será na noite de 4 de outubro com transmissão pela emissora, conforme apurou a Folha (www.folhadovali.com.br).

Repetindo o primeiro debate, ocorrido no último dia 14, o evento será realizado na Câmara Municipal: mais uma vez, os candidatos Sousa Neto (PRB), Djaci Brasileiro (PSDB) e Audiberg Alves (PTB) vão estar discutindo os problemas locais e confrontando ideias e propostas.

O dia 4 de outubro estava programado, conforme sorteio  da Justiça Eleitoral, para a realização do comício central do candidato Sousa Neto, mas o prefeitável abriu mão da data para favorecer o debate, que já havia sido agendado anteriormente.

Para o candidato, o debate é um evento importante para o eleitor fazer a sua escolha consciente e oportuniza que os três postulantes apresentem suas propostas.

* O Portal do Vale estará também retransmitino o debate, para que nossos conterrêos ausentes possam se inteirar do pensamento e propostas dos nossos postulantes a administrar o municipío pelos proximos quatro anos (2013 a 2016);

www.portaldovale.net com o folha do vale