sábado, 25 de fevereiro de 2012

A MORTE E A VIDA

A Morte e a Vida
(Reynollds Augusto)

Eu estou me reservando o direito de ficar em casa estudando com mais afinco o DIREITO, pois quanto mais você estuda as normas, as doutrinas, as jurisprudências das Casas da Justiça, mais você tem a aprender, pois o fenômeno de produção não pára, uma vez que reflete a sociedade em movimento. A volição social envolve o Direito e o Direito bem produzido equilibra a sociedade. É por isso que estou “teclando” menos e observando mais.

Mas esse texto do escriba Deon Fonseca me fez refletir sobre a vida e a morte e tudo motivado pelo desencarne do “jovem” Eduardo Bernardino, que partiu “mais cedo” para o plano espiritual, nossa verdadeira morada.

A senhora morte é sorrateira e vive a nos circundar a cada segundo. As estatísticas afirmam que morrem no mundo cerca de 6.178 pessoas por hora. Eu nunca fui muito bom em matemática, mas isso quer dizer que mais ou menos 148.272 pessoas morrem diariamente. Não há guerra no mundo, produzida pela incúria humana, que se aproxime desse número. Morrem por ano mais de 45 milhões de pessoas e isso é uma benção. Já imaginou se o corpo físico não morresse? Como seria um caos e o espaço terrestre iria promover tanto sofrimento que iríamos implorar a Deus para que criasse o fenômeno da morte.

O primo Deon arrematou suas elucubrações a respeito de que a vida começa quando morremos. Na verdade a vida continua quando “morremos”. Somos viajantes do tempo na imortalidade perene da existência, hora estamos aqui , na Terra; hora estamos no mundo espiritual. Essas idas e vindas nos permitem evoluir para nos aproximarmos da nossa meta, desígnio de Deus para as nossas vidas, que é o objetivo maior da existência: atingir a perfeição relativa, que algumas religiões apelidam de salvação.

Essas verdades eu só aprendi depois que  debrucei-me nos estudos das obras espíritas, que considero o DIREITO DE DEUS. A Codificação, catalogada pelo Professor Alan Kardec, com informações dos espíritos de escol, veio despertar a humanidade para essa nova fase da existência e ainda bem que estou podendo presenciar esse fenômeno. São esclarecimentos acertados para que possamos fazer evoluir a nossa cultura espiritual, tão distorcida por alguns representantes religiosos que vivem a vender ilusões para os seus adeptos e promover o materialismo sufocante que está levando o nosso planeta à bancarrota.

Mas Deus está conduzindo essa nau e o atraso espiritual do homem não vai deixar que esse próprio homem destrua o seu projeto, que vai acontecer, pois é peremptório.

É como o Direito Público, que representa o interesse maior do Estado de Direito e dele ninguém pode dispor. E a cada 46 milhoes de espíritos que desencarnam por ano, muitos não podem mais reencarnar aqui, pois são alunos renitentes nos erros e na preguiça e como Terra vai se promover, não permitirá os seus retornos.

Temos notícias que muitos espíritos iluminados já estão reencarnando para ajudar a produzir essa nova ordem divina e o nosso orbe passará de “planeta de provas e expiações” para o de “regeneração”. Foi por isso que Jesus disse que um dia “os bons herdarão a Terra”.

Eu tenho dito que todo mundo deveria passar pelo Estado de Quase Morte. Sabe aqueles acidentes que parecem o fim, mas que na realidade se trata do começo de uma nova vida. Quando damos uma passeada no mundo espiritual voltamos mais conscientes de tudo, pois experimentamos no plano concreto, – pelo menos a maioria de nós- o que aprendemos no plano abstrato. No meu caso, a evidência da vida após a morte, que sempre tive notícias pelos livros, mas nunca tive mediunidade para entrar em contato com o plano espiritual.

Quem também experimentou esse fenômeno, e sabe do que estou falando, foi o meu amigo e irmão TITICO PEDRO. O homem voltou mais maduro e deixou de lado as ilusões do caminho. Quando isso acontece parecemos crianças quando descobrimos uma barra de chocolates. Ficamos com a sensação de ter encontrado a estrada.

A mediunidade é dom dado por Deus e é de cunho orgânico, é como ter um sentido a mais, além dos que temos para sentir o mundo exterior. Nunca experimentei ostensivamente esse fenômeno, apesar de saber que todos nós somos mais ou menos médiuns. O de Quase Morte foi uma experiência incrível para mim, que não vou contar para você, pois não cabe aqui. Basta revelar que tudo aquilo que estudei nos livros, experimentei no mundo espiritual.

Quando estava em coma, os laços fluídicos que ligam o corpo à matéria ficam meio que frouxos e você percebe com objetividade o “lado de lá”. Voltei mais consciente e muito mais espírita.

Por exemplo, agora mesmo, estava querendo escrever algo e fui intuído a mudar o rumo da prosa e as idéias surgem, como por mágica. Mas intuição todos nós temos e isso não vale como mediunidade. Somos influenciados sempre por mentes desencarnadas e foi por isso que os espíritos disseram a Kardec que somos tão influenciados que “por vezes são os espíritos que nos dirigem”. Mas não fique com medo não “bichim”, que você pode controlar isso. Jesus deu a dica “orai e vigiai para não cairdes em tentação”. Muita gente faz bobagem, pois não monitora o seu pensamento, que em muitos casos lhes são sugeridos.

Quando você está envolvido com coisas nobres, com o bem, com voluntariado caridoso, com o estudo que prepara o homem, só se aproxima de você a “galera” do amor e te ajuda a viver melhor. De outra sorte se estás envolvidos dom as ilusões do caminho, a galera é outra e te dificulta a vida.

Mas Eduardo Bernardino cumpriu a sua estada aqui e com seus acertos e desacertos é um espírito de Deus, em franco processo de evolução. Continuará as suas buscas, agora sem as ilusões do Planeta. Para quem não sabe ele foi um dos fundadores da LOJA MAÇÔNICA 20 DE OUTUBRO e teve conhecimento das nobres questões espirituais que envolvem a vida.
São mais ou menos seis mil e setecentas pessoas que morrem por hora. Faz uma hora que estou escrevendo esse artigo e já se foi essa quantidade de pessoas. Na próxima hora você pode estar na lista. Está preparado para voltar?

Mude de direção enquanto há tempo.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Crime de Queimadas: presos por estupros vão para convívio com detentos

Os sete adultos presos por suspeita de envolvimento nos estupros de cinco mulheres e mortes de duas durante uma festa em Queimadas, na Paraíba, foram  transferidos na manhã desta segunda-feira (20) para o convívio com outros detentos em uma cela especial do presídio de segurança máxima PB1, em João Pessoa. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, hoje completa o prazo de cinco dias que o grupo deveria passar em isolamento.

Segundo o secretário Harrison Targino, a fase de 'reconhecimento' é recomendada devido aos riscos de morte que os suspeitos correm. "O crime pelo qual são acusados causa internamente muita revolta dos apenados”, explicou na semana passada.

Inicialmente, os adultos deveriam ser encaminhados ao Complexo do Penitenciário do Serrotão, em Campina Grande, ou para a cadeia pública de Queimadas. No entanto, o grupo foi transferido para a capital por recomendação da Corregedoria Geral de Justiça da Paraíba, devido à falta de estrutura e à instabilidade entre os demais detentos das primeiras cidades.

Além dos sete adultos presos, foram apreendidos três adolescentes. Eles estão em um abrigo provisório no município de Lagoa Seca. Segundo o promotor Márcio Teixeira, o Ministério Público da Paraíba vai oferecer representações contra os três rapazes. Eles poderão responder por estupro, homicídio e porte ilegal de arma. A representação final contra eles deve ser entregue à Justiça nesta semana.

De acordo com o delegado regional de Campina Grande, André Rabelo, a Polícia Civil tem até a quarta-feira (22) para remeter à Justiça o inquérito sobre o crime.

Jornal da Paraíba

Parabéns VANDUIR SOARES DE ARAUJO -' Vando de Dedé"

Parabéns VANDUIR SOARES DE ARAUJO -' Vando de Dedé"
                                                             ( Titico Pedro)
Oportuno registro que o escriba Reynollds Augusto faz da festiva data de aniversário do nosso VANDO DE DEDÉ.

Quem, em Itaporanga, até meados do século pretérito, não partilhou do nosso DEDÉ MADEIRO –DEDÉ DO CANTINHO?. Pois bem! Dedé do Cantinho dominou e alegrou as noites juninas com o seu ‘fole de 8 baixos’ levando seus acordes por toda a redondeza de Itaporanga, seus 6 distritos de então, e outros tantos do vale do Piancó, transferindo o seu legado aos irmãos quase siameses BIU e VANDO DE DEDÉ. Essa dupla teve uma participação mais contagiante nas festas que aconteciam tanto na cidade como nos sítios. A festa que atraia maior multidão de pessoas só podia ser aquela em que Biu e Vando estariam ‘tocando’.

Guardando as proporções a dupla siamesa se equipa hoje as mais tradicionais bandas de forró da atualidade, a exemplo do clã-brasil que tem a frente o sobrinho de Biu e Vando o nosso Zé Badu e suas filhas, bisnetas de Dedé. Só estudando a Doutrina Espírita para compreender essa cadeia de talentosos da música nordestina, numa mesma família.

O aniversaiante de hoje, conforme afirmou o nosso Reynolds, foi companheiro da chapa vitoriosa WILL / VANDO, que administrou Itaporanga entre JAN-1989 /JAN1993, período em que Vando assumiu a titularidade por alguns períodos o que lhe muito bem a honrosa patente de ex-PREFEITO DE ITAPORANGA o que só vem a abrilhantar a galeria dos que já passaram pela administração do nosso progressista município.

Uma proeza da família VANDO DE DEDÉ, nunca se registrou uma só querela na tradicional família de VANDO DE DEDÉ. Há mais de 40 anos transitando pelo Forum de Itaporanga, desconheço meu caro Reynollds, haver avistado os irmãos siameses transitando pela CASA DA JUSTIÇA ainda que para testemunhar algum fato de que tenha tomado conhecimento. É, como bem afirmou o nosso escriba neto de TOINHO AUGUSTO, o octogenário VANDO DE DEDÉ é, de fato, um verdadeiro HOMEM DE BEM que plantou boas sementes ao lado da sua amada ZÉLIA.

Pode-se, sim, considerar o nosso VANDO um HOMEM DE BEM até na interpretação dos venerandos que responderam às questões do codificador ALLAN KARDEC, entre elas, que o HOMEM DE BEM é aquele que cumpre a lei de AMOR, JUSTIÇA E CARIDADE. Essa sua resolução de doar ao conceituado HOSPITAL PADRE ZÉ toda e qualquer presente que os amigos e familiares vierem a lhe ofertar neste GRANDE DIA DE HISTÓRIA, DE 80 ANOS DE VIDA DO NOSSO VANDO DE DEDÉ.

Obrigado oh! Deus, pela oportunidade de habitar esse mundo dos mortais, na sadia convivência com o VANDO DE DEDÉ.

Parabéns, Reynollds por nos trazer essa briosa mensagem ao nosso Vando de Dedé.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

OUTROS CARNAVAIS

 

Gostava das marchinhas

Com letras simples e mensageiras

Das brincadeiras ingênuas

Que satisfaziam a mentes e o coração



Hoje o Carnaval é triste

Com muito apelo, sexo e drogadição

Também estou no bloco de casa

São  a paz e a felicidade, verdadeiras

Que animam o coração