terça-feira, 17 de janeiro de 2012

O MEU IRMÃO OSMANDO PORCINO

O Meu Irmão Osmando Porcino
(Reynollds Augusto)


Aprendi que quem não se movimenta morre mais cedo e apesar de ter certeza absoluta que a vida continua após a morte do corpo físico, é de bom tom que nos esforcemos o máximo possível para permanecermos mais tempo por aqui. Quanto mais aproveitar essa experiência, na carne, mais evoluídos ficaremos e voltaremos com a sensação de missão cumprida.

Eu procuro ser disciplinado e evitar voltar antes do tempo. Sim, porque essa estória de dizer que “só se morre no dia”, é balela. Você pode voltar antes ,quando elege para si certas bobagens, como álcool, drogas, noites e noites sem dormir, nessas festas da ilusão, comida demais e sem necessidade; tudo isso desgasta a energia vital da máquina, que é o corpo, e que está sendo estragada com bobagens.

Mas eu mudei o meu horário de caminhada  e estou esticando o esqueleto à noite, no iniciozinho e antes do jantar; numa caminhada urbana que está sendo satisfatória. Além de ser mais frio, de quebra, revejo pessoas e amigos sentados nas calçadas e em algumas vezes damos uma pequena paradinha para cumprimentá-los.

Essa noite eu tive a feliz surpresa de rever o meu grande amigo, professor e estudioso do Espiritismo OSMANDO PORCINO. Osmando faz mais ou menos uns catorze anos que foi morar em João Pessoa, para dar estudo aos seus quatro filhos.  Lembro-me bem que, à época, quando ele decidiu se mudar para Capital, nós ficamos meio que entristecido, uma vez que ele era mais uma força para divulgar essa Doutrina de Amor, que é Jesus de volta, em uma sociedade que estava muito presa ao preconceito e ignorante das coisas espirituais. Ser espírita àquela época em Itaporanga era difícil, mas nós sabíamos que era preciso que o Osmando e a sua família realmente fossem ao seu destino escolhido. Hoje, graças a Deus, não precisamos disso. O seu irmão, PAULO PORCINO, me revelou que ele lhe tinha confidenciado que pretende retornar logo-logo para a Rainha do vale, depois que os meninos estivessem encaminhados.

O bom filho à casa torna e vamos continuar juntos, a levar ao alto essa bandeira do equilíbrio que reforça as nossas vidas.

Mas conversamos muito e relembramos episódios bonitos de nossas vidas quando “estagiávamos” no Centro Espírita Missionários da Luz, que se localizava onde está hoje o Prédio do Ministério Público. Falamos dos males que o açúcar e a comida industrializada produzem em nossos organismos e que estão gerando câncer de toda sorte. Falamos dos meninos, hoje, agora, rapazes, e que já estão sendo encaminhados, para que ele retorne à Rainha do Vale. Lembrei que Dorinha, a sua esposa, que tinha um projeto para adotar uma garotinha, pois se sentia só no meio de “cinco machos”, mas o projeto não deu certo.

Um belo bate papo que empacou por alguns minutos a minha caminha, mas que logo após seguiu o seu ritmo normal e continuei apreciando a vida noturna de Itaporanga, com garotos brincando, mães "brigando" com a garotada, uma lua no alto que é um espetáculo e uma satisfação interior que energiza a vida. É como diz o poeta “ Não já ó gente ó não, luar como este do sertão”

Eu sempre admirei Osmando por sua coerência e lógica de argumentação. Ele sempre foi um estudioso do Espiritismo e, como eu era principiante, aprendi muito consigo os princípios basilares dessa Doutrina de Amor. Acho que esse comportamento além de ser uma conquista do Espírito Imortal é também influenciado pela genética, pois o Paulo Porcino, seu irmão, tem o mesmo temperamento.

Todos nós de Itaporanga conhecíamos o Fernão Dias, esposo da grande Maria, semeadores do Espiritismo em nossa terra, que partiram para a pátria espiritual, deixando aquele rastro de saudades. Ele era historiador, filosofo, artista, astrônomo, geógrafo e tudo mais e desenhava obras de arte que qualquer Picasso ficaria admirado se pudesse vê-las.  Eram quadros que pereciam vivos, tal o grau e riqueza dos detalhes. Seu Fernão, na intimidade, era um a pessoa alegre, portadora de um humor agradável e muito brincalhão e aquela face sisuda refletia não refletia a sua real condição.

Outro dia ele disse:

- Reynollds, você sabia que os filhos do nosso irmão Osmando não o conhece?

-?

- Explico: É que ele nunca raspou aquela barba volumosa que possui, então eles não sabem quem é o Pai.

Risos....

Osmando parece o mesmo. O homem nos dá a impressão que tomou “ chá de formol” e não envelhece. Isso é o resultado de uma família equilibrada

Osmando estamos lhe esperando...

Movimente-se, meu amigo e caminhe muito.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA. 

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

1° Fejoada Fraterna do Centro Espírita Seareiros do Bem de Boa Ventura

1° FEIJOADA FRATERNA  DO CENTRO ESPÍRITA SEAREIROS DO BEM DE BOA VENTURA
Local: Ginásio de Esportes  Arrudão – atrás da Igreja Católica
Cidade: Boa Ventura – Pb
Data 29 de Janeiro de 2012- 11:00 horas da manhã
Preço 7:00 reais

O Vale do Piancó, reconhece o empenho que o Cesb faz para educar a comunidade carente do Conjunto Arsênio Alves. A maioria,  crianças e adolescentes. O nosso lema é “ CRIANÇA EVANGELIZADA HOJE, HOMEM  DE BEM AMANHÔ. Se trata de mais uma forma de contribuir para com  a  sociedade,  ensinando valores morais às crianças, que muitas vezes não conseguem se defender dos apelos das ilusões dos dias atuais.
 Para tanto estará realizando a sua PRIMEIRA FEIJOADA FRATERNA a fim de angariar recursos para estruturar a instituição e dar melhor comodidade aos assistidos.
Compre a  sua , como forma de solidariedade,  e nos ajude a ajudar.

É só 7,00 reais. Com esse valor você compra uma feijoada saborosa, passa uma manhã agradável , com músicas agradáveis e sai com um sorriso no rosto , pois fará muitas crianças felizes

FALE COM NIVALDO DO TRT  e ANGELA,  EM ITAPORANGA
FALE COM MANOEL FERREIRA, EM BOA VENTURA
OU ENTÃO, NÃO DEIXE DE IR NO DIA.
29 de Janeiro, às 11;00, NO GINÁSIO DE ESPORTES  ARRUDÃO, POR TRÁS DA IGREJA CATÓLICA EM BO VENTURA,
“ Quando agente faz um bem a alguém, quanto bem esse bem nos trás”

PENSE NISSO! E SE ENGAJE


domingo, 15 de janeiro de 2012

PENSE DIREITO V - O PODER CONSTITUINTE DIVINO


PENSE DIREITO V - O Poder Constituinte Divino
( Reynollds Augusto)

Todo estudante de direito sabe que há no Estado de Direito dois tipos de legisladores: um constituinte, que elabora as normas constitucionais e outro chamado de Legislador Ordinário, que tem o objetivo de elaborar as normas ditas infraconstitucionais do ordenamento e que servem para estabilizar a convivência social em sua maior amplitude e generalidade.
Quando a sociedade se aperfeiçoa e o Estado sente essa mudança de situação, nesse momento entra esse  Legislador Ordinário, sendo ele que coloca “os pontos nos is”. Mas tudo sem macular a ordem constitucional que é dotada de princípios maiores e que não pode ser destruída pelos legisladores aventureiros. O guardião da Constituição, o Supremo, está aí, esperando ser acionado para fazer valer a ordem constitucional estabelecida anteriormente e fazer sobreviver os princípios maiores da sociedade.

O poder de fazer uma constituição é chamado Poder CONSTITUINTE ORIGINÁRIO. Esse é que tem a força de estruturar o Estado e é o primeiro legislador, sendo ele que estabelece a Constituição. É o “dono da cocada preta”. É o ponto de partida do Estado e geralmente surge naqueles momentos de mudança radical que impulsionam um povo a procurar novos caminhos. O bom é que esse poder constituinte surja segundo os princípios da legitimidade democrática, o que nem sempre acontece. No Brasil, por exemplo, nem sempre o Poder Constituinte surgiu com base da legitima democracia. O que não se pode esquecer é que seja provindo de manifestação legítima- o povo-,  seja advindo de uma manifestação autoritária- ditador-,  ele é que cria ou recria o novo Estado.

Eu defendo que, em verdade, nada se cria e tudo se descobre. O “psiquismo divino”, criador de tudo que existe, já elaborou o existente e cabe ao homem descobrir e transformar e é por isso que somos co-criadores e também deuses, com “d” minúsculo. Os espíritos dizem que nós, aqui na Terra, somos uma cópia imperfeita do mundo espiritual e que as grandes descobertas, apreciadas pela comunidade, são resultados de longas pesquisas feitas no campo espiritual para que, posteriormente, sejam  concretizadas no campo das formas que é o plano material. Não que a dimensão espiritual não seja feita de formas. É que lá a energia das formas é outra, quitencenciada, e não se aproxima com o que nós definimos como matéria, que é energia condensada. O fato é que  o  Espírito é feito de alguma coisa, pois o nada não existe.Alías o materialismo morreu. Não existe matéria e tudo é energia.

Lembro-me bem que um dia, conversando com o irmão José Basílio, espírita convicto e pai do meu grande amigo ERIOGENIL; ele possuía um dom a mais, o da vidência. Era um médium vidente e percebia certas realidades que eu e você não percebemos, pois não temos a mediunidade ostensiva. O médium de hoje era chamado  de profeta antigamente. E nisso não há nem um privilégio e no mais das vezes quem possui esse dom, tem relação com o compromisso pessoal. E José Basílio, sentado em sua cadeira, percebia a passagem de inúmeras pessoas descendo e subindo a sua rua, mas que ninguém percebia. Depois descobriu que se tratava de espíritos, pessoas já desencarnadas e que com os seus corpos espirituais, perispíritos, andavam prá lá e para cá. Como eles vibram em outra dimensão, nós,  com os olhos do corpo,não conseguimos percebê-los. Mas isso é conversa que dá um livro.

O que eu quero dizer é que existe UM PODER CONSTITUINTE DIVINO, que é a causa primária de tudo que existe e como um dos seus atributos é a perfeição absoluta,  tudo que há,  é,  naturalmente,  perfeito e não comporta reações voláteis. É o direito do SER, defendido pelos jus naturalistas e que rege a vida. Nós, ainda, não entendemos aprofundadamente desse Direito, só o advínhamos, mas como ele é perfeito, não comporta mudanças. Foi por isso que Jesus disse que “não veio destruir as leis (as de Deus), mas dá-las cumprimento”. Ele sabia que o que provinha dessa causa geradora é perfeito e não poder haver mudanças.

Infelizmente o Direito de Deus ainda não é entendido pela maioria dos seres. A maior parte das religiões, que devia aproximar o homem dessa força causal, o afasta mais ainda. É brincadeira o que certas pessoas defendem como “palavra de Deus”. Deus está mal servido de fieis. Distorcem, manipulam, iludem , inventam e houve os que  em um passado não muito recente , mataram, surrupiaram, enganaram, queimaram pessoas, tudo em nome de Deus, causa primária de tudo isso. Existem alguns religiosos que só não repetem a dose porque a sociedade evoluiu e estamos pouco a pouco nos aproximando da real democracia, que implica liberdades amplas, mas responsáveis.

 A veneranda JOANA DE ANGELIS, espírito que viveu muitas experiências no seio católico, em outras épocas e que hoje é a nossa professora “mediata” e professora “imediata” do grande tribuno DIVALDO FRANCO, o nosso interprete, o apóstolo Paulo de tarso dos dias atuais”, disse que a lei natural que vige em todo o Universo, é a lei de Amor, que se exterioriza  de Deus mediante a sua criação. Assevera que essa ordem espontânea é sempre a mesma em toda a parte , expressando-se  como modelo  para a conquista integral  de todas as coisas,particularmente do EU PROFUNDO, que dorme em latência  nos seres aguardando os fatores propiciatórios  à sua manifestação.

As leis de Deus não estão escritas em algum livro dito sagrado. Elas estão na consciência de cada criatura.

PENSE NISSO! MAS PENSE DIREITO