sábado, 11 de dezembro de 2010

Virou Moda

Deputado paraibano destinou emenda para Feira em São Paulo; Ministério quer o dinheiro de volta

O Congresso em Foco tentou entrar em contato com o deputado paraibano sem sucesso

O deputado federal Armando Abílio (PTB- PB) foi um dos oito parlamentares, além do cantor Frank Aguiar, a destinar recursos de emendas do orçamento para a Feira chamada de Mostra Nordeste Brasil. Segundo informações do site Congresso em Foco, o Ministério do Turismo cobra a devolução dos R$ 2,53 milhões repassados pela pasta à entidade para a promoção da Mostra Nordeste Brasil, realizada em abril de 2008. O ministério identificou irregularidades na execução física e financeira do evento e pede a devolução integral dos recursos da entidade, que já não funciona e virou alvo de disputa judicial entre seus antigos membros.

O Congresso em Foco tentou entrar em contato com o deputado paraibano sem sucesso. Ninguém atendeu em seu gabinete em Brasília e não houve resposta a mensagem eletrônica enviada ao parlamentar.

O então deputado Frank Aguiar (PTB-SP) se valeu da ajuda de outros oito parlamentares para direcionar emendas do orçamento para realizar uma feira organizada por ele mesmo. A pedido dele, os deputados Paulo Maluf (PP-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP), João Paulo Cunha (PT-SP), Bento Mansur (PP-SP), Augusto Farias (PTB-AL), Luciana Costa (PR-SP), Pedro Fernandes (PTB-MA) e Armando Abílio (PTB-PB) endereçaram R$ 100 mil, cada um, para o Instituto Promur realizar o evento. Esses R$ 800 mil se somam ao R$ 1,43 milhão destinado pelo próprio Frank e outros R$ 300 mil, bancados por iniciativa do Ministério do Turismo.

O governo diz que há falhas na prestação de contas, como problemas nas notas fiscais apresentadas e na comprovação de que tudo o que foi combinado para o recebimento dos recursos foi efetivamente feito.

Atual vice-prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Frank Aguiar confirmou ao site que outros parlamentares haviam direcionado emendas para o instituto, indicado por ele para realizar o evento, mas não soube precisar quem eram os colegas.

A reportagem procurou os oito deputados. Três responderam ao pedido de esclarecimentos. Todos confirmaram ter apresentado as emendas a pedido do cantor de forró, mas disseram que não acompanharam a execução da feira nordestina organizada pelo então colega de plenário.

Augusto Farias afirmou que foi convencido por Frank a apresentar a emenda porque o evento também beneficiaria Alagoas com um estande promocional. “Como o Frank tem bom relacionamento, ele procurou deputados do Nordeste e do PTB mostrando que seus estados também seriam beneficiados”, afirmou ele ao Congresso em Foco. Farias disse desconhecer o Instituto Promur. “Subscrevi a emenda, mas não tive contato com ninguém”, observou o deputado.

Pelo plenário

Os auxiliares de Luciana Costa disseram que o cantor de forró fez várias abordagens no plenário da Câmara. “O Frank percorreu o plenário todo pedindo ajuda aos parlamentares”, afirmou a assessoria da deputada. “Foi um pedido pessoal dele para a deputada. Quanto a acompanhar a realização do evento, ela não acompanhou. Só atendeu pedido pessoal de um colega.”

Luciana Costa também apresentou emendas para o instituto Brasil Sempre à Frente, citado em reportagens do jornal O Estado de S.Paulo sobre ONGs fantasmas que recebem dinheiro do governo para realizar eventos. A deputada afirma que o instituto beneficiado por ela não é fantasma até porque os eventos foram realizados.

“Nos eventos que eram dela, houve acompanhamento do Ministério do Turismo. Nos casos dela, nunca houve problema”, disse a assessoria. “Tinha referências dentro do ministério, não tinha nada que desabonasse. Iniciamos o processo todo. O ministério não fez objeção. Cada evento era fiscalizado.” Segundo o gabinete, a deputada destinou os recursos para eventos para promover a disciplina “cultura da paz” em escolas de 19 municípios paulistas.

Por escrito

João Paulo Cunha disse, por meio de assessores, que a solicitação de Frank veio por escrito. “Ele mandou ofício ao gabinete em Brasília. À época, a avaliação foi de apoiá-lo”, informou a assessoria do deputado. João Paulo disse desconhecer a ONG e só encaminhou o dinheiro a pedido do cantor.

O gabinete de Valdemar Costa Neto confirmou que o deputado apresentou a emenda em favor do Instituto Promur no orçamento de 2008. Mas os assessores não localizaram o ex-presidente do PR para mais esclarecimentos.

A assessoria do deputado Paulo Maluf (PP-SP) disse que ele está visitando empresas no interior do estado, em Salto, e que não poderia falar. Os auxiliares dele disseram que não telefonariam para intermediar um contato com o site. “Só se ele nos ligar”, informou o assessor de Maluf.

Pedro Fernandes estava em viagem ao interior de seu estado. A assessoria do petebista não havia localizado-o até o fechamento desta reportagem. Os auxiliares de Beto Mansur não retornaram os contatos do Congresso em Foco.

Em entrevista ao site, Frank Aguiar contou que idealizou o evento e foi atrás de recursos para realizá-lo. A intenção, segundo ele, era mostrar aos paulistas o melhor da cultura e da tradição do Nordeste. Ele disse não ver nenhuma incompatibilidade no fato de ter apresentado uma emenda direcionando dinheiro público para um evento promovido por ele mesmo. “Por que um nordestino não pode defender sua região?”, questionou ele.

O professor de Direito Constitucional Luiz Tarcísio Teixeira, porém, não concorda com os argumentos do vice-prefeito. “É uma questão de benefício eleitoral e de imoralidade”, afirmou. Para o professor, Frank Aguiar beneficiou-se eleitoralmente do evento que promoveu. Assim, não poderia ter se valido do poder que tinha como deputado para destinar verbas públicas para ele.

Frank Aguiar disse ao site que não conhecia os representantes do instituto. Mas garante que tudo aconteceu conforme o combinado. “O evento existiu. Meto a mão no fogo. O que idealizei, conseguimos mostrar. Fiscalizei a execução do projeto. Tudo o que pedimos, eles cumpriram”, elogiou. Ele afirmou que talvez a ONG tenha falhado apenas na prestação de contas. E se ofereceu para ajudar a “acertar as coisas”.
Congresso em Foco

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

O que eu vou ser quando crescer?

O que eu vou ser quando crescer

(Reynollds Augusto)

Essa é uma pergunta pertinente, que acompanha o nosso desenvolvimento pessoal, partindo da infância em que a vida é mágica e os problemas são coisas para os adultos resolver. Quando criança, o meu sonho era ser caminhoneiro. Ficava sonhando andar por esse Brasil a fora apreciando paisagens e conhecendo pessoas. Vendo o nascer e o por do sol nas estradas da vida. Eu sempre defendi que o homem para ser feliz não pode se desassociar do contato com a natureza, senão se transforma em uma coisa que respira.

Logo após resolvi mudar de profissão e decidi que seria Policial Militar, para proteger as pessoas. Seria uma espécie de herói a trazer alegria para os injustiçados. Mais à frente , quando a maturidade vai chegando, as coisas se embaralham e não sabemos o que fazer da vida, mas como existe uma ordem dentro da desordem, e Deus tem gestão de tudo no universo, pouco a pouco a jurisdição divina vai nos encaminhando para os nossos objetivos pessoais de espíritos em processo de evolução infindável e como não temos tempo para ser tudo, o segredo do sucesso é nos esforçarmos para fazer o melhor onde estamos.
E é por isso que é tão importante a lei da reencarnação, criação divina, pois numa “vidinha” de uns “míseros” cem anos, não dá para fazer muita coisa e muitas pessoas não aprendem a “ser nada” e alguns, na maioria das vezes, se comprometem mais ainda. Acham que a sua individualidade de espírito imortal, tem relação direta com o status social da sua profissão, seja de médico, juiz, advogado, promotor e tudo mais... E por não terem maturidade espiritual perdem a reencarnação e ficam devedores da vida, com as impressões do momento que ilude a consciência. E aí, meu amigo, só voltando para recomeçar.
O leitor não é tão somente essa pessoa com esse RG, CPF e etc. A nossa individualidade é a soma de nossas personalidades, que vamos experimentando ao longo dos tempos até atingirmos ápice da evolução ou, como dizem alguns mais impropriamente, da “salvação”. Afinal “ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo”, que na melhor interpretação representa as inúmeras existências que experimentamos ao longo de nossas vidas, para combatermos as arestas da alma até nos plenificarmos.
Tem gente que sai por aí atrás de fazer regressão de memória para saber quem foi em outra existência. Bobagem! Se fosse interessante lembrar, Deus faria com que tais lembranças estivessem disponíveis no campo da memória atual. Há casos em que isso é possível e acontece naturalmente. Um exemplo próximo de nós está em Campina Grande. Estou me referindo a Sibelius, hoje já um adulto, mas quando criança, nunca aprendeu música em escola nenhuma e tocava clássicos só de ouvido. Dom? Que nada! Experiência conquistada daquele espírito, que reencarnou por essas bandas e Deus “achou” por bem deixar que os registros de uma existência anterior estivessem presentes.

Mas em uma dessas encarnações que experimentarei vou “requerer” à providência divina para me dar a chance de ser um médico. Conheço pessoas que querem ser médico para ganhar dinheiro com as doenças dos outros e ter status social. É a ótica do imaturo. Jesus foi o médico das almas e curava as pessoas com a força do seu magnetismo pessoal e manipulava o fluido cósmico universal ao ponto de conseguir mudar as propriedades íntimas da matéria, como transformar água em vinho. Isso é coisa para espírito evoluído.

O espírito JOSEPH GLEBER, que foi um medico alemão, diz que a nossa medicina já avançou muito, mas ainda está distante do fundo das questões, pois não chega à causa original das doenças que é de cunho espiritual. Diz ele:
"(...) Na verdade, a Medicina oficial da Terra conseguiu, ao longo dos anos, eliminar diversas epidemias e ajudou a curar milhares de pessoas na modalidade de tratamento que podia prescrever-lhes. No entanto , esbarra-se ainda em dificuldades insuperáveis momentaneamente, pois, em número sempre crescente de vezes, os sintomas patológicos mórbidos apenas se transferem de lugar , cedendo a outros tipos de doenças, que igualmente desafiam a inteligência científica deste século."
Enquanto a medicina contemporânea, e isso já está acontecendo, não se voltar para as realidades que transcendem a ciência acadêmica e acordar para o realismo da vida imortal que tem reflexo na estrutura íntima do ser, ainda teremos muito que aprender. Enquanto acreditarmos que o ser é apenas um amontoado de células, não iremos muito longe.
Mas isso é matéria para centenas e centenas de anos que passa rapidinho. Não acredita, não? Passa.
Einstein já disse que o tempo é uma ilusão e que presente, passado e futuro é uma grande mentira. Mas não leve ao pé da letra essa assertiva e extraia o seu espírito. Vamos “olhar, mas ver. Ouvir, mas escutar”. Na proposta de Jesus.
Aqui ou acolá, fazendo isso ou aquilo, aprendamos a viver e saibamos que o agora é o melhor momento para sermos feliz e compreendamos porque estamos aqui, de onde viemos e para onde vamos após a morte do corpo físico. O Espiritismo tem boas respostas. As respostas certas nos darão melhor qualidade de vida.



PENSE NISSO!MA PENSE AGORA.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

AS VOZES DO CÉU

GRUPO EVANGELIZARTE LANÇA MAIS UM CD


( Reynollds Augusto)



Quem participou do EJEP ( Encontro de Jovens Espíritas do Estado da Paraíba), que neste ano de 2010 foi realizado em Itaporanga, no Colegio Diocesano, graças ao esforço maior do confrade VICENTE TOBIAS, o hércules da produção, juntamente com a juvetude espírita do Vale do Piancó, ficou encantado com as vozes afinadas do céu, do grupo espírita Evangelizarte.

Ao ouví-los dava-se a impressão de que os anjos desceram à Terra para passificar os corações de todos nós, pobres mortais ( imortais) que vivemos por vezes em busca das ilusões que só trazem dor e sofrimento, fazendo com que gastemos nossas energias com bobagens.



Com eles a música era suave, vozes harmônicas, coreografia perfeita. Encantamento. Puro encantamento. As melodidas cantadas, casavam com as letras que realmente despertam e ensinam,resultando em uma música que acalenta a alma.



Pois bem, o Grupo Evangelizarte lançará no próximo dia 12 de dezembro, às 19h30min o seu segundo CD, com o título Fruto da União. O evento é bastante esperado por se tratar de mais um trabalho de um grupo que prima pela qualidade vocal e técnica e que já querido do movimento espírita não só de Campina Grande, mas também do Estado. Uma caravana da Federação Espírita da Paraíba virá para prestigiar o evento que se realizará na sede da Associação Municipal de Espiritismo. Logo após o show de lançamento do novo CD do Evangelizarte será realizada a confraternização das casas espíritas de Campina Grande, promovida pela AME.

Uma boa dica para os espíritas da região. Lavar a alma com as musicas do céu, nesse lançamento.



Quem sabe se no próximo ano, no tradicional Sertão Jovem Espírita de Itaporanga, o “hércules” Vicente Tobias não os convidam para mais um vez fazer com que os anjos desçam à Terra.



PENSE NISSO!MAS PENSE AGORA.