quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Dilma, a Guerreira

A candidata do PT a presidente, Dilma Rousseff, manteve sua tendência de alta e foi a 49% das intenções de voto. Abriu 20 pontos de vantagem sobre seu principal adversário, José Serra, do PSDB, que está com 29%, segundo pesquisa Datafolha.Realizado nos dias 23 e 24 com 10.948 entrevistas em todo o país, o levantamento também indica que Dilma lidera agora em segmentos antes redutos de Serra.

A petista passou o tucano em São Paulo, no Rio Grande do Sul e no Paraná e entre os eleitores com maior faixa de renda. Em São Paulo, Estado governado por Serra até abril e por tucanos há 16 anos, Dilma saiu de 34% na semana passada e está com 41%. Ele caiu de 41% para 36%. Na capital paulista, governada por Gilberto Kassab (DEM), aliado de Serra, ela tem 41% e o tucano, 35%.

No Rio Grande do Sul, a petista saiu de 35% e foi a 43%. Já Serra caiu de 43% para 39% entre os gaúchos. A margem de erro máxima da pesquisa, contratada pela Folha e pela Rede Globo, é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Todas as oscilações nacionais foram dentro do limite. Dilma tinha 47% na sondagem do dia 20 e foi a 49%. Serra estava com 30% e agora tem 29% Marina Silva (PV) manteve-se em 9%. Há 4% que dizem votar em branco, nulo ou em nenhum. E 8% estão indecisos. Os demais candidatos não pontuaram.

Se a eleição fosse hoje, Dilma teria 55% dos votos válidos (os que são dados apenas aos candidatos) e venceria no primeiro turno. Serra se mantém ainda à frente em alguns poucos extratos do eleitorado. Por exemplo, entre os eleitores de Curitiba, capital do Paraná, onde registra 40% contra 31% de sua adversária direta.

“BOLSÕES”

Mas o avanço da petista ocorre também nesses bolsões serristas. No levantamento de 9 a 12 deste mês, Serra liderava entre os curitibanos com 43% contra 24% de Dilma, uma vantagem de 19 pontos. Agora, a diferença caiu para nove pontos.

Quando se observam regiões do país, a candidata do PT lidera em todas, inclusive no Sul. Na semana passada, ela estava tecnicamente empatada com Serra, mas numericamente atrás: tinha 38% contra 40% do tucano. Agora, a situação se inverteu, com Dilma indo a 43% e o tucano deslizando para 36% entre eleitores sulistas.

SEGUNDO TURNO

Como reflexo de seu desempenho geral, Dilma também ampliou a vantagem num eventual segundo turno. Saiu de 53% na semana passada e está com 55%. Serra oscilou de 39% para 36%. Ampliou-se a distância que era de 14 para 19 pontos. Outro dado relevante e que indica um mau sinal para o tucano é a taxa de rejeição. Dilma é rejeitada por 19% dos eleitores, taxa que se mantém estável desde maio. Já Serra está agora com 29% (eram 27% semana passada) e chega a seu maior percentual neste ano.

Na pesquisa espontânea, quando os eleitores não escolhem os nomes de uma lista de candidatos, Dilma foi a 35%, contra 18% de Serra. No levantamento anterior, os percentuais eram 31% e 17%, respectivamente.

E atentem bem! É uma pesquisa encomendada pela Folha e pela Globo que estavam fazendo de tudo para esconderem a verdade! Entretanto a verdade não pode ser camuflada por toda vida, inclusive porque porá a credibilidade do Data-Folha em risco perante a opinião pública! E se só houvesse este Instituto a fazer pesquisa, como seriam os resultados?

transcrito por Jesus Fonseca

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Pinóquio na Política

Pinóquio na Política
(Reynollds Augusto)

Longe de se pensar que a relação social se realiza por meio de um jogo. Isso seria minimizar conceitos e não compreender o papel do Estado de Direito, que foi criado à custa de muito sangue, suor e lágrimas no nosso sofrido Brasil. É claro que o próprio Estado de Direito vive um paulatino processo de aprimoramento e nada está pronto para permanecer e tudo existe para se melhorar. Isso se chama, nos arraiais espíritas de evolução. É bom que saibamos que Deus nos criou espíritos que somos “simples e ignorantes” para que atingíssemos o ápice dos valores por esforço próprio, implicando a mais alta justiça. “Aquilo que semeares, colherá”. Isso é conseqüência. É jurisdição Divina. As leis de Deus, ou naturais, existem antes da sociedade se formar. É por isso que, comparando, realmente todo povo tem o governo que merece. A ignorância política, a visão utilitária pessoal do voto atinge penosamente o Brasil e sacrifica o coletivo que é muito mais importante. Mas as “coisas” estão mudando para melhor e o povo está votando menos errado.
As instituições que foram criadas para defender o interesse coletivo e promover o equilíbrio, cada uma no seu papel, estão saindo “às ruas” para educar o povo do valor da democracia, mostrando que é imperioso usar bem o voto como agente transformador. Quero aqui parabenizar instituições de grande importância para o nosso país, que são os Ministérios Públicos Federal e Estaduais e o Tribunal Superior Eleitoral e Regionais. É agradável ver nos intervalos comerciais, entre os poucos programas “de futuro” dessa nossa mídia sórdida e desumana, inserções de alguns poucos segundo de sons e imagens, de responsabilidade desses órgãos, ensinando ao cidadão como votar bem e que ficarão gravadas no inconsciente profundo até a hora de digitar o número do candidato naquela maquininha da transformação.
Os homens de saber jurídico estavam devendo isso ao povo. Ele, o cidadão, precisa descobrir o seu papel político e entender que não deve vender o seu voto por bugigangas ou qualquer preço, alçando ao poder, que é dele, agentes irresponsáveis e interesseiros. As instituições também estão maturando e partindo “pra guerra”, pois é preciso tratar com mais responsabilidade o nosso Brasil, que segundo os espíritos é "coração do mundo e pátria do evangelho." É preciso continuar ensinando ao povo que o voto é invendável é que essa “munição” precisa ser bem utilizada para que o País não caia nas mãos de aventureiros.
Quando eu era criança, gostava de um programa de desenho animado cujo personagem era Pinóquio. O boneco quando mentia, automaticamente o nariz crescia e dava na vista que ele estava mentindo. Não poderia ludibriar, pois o nariz crescia e ele, com vergonha, procurava falar a verdade. Seria interessante que acontece o mesmo com os nossos candidatos a cargos eletivos. Mas como isso não pode acontecer existe um recurso para saber se esses candidatos estão mentindo muito ou prometendo o irrealizável. Quando aos que já estão exercendo o cargo, observemos a sua produção quando no poder e quanto aos que estão iniciando a vida política, examinemos a sua vida pregressa, como dizia o meu saudoso colega oficial de justiça, José Neto. Como são as suas vidas? Pois de si mesmos não conseguiram fugir o tempo todo e todo o tempo e como não podem representar sempre, a qualquer tempo mostrarão quem realmente são.
Fique esperto! E assim escolhendo bem os nossos futuros agentes políticos, o nosso Brasil, Coração do Mundo Pátria do Evangelho, vai respirar melhor e viveremos com mais leveza.PENSE NISSO!MAS PENSE AGORA.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Estudando O Livro dos Espíritos II



Estudando O Livro dos Espíritos II


( Reynollds Augusto)



Todos os domingos das 17: OO ás 18h00min um grupo de amigos se reúne no Centro Espírita Jesus de Nazareth para estudar O LIVRO DOS ESPÍRITOS. Nessa preciosidade do saber humano, há mais de mil perguntas sobre os mais diversos temas que queremos saber sobre a vida e a morte. Eu sempre comparo que no “vade mecum” da Doutrina Espírita, o LIVRO DOS ESPÍRITOS está na condição da nossa Lei Maior que é a nossa Constituição, ou seja, se tudo mais, as obras complementares, forem contrárias ao que esse livro preconiza, tais Leis, que considero “leis complementares”, “é inconstitucional”. O que está escrito, o que se escreve não pode ferir os princípios contidos no Livro dos Espíritos pois pecará por insegurança. É uma espécie de “insegurança jurídica divina”. Como Deus não erra, é perfeito e imutável e as leis naturais não mudam, porque já são perfeitas, então o erro de percepção equivocada é tão somente nosso, espíritos em evolução. O professor Alan Kardec já nos ensinou que “é melhor rejeitar noventa e nove verdades do que aceitar uma mentira”.



Mas ontem tinha muita gente boa estudando esse livro de suma importância para nossas vidas e em meio aos adultos estavam os adolescentes. Eu gosto de ver adolescente com a energia da vida “em pé de guerra”, querendo compreender as grandes questões da vida. Quem faz perguntas e quer saber, como diz a música espírita, vive melhor e com segurança. O tema de ontem girou em torno da ORIGEM E NATUREZA DOS ESPÍRITOS e aprendemos que eles são os seres inteligentes da criação povoando o universo espiritual fora no universo material, concluindo a grandeza de Deus pelas dimensões inimagináveis da vida. Se fossemos numerar a extensão do universo material ficaríamos loucos e imaginem vocês tentar logicar sobre a dimensão espiritual, que preexiste e sobreviver a tudo que é matéria que nós conhecemos. Não dá. Como somos ainda atrasados e ficamos meio que bobos no bate rebate das ilusões do mundo, essas questões passam de largo de nossas considerações. Mas um dia entenderemos...



Aprendemos que Deus é eterno, pois não teve começo nem tem fim. Aí deu um nó na cabeça e um dos estudantes perguntou:



- Reynollds, me explique como é que algo que não teve começo não tem fim, ou melhor, como algo que não teve começo pode existir.



Expliquei que esse “negócio” também me encafifou e depois foi que entendi que Deus é a causa primária de tudo e que tudo só existe porque teve origem “nele”. Como “ele” é causa, é o princípio de tudo, não pode existir a causa da causa, pois senão essa é que Seria Deus. Mas são questões que ainda a nossa lógica não apreende e que é vamos dizer que seja um dos “mistérios” da vida. Você sabe que eu não gosto muito dessa palavra mistério, pois tudo que o homem não consegue explicar a usa como defesa. Muitas vezes os “mistérios” sempre foram foi usados para fundamentar muitas bobagens. Mas estudando o Livro dos Espíritos notamos que os espíritos em muitas respostas usaram esse nome. Aí descobri que nem eles não sabem de tudo e que, como nós, também estão evoluindo. Talvez um espírito como Jesus, saiba; pois sempre disse que “eu e o pai somos um”. Não é que ele era Deus, é que a sua evolução era tão grande e conquistada com esforço próprio em sua imortalidade que já entendia o que para nós ainda é mistério.



Aprendemos que nós os espíritos encarnados (vivos) e desencarnados (mortos) somos imortais, pois tivemos um começo e não teremos fim. Aí ficou mais fácil. Deus que é a causa de tudo criou os espíritos que somos todos nós e cria incessantemente. Mas aí vem outro mistério: os espíritos não sabem quando e como Deus nos criou. E haja mistério.



O fato é que somos imortais e viajamos pela estrada da evolução construindo a nossa individualidade que é a soma de nossas personalidades ao longo das experiências reencarnatórias. Quer dizer, que eu não sou apenas essa pessoa, com esse RG, com esse CPF que está com essa personalidade. Eu sou muito mais. Eu sou a soma de todas as minhas personalidades e que vai enriquecendo a minha individualidade. É por isso que vez por outras vocês vêem por aí na televisão crianças “prodígios” que nunca aprenderam música aqui e agora, tocando piano com uma perfeição sem nunca terem estudado. E de ouvido! É que em outras experiências reencarnaram em um contexto que lhe permitiu aprender musica. Ou seja, vestindo uma roupagem carnal, com outra personalidade, aprendeu musica que se somou à sua individualidade e quando voltou novamente à Terra , a Providência Divina permitiu que ele se lembrasse de tudo e os registros do inconsciente foram resgatados para o consciente atual e como já sabia “música”, sem nunca ter estudado nessa vida, simplesmente lembrou e com a admiração de todos, tocou.



E aquele caso da criança “prodígio”, que as televisões divulgaram, - de vez em quando eles dão uma acertadinha e divulgam o que realmente interessa - que de tão pequena que era não dava nem para vê-la no púlpito onde ministrava aulas á médicos sobre temas de suma importância para a ciência médica. Os médicos , coitados, ouvia o pequeno professor de boca aberta.Isso é reencarnação.



Tem muito mais, mas não dá para escrever aqui. São muitos outros casos que dão um nó no raciocínio que é perfeitamente explicável pela reencarnação.



Mas Domingo a partir das 05 h tem mais estudo. Venha pra cá você também.



“PARE, PENSE NA VIDA. FAÇA PERGUNTAS. QUEIRA SABER...”



PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA.

domingo, 22 de agosto de 2010

ANTONIEL NO CESB DE BOA VENTURA "MANDOU BEM"


Antoniel No Cesb

( Reynollds Augusto)


Hoje ( sábado 21.08.10) nós tivemos a grata satisfação de receber o nosso confrade espírita da cidade de Patos, Antoniel Clementino, que veio em caravana com irmãos da terra do sol, visitar o Centro Espírita Seareiros do Bem, da cidade de Boa Ventura. Foi uma tarde agradabilíssima. Eu brinco dizendo que ele é o homem tecnológico, pois sempre ministra suas palestras com a ajuda do data show e a exposição se torna mais atrativa, com exemplos e exibição de filmes curtos pertinentes a cada tema. É um recurso interessante, mas é preciso saber trabalhar com aquele “negócio”. Certa feita tentei fazer palestra usando-o e me dei mal. A minha praia é o verbo. Cada um segundo cada um.


Mas Antoniel falou sobre mediunidade e fez um passeio histórico do seu surgimento em várias culturas, pois se trata de um fenômeno tão natural quanto respirar. Mostrou inúmeros exemplos e provou que um dos maiores depositários da mediunidade é a Bíblia. Pena que as religiões tradicionais perderam o fio da meada dessa força viva da natureza e a maioria delas obstruiu o caminho, pois fecharam as portas da comunicação entre o mundo espiritual e o mundo material. E só falam que tais comunicações são de um tal satanás, de demônios, do coisa ruim e outras bobagens mais. Sequer examinam os exemplos de comunicação espiritual que estão documentados na Bíblia, como naquele caso da transfiguração que está em Mateus 17:1/8 em que se torna evidente a comunicação entre os dois planos onde estavam nessa relação os espíritos de Moises e Elias que há muito haviam “morridos”.


Mas o Mestre tinha presciência do que aconteceria e tratou de prometer que mandaria outro consolador que é o Espiritismo e que abriu, de novo, as portas dessa comunicação, mostrando que a vida continua e que a nossa temporada aqui na Terra é um curto estágio para irmos a paragens mais felizes.A mediunidade é o instrumento que Deus colocou à disposição do homem para que ele “telefone”aos já morreram ou desencarnaram, que é a expressão mais fidedigna a ser usada e assim possam se comunicar com os encarnados, ou vivos. Infelizmente as religiões interpretaram os textos bíblicos de maneira interesseira e de outras vezes evidenciaram ensinamentos pouco valiosos e muitos deles inúteis, escondendo ou esquecendo propositadamente de mostrar o que realmente interessava e a mediunidade foi uma delas. Todos nós sabemos que os “médiuns” de hoje eram chamados de “profetas” no ontem. Esse intercâmbio com o mundo espiritual sempre existiu para nos ensinar a conquistar bens morais e espirituais e não apenas os bens matérias que são perecíveis e ilusórios, em muito. Eu poderia catalogar uma centena de fenômenos existentes na Bíblia que mostram o uso da mediunidade, mas seria enfadonho. Alias se você retirar da Bíblia os inúmeros fenômenos mediúnicos de que ela é portadora, deixaria de existir. Mas o fato, como disse o nosso querido Chico Xavier, é que o telefone só toca de lá para cá. Nada de ir ao Centro procurar fazer contato com os nossos parentes que já partiram, pois isso pode não acontecer e digamos que há uma “complicação técnica”, pois se os espíritos não quiserem e não puderem isso jamais acontecerá.


O papel do Espiritismo não é tão somente fazer o intercâmbio com o mundo espiritual e sim transformar o homem para melhor com base no código de vivência evangélica do Cristo.


Hoje sendo melhor do que ontem e amanhã melhor do que hoje. Isso se chama evolução.


PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA.